Automatizando um bebedouro de água mineral. 2a parte: modificações

Não deixe de ler o post anterior sobre este meu projeto.

Eu não sei quanto a todos os bebedouros, mas o meu tem um colar removível de plástico que tornou a adaptação espantosamente simples. Eu usei o colar como molde para recortar um pedaço de isopor de 15mm de espessura ou mais.

projeto_bebedouro_DSC01596_640_ryan.com.br

Ao recortar, com um estilete ou faca afiada, você deve fazer maior que a marcação, porque o isopor vai ficar encaixado no colar por pressão.

projeto_bebedouro_DSC01597_ryan.com.br

Ensaque o disco de isopor em plástico. Eu usei uma daquelas bolsas de cozinha que você compra em rolos.

projeto_bebedouro_DSC01601_ryan.com.br

Encaixe o o disco ensacado no colar.

projeto_bebedouro_DSC01604_ryan.com.br

projeto_bebedouro_DSC01605_ryan.com.br

Abaixo, a razão para você plastificar o isopor. Depois de meses de manuseio sem estar completamente plastificado (eu havia revestido apenas embaixo, onde ficava em contato com a água), é assim que vai ficar:

projeto_bebedouro_DSC01594_ryan.com.br

No entanto, se quiser que fique “bonito” você também pode usar fita adesiva larga ou mesmo adesivo Contact (que muita gente chama de “papel contato” por razões que não consigo imaginar) para plastificar o isopor.

Você precisa perfurar o isopor em diagonal para pode passar o tubo de entrada da água. Para isso uma caneta esferográfica serve. As fotos não mostram, mas se tiver usado um saco para proteger o isopor antes de perfurar você deve reforçar o plástico nos pontos de entrada e saída da caneta com fita adesiva. Isso vai evitar que o revestimento se esgarce e vai manter os furos corretamente posicionados com o furo no isopor.

projeto_bebedouro_DSC01606_ryan.com.br

Se prestar atenção você verá o reforço de fita adesiva que coloquei no fundo.

projeto_bebedouro_DSC01609_ryan.com.br

Detalhe do tubo saindo da bomba…

projeto_bebedouro_DSC01610_ryan.com.br

… e depois saindo do outro lado do isopor. Você deve manter esse tubo tão alto quanto for prático para você. Se ele ficar muito baixo e o bebedouro tiver qualquer propensão à formação de gelos nas paredes, a saída de água poderá ficar bloqueada pelo gelo.

projeto_bebedouro_DSC01611_ryan.com.br

Também por causa da formação de gelo eu decidi colocar o sensor de nível no centro do disco. No meu primeiro protótipo eu coloquei o sensor na periferia do disco mas o gelo, flutuando ou não, encostava nele e criava problemas.

projeto_bebedouro_DSC01632_ryan.com.br

O sensor usado foi um destes:

E usei um módulo de relê semelhante a este para fazer o acionamento do motor:

No meu protótipo atual eu uso um Arduino para ler o sensor e acionar o relê, mas isso não é indispensável. Outro dia eu falarei mais sobre a parte elétrica.

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
7 comentários
  • Luciano - 321 Comentários

    Caceta! Usar uma arduino pra acionar UM RELE foi matar pulga com bomba nuclear! Bastava um simples transistor NPN, um resistor, um diodo e o relé, monta naquelas plaquinha universais furadinhas e pronto. :)

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 4.970 Comentários

      Eu usei o arduino para implementar histerese. Mas depois eu notei que não era realmente necessário porque a superfície da água é relativamente estável e o sensor de nível não dá rebotes significativos. O motor só fica dando repique quando alguém esbarra no bebedouro. Depois o arduino seria utilizado para medir a temperatura da água e detectar que a água do garrafão acabou com um sensor de fluxo. Mas ainda não implementei nada disso.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Luciano - 321 Comentários

    Alias, olhando com mais atenção, apenas esse módulo com relé que você esta segurando basta!

    Tudo vai depender de como é a sua bóia de nível. Se ela abre quando está cheio, basta ligar ela fechando o +Vcc ao pino IN da placa.

    Se a bóia fecha quando cheio, coloca um resistor de 4K7 do +Vcc ao pino IN, o sensor do pino IN ao GND.

    Pronto, guarda o arduino pra outra coisa que precisa de processamento.

    B)

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 4.970 Comentários

      Eu tenho uma centena (sem exagero) de arduinos à minha disposição. Para mim é mais fácil e rápido dar o pontapé inicial em uma idéia qualquer com um arduino (ou um ESP8266, que também tenho às dezenas) do que montar circuitinho.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Neto Fernandes - 2 Comentários

    Jefferson, bom dia! Sou professor de robótica do SESI-SP, mais especificamente da escola SESI de Mirandópolis. Todos os anos participamos de um torneio de Robótica onde temos que criar experimentos e invenções. Em 2012, criamos um projeto parecido com este seu e agora, em 2017, queremos melhorar nossa ideia. Pesquisando na internet, encontrei sua genial solução. Gostaria de trocar informações com você e se pode nos ajudar a implementar ainda mais nosso projeto. GOstamos muito da parte da Automação. Por favor, se puder, entre em contato pelo e-mail. Gostaríamos (eu e meus alunos) muito de fazer uma videoconferência com você. Grande abraço e parabéns pela ideia!

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 4.970 Comentários

      Agradeço as palavras, mas infelizmente meu tempo livre não me permite participar de nenhuma discussão “privada”. Eu só arrumo tempo para escrever aqui porque pode ajudar um número ilimitado de pessoas, por tempo indefinido.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 4.970 Comentários

    A bomba utilizada nesse projeto tem uma vida útil relativamente curta. Em três anos, três bombas estragaram. O problema é sempre o mesmo: o diafragma interno de silicone se rasga. O primeiro sintoma é a bomba começar a vazar e o segundo é um gosto diferente na água, possivelmente do ferrugem nos parafusos. Esse segundo sintoma eu só percebi agora na retirada da terceira bomba.

    Como cada bomba custa R$35 (sem o frete) no Brasil eu não considero isso um problema desde que eu tenha estoque delas e não seja apanhado de surpresa, como aconteceu agora.

    Notar que só o que se perde é a seção “bomba”. Você ainda pode aproveitar o motor de 12V em outro projeto.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Automatizando um bebedouro de água mineral. 1a parte: justificativas

Hoje somente três pessoas moram aqui em casa: eu, meu pai e minha mãe. Até aproximadamente um ano e meio atrás eu era o único que tinha condições físicas para trocar o garrafão de água mineral no bebedouro, mas isso mudou quando tive uma preocupante crise de coluna e os médicos disseram que eu não deveria mais levantar peso. Nunca mais.

Minha mãe não abre mão de jeito nenhum de beber água mineral gelada e nenhuma opção que eu ofereci (usar filtros modernos, trocar os garrafões de 20 litros por garrafões de 10 litros, deixar de usar bebedouro e colocar garrafas na geladeira, comprar uma geladeira com dispenser, etc) foi aceita por ela (ok, eu também não gosto da geladeira com dispenser). Eu não ia mais levantar garrafões e nem ela queria que eu fizesse isso depois do que ela testemunhou acontecer comigo, mas então a teimosa, que também tem problemas de coluna, ia continuar trocando os garrafões sozinha.

É importante citar aqui que nem eu nem minha mãe gostamos da idéia de estranhos entrando em nossa casa periodicamente. No quintal, só porque não tem jeito mesmo. Dentro da casa, só em último caso. E o fato de ter que esperar para que alguém venha fazer a troca do garrafão é mais um ponto negativo. Aqui nós temos um estoque de uns cinco garrafões que permite que a troca seja feita imediatamente por nós, com semanas de autonomia.

Comecei a pensar em soluções “de engenharia”. A primeira idéia que me passou pela cabeça foi uma espécie de elevador para o garrafão operado por manivela. O garrafão seria abraçado com uma cinta e elevado até uma altura em que pudesse ser girado sem esforço (ainda preso na estrutura) e depois abaixado já virado sobre o bebedouro. Problema: eu ia precisar de muita ajuda com serralharia e mecânica para montar algo que agüentasse suspender 21kg sem quebrar e oferecendo um mínimo de esforço para o usuário. E ainda seria um trambolho.

Caramba… não é só a minha família que tem problemas de coluna e não gosta de estranhos dentro da casa. Não é possível que não exista uma solução pronta…

Então me ocorreu usar uma bomba para puxar a água do garrafão, que não sairia do chão, para dentro da cuba do bebedouro. “Isso aí deve existir pronto”, pensei. E uma rápida pesquisa no Google mostrou que até existe, mas é danado de raro e tem um preço nem um pouco realista. A única ocorrência que encontrei no Google foi a Engefrio, que curiosamente é aqui de Recife e o produto, que é até bonito, custa R$1143. Um bebedouro normal e tradicional, com compressor, de marca conhecida, sai por uns R$350 aqui em Recife mesmo. Como justificar os R$800 extras por uma bomba e um gabinete bonitinho?

Nota: depois que publiquei o post foi que notei que a Engefrio agora coloca marca e modelo do bebedouro no anúncio. É um Esmaltec EGCQF HE. Eu pensava que fosse fabricação própria da Engefrio por não encontrar em outro lugares com os mesmos termos de busca. De qualquer forma, está indisponível em todas as lojas e o mais barato que achei foi R$849 na Credimóveis (também aqui de Recife)

Como eu tenho alguma experiência com automação decidi experimentar criar meu próprio sistema. Eu tinha tudo o que era preciso exceto uma coisa: a bomba. E adquirir isso mostrou ser um razoável desafio. Eu tenho certeza de que alguém vende isso aqui em Recife para algum propósito, mas onde? Parece que os comerciantes ainda não descobriram a internet por aqui (e nem no resto do país, a propósito). Pensei em usar uma bomba de aquário, mas descobri testando exemplares fornecidos pelo amigo José Carneiro que a maioria delas é feita para ser usada submersa (praticidade e higiene discutíveis) e não tem qualquer poder de sucção. Depois de muita pesquisa concluí que minha melhor opção era comprar uma mini bomba de diafragma na China e depois de uns três meses esperando o primeiro exemplar chegou (comprei duas, de dois vendedores diferentes, para garantir).

O resultado, que vou discutir em futuros posts, ficou melhor do que eu esperava. A foto abaixo é do meu primeiro protótipo. O garrafão fica do lado de fora da casa e toda vez que alguém bebe água no bebedouro um sensor de nível é acionado e a bomba completa o nível da cuba em segundos.

bomba para bebedouro

bomba para bebedouro

Pontos positivos: nenhuma modificação é necessária no bebedouro, seja elétrica ou mecânica.

Ponto negativo: não é possível ter água que não seja gelada com essa configuração.

Leia também a segunda parte.

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
34 comentários
  • Jefferson - 4.970 Comentários

    Nota: este post foi publicado antes do post sobre geladeira com dispenser de água gelada, mas por razão desconhecida o status dele mudou de “publicado” para “agendado para novembro de 2015” (é mole?) e desapareceu do blog depois que eu publiquei o post seguinte. Eu só percebi isso porque estranhei vários comentarem o post sobre o dispenser e ninguém comentar este.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Henrique de Marias - 1 Comentário

      Estou fazendo um projeto para instalar bebedouro automático, porem com um temporizador e moedeiro, para liberar copo de 250ml a cada moeda. Voce pode me ajudar? acho que este seu projeto para ficar como eu quero seria só acrescentar o moedeiro e um temporizador.

      VA:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Sony Santos - 58 Comentários

    Olá! Legal a “engenharia”. Eu achei que você iria usar como reservatório um dos garrafões vazios montado no bebedouro. Penso que isso permitiria água não gelada.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 4.970 Comentários

      Eu pensei em fazer isso mas no momento não sei como simular o vácuo dentro do garrafão para que ela não caia dentro da cuba.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
      • Nelson - 3 Comentários

        Olá, estou usando um bebedouro esmaltec com bambona.
        Desejo fazer um projeto para liga-lo direto na rede de água da minha residência.
        Alguma sugetão?

        VA:R_U [1.9.13_1145]
        Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
        • Jefferson - 4.970 Comentários

          Você pode usar um solenóide de máquina de lavar para controlar a entrada de água.

          VN:R_U [1.9.13_1145]
          Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
          • Nelson - 3 Comentários

            Sim, pensei nesta solução. Preciso acionar o solenóide no mesmo instante que libera a água para servir. E regular a quantidade de água que entra igual a que sai.

            VA:R_U [1.9.13_1145]
            Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
            • Jefferson - 4.970 Comentários

              O modo mais simples de conseguir isso é manter o reservatório cheio colocando um sensor bóia para comandar diretamente o solenóide.

              VN:R_U [1.9.13_1145]
              Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
          • Nelson - 3 Comentários

            Já abusando, terias uma sugestão das características do controlador de nível para comandar a válvula de entrada de uma máquina de lavar, :D ou vou precisar de uma relé para acionar a válvula?

            VA:R_U [1.9.13_1145]
            Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Saulo Benigno - 262 Comentários

    Pergunta, qual seria o problema de garrafa na geladeira? Curiosidade mesmo.

    Eu usava aqui em casa aquelas, se não me engano o nome é “BELLA BOMBA”

    https://www.youtube.com/watch?v=dEuxAA0FUVw

    Acha em qualquer supermercado por aqui em Recife. Bem prático para encher as garrafas e não ter problema de coluna.

    Realmente, água mineral é outra coisa, mas me acostumei com filtro/purificador Philips que encaixa na torneira da casa. A diferença do gosto você sente fácil, demora um pouco para se acostumar. Tem mais de 4 anos que uso sem problema, dura uns 8 meses (6 recomendado pela Philips) e cada refil custa 99 reais. Encho as garrafas com ele e vai para geladeira. Praticidade 80%

    Mas o gosto muda :)

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 4.970 Comentários

      O problema é mamãe. Ela briga com todo mundo que deixa garrafas apenas um terço cheias na geladeira. O que inclui a mim, porque eu não vejo sentido em “completar” uma garrafa, misturando água perfeitamente gelada com natural.

      Quanto a essa bomba, teria que ser o modelo elétrico ou um modelo manual com uma válvula de passagem. O modelo manual que testei funciona muito bem quando o garrafão está cheio, mas o esforço para bombear fica progressivamente maior à medida que o garrafão esvazia. A válvula, se existe, não funciona.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Intruder_A6 - 136 Comentários

    O aspecto não ficou la muito bonito, mas isto mostra o que se pode fazer com arduino e uns poucos dólares. Com um pouco mais de engenhosidade talvez se possa montar numa caixa para ficar mais profissional (eu até hoje nunca fiz isso).

    Eu por exemplo montei uma pequena estação meteorológica (ficou uma tremenda gambiarra) com um arduino mega e alguns sensores (temperatura, umidade, pressão barométrica e um RTC com precisão melhor que 1ppm com um RTC com compensação de temperatura). Cheguei a fazer uns testes com um PT100 de montagem caseira, mas tive uns problemas com instabilidade na medição (problema com precisão e estabilidade da tensão de referência, eu acho). E fiz programando em Bascon (sou burro velho, tenho dificuldade de aprender a programar em C).

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Arthur - 13 Comentários

    Jefferson. Não entendi a parte de “não poder usar agua sem ser gelada” Pelo que entendi a bomba puxa através do “caninho” e “joga” no bebedouro e pelo que sei o bebedouro tem dois canos (agua natural e gelada) a menos que só tenha uma torneira. Abs

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 4.970 Comentários

      O bebedouro tem uma cuba para gelar a água e um cano por onde água natural é coletada direto dentro do garrafão, acima do nível máximo da cuba. Que eu saiba todo bebedouro desse tipo opera por um princípio similar.

      Para ter água natural sem a presença do garrafão é preciso criar um reservatório. E ainda não sei como fazer isso sem ter que colocar uma segunda bomba porque bebedouros a garrafão dependem de vácuo para funcionar e não tenho um meio fácil de recriar isso.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
      • Luciano - 321 Comentários

        Essa parte eu sei responder. Existem dois tipos de bebedouros.

        Os eletrônicos, o qual usam uma placa peltier pra resfriar (não gela pra valer, eu tenho um e não recomendo e estou pra trocar por um com compressor), no caso a placa peltier fica presa a dois radiadores de alumínio, o lado frio fica montado dentro de uma espécie de “garrafa térmica” dentro do corpo do bebedouro, e acima dele fica conectada a cuba onde coleta-se por sifão a água do garrafão. E neste caso, a torneira de água em temperatura ambiente, coleta diretamente dessa cuba.

        Já os bebedouros a compressor, estes tem a serpentina do evaporador enrolada dentro da cuba, e a água natural é coletada por um pescador que fica dentro da boca do garrafão. Por isso essa diferença.

        Se o seu bebedouro fosse desses modelos eletrônicos, ai você teria água natural e gelada, mas como disse, corra dessas porcarias, elas não gelam a água pra valer.

        VN:R_U [1.9.13_1145]
        Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Marcel - 38 Comentários

    E se você mantiver o garrafão sobre o bebedouro e fizer a mangueira entrar pelo gargalo e subir?
    Exceto se entrar ar no circuito, o vácuo estaria mantido. Só não sei se a bomba teria pressão para mandar a água, e a ponta dela deveria estar abaixo da linha da água.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • snowzpoc - 121 Comentários

    Oi Jefferson,

    Fui ver o vídeo que Saulo postou, e vi que pesquisando no Youtube aparecem outros projetos de motores assim, tem uns pequenos e bem potentes.

    Só não vi ensinando a fazer o projeto. :dashhead1:

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • GoGoBoy - 3 Comentários

    Você não precisa de vácuo. Dá pra usar como está usando.

    O reservatório será preenchido primeiro e o excesso de água abastecerá o filtro, que desligará quando a boia mandar.

    O segredo está na altura do furo que alimenta o filtro pelo reservatório. Na verdade, a alimentação da reservatório pode estar acima da alimentação do filtro, e talvez assim até seja melhor para preservar a bomba. Mas não é preciso de vácuo. Basta usar a boia.

    Quando a água encher o reservatório, você começa a encher o filtro. Você sempre terá água quente. Se tiver mais água que o máximo suportado pelo reservatório, então, poderá ter água gelada também, :D

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 4.970 Comentários

      Se entendi direito sua explicação e o desenho, você está partindo do pressuposto de que eu tenha dois compartimentos de água. Não tenho. Um bebedouro de água gelada possui apenas um. O segundo compartimento é o garrafão, que só se mantém cheio graças ao vácuo.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
      • GoGoBoy - 3 Comentários

        Como represento a situação atual:

        [img]http://ryan.com.br/blogs/quicktalk/wp-content/uploads/2015/01/Filtro2.png[/img]

        Você só precisa de um INTERMEDIÁRIO + um CANO + uma TORNEIRA.

        Todo o resto está pronto e funciona. É um “homem no meio”!

        E como intermediário, pode-se muito bem ser o FUNDO de um garrafão de 20 litros com uma torneira instalada. A alteração é extremamente barata. A água escorrerá do reservatório (intermediário) para o filtro ao se atingir o nível máximo de água.

        E para encher o intermediário – neste modelo mais simples proposto – basta consumir um pouco de água gelada. O suficiente para fazer a bóia do filtro entrar em ação.

        A bóia quando “ligada” faz a bomba encher o reservatório intermediário, o qual a partir de um certo momento escoará o excesso de água para o filtro. Enchendo o filtro, a bóia desligará a bomba.

        Não é preciso vácuo assim, e talvez seja interessante que a mangueira de escoamento seja um pouco mais larga que a mangueia que conecta a bomba ao intermediário, para que o tempo de acionamento da bomba seja mais ágil.

        [img]http://ryan.com.br/blogs/quicktalk/wp-content/uploads/2015/01/Filtro3.png[/img]

        abraços!

        VA:R_U [1.9.13_1145]
        Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • GoGoBoy - 3 Comentários

    Pensando melhor…

    Na verdade, ou vai ter que usar duas boias, ou então, sempre terá que colocar um pouco de água gelada pra encher o reservatório.

    Pois há o caso quando o filtro está cheio, o reservatório vazio e bomba não trabalhará. Se usar um pouco de água gelada, será o suficiente pra a boia ativar a bomba, encher o reservatório e então o filtro.

    É econômico, não ideal, mas funciona sem usar outra boia e sem usar outra bomba. Mas como disse, com duas boias assim também funciona. Não sendo necessário duas bombas.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Luciano - 321 Comentários

    Eu só vejo um jeito relativamente “fácil” de resolver este problema. Mas teria que mexer um pouco no bebedouro, vamos ver se eu consigo explicar.

    Faça um furo na cuba do bebedouro, bem próximo a base, de forma que possa ligar ali uma mangueira. Leve essa mangueira até um outro reservatório, pode ser uma garrafa PET de refrigerante. Ligue a mangueira a base da garrafa também.

    Nessa mangueira deverá ter uma válvula de retenção, que só permita a passagem água no sentido da garrafa para a cuba. (a válvula você pode construir em casa mesmo, com uma esfera de vidro ou plástico)

    Dê um jeito de desligar ou desviar a conexão da torneira de água natural para essa garrafa.

    Alinhe a garrafa PET do lado de fora do bebedouro, de forma que a base da garrafa fique na mesma altura da base da cuba.

    Conecte a mangueira da bomba a essa garrafa. Passe o sensor de nível para a garrafa PET.

    Como funciona: Ao retira água da cuba gelada, provocará desequilíbrio entre os dois recipientes, forçando a garrafa PET a fornecer água para a cuba gelada.

    Com isso a bomba liga e completa o nível na PET que fornece água para completar a cuba. Havendo o equilíbrio dos dois recipientes e atingindo o nivel, a bomba desliga.

    Se usar água da cuba natural, a válvula não deixa a água gelada retornar para a garrafa. Caindo o nível da garrafa, a bomba liga e completa novamente a garrafa.

    Dá um pouco de trabalho, mas funcionará.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Fábio - 2 Comentários

    Existem vários purificadores com compressor que usam água direto da rede, sem necessidade de garrafões. Alguns modelos usam filtros com prata coloidal, que eliminam a maioria das bactérias.

    Eu tenho um modelo da Latina que poderia ser usado com o seu sistema, a água que sai do filtro pinga em uma cuba central, que possui duas saídas, uma direto pra torneira e a segunda para a serpentina.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 4.970 Comentários

      Eu sugeri a minha mãe um desses meses atrás. Inclusive levei-a até a empresa de um cliente e fiz que ela provasse a água do purificador de lá, que para mim é muito boa. Mas não teve jeito. Ela só bebe água em casa se for mineral. E tem que ser Indaiá ou Prata do Vale.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
      • Isabel Cristina - 3 Comentários

        Olá Jefferson.
        Acho que sua mãe não está errada… Rs
        Minha preocupação em não usar água da rede vai além de bactérias. De forma que também prefiro a mineral, e me preocupando com a fonte também.
        Só que sou absolutamente contra em realizar esse esforço imenso e abrupto pra conseguirmos virar o galão. Inclusive nem peço ao entregador da loja em que compro, pois acho injusto com qualquer pessoa que não seja alterofilista (e esteja aquecido, antes de suspender o tal galão cheio)!
        Aquele bebedouro da Esmaltec não está mais à venda, não sei por que motivo.
        Como infelizmente não posso dispor do seu equipamento, sabe de alguma novidade no setor?
        Obrigada,
        Isabel

        PS: Gostaria muitíssimo de parabenizá-lo pela iniciativa em promover o bem comum, a princípio na sua casa, e posteriormente partilhando com outras pessoas. :clapping:

        VA:R_U [1.9.13_1145]
        Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jorge Mendonça - 24 Comentários

    Jefferson, vi por acaso um anúncio da eletroshopping e lembrei do seu post. Não sei se você já conseguiu resolver o problema. O bebedouro é do link abaixo:

    http://www.mideadobrasil.com.br/pt/produtos/interna/182/bebedouro-magno-piso-quente-frio-127-v

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Isabel Cristina - 3 Comentários

      Jorge Mendonça,
      descobri seu post hoje, e parece que infelizmente o produto não está mais disponível.
      Como estou com imenso interesse em adquirir um bebedouro assim, vc poderia me dizer se conheceu algum similar? Nas buscas que fiz ainda não vi.
      Obrigada.

      VA:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Laerte - 1 Comentário

    da uma olhada pode acrescentar ideias no seu projeto…
    http://www.diy.com.br/projeto/modificando-um-bebedouro-de-galao-para-enchimento-automatico

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Varley - 1 Comentário

    Amigo, vc pode me passar a referência dessa bomba de diafragama? Quanto vc gastou no total para automatizar o bebedouro acima? Vc faria um para me vender?
    Agradeço sua atenção!

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • ANDERSON CARDOSO RODRIGUES - 2 Comentários

    Penso que, quando o garrafão ainda está com menos da metade da sua capacidade, poderia-se usar um dispositivo em que se coloca-se uma mangueirinha d’água vinda de um filtro, rapidamente, sem que entrasse ar no garrafão ( mantendo-se o vácuo ou que ocorresse pouca perda de vácuo) e que, quando a mangueirinha fosse retirada do garrafão a passagem de ar também fosse vedada rapidamente. Obs.: trata-se de uma ideia a ser aprimorada!

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • ANDERSON CARDOSO RODRIGUES - 2 Comentários

    Ou adaptar a mangueirinha do filtro ( Philips: por exemplo ) ao galão ( na parte lateral já quase no fundo ( parte de cima))( lembrando que estou falando do garrafão já no bebedouro ou seja de cabeça para baixo). Retirar o galão do bebedouro e colocá-lo com água pela metade no bebedouro e ir introduzindo água pela mangueirinha do filtro conforme ela for acabando, mas nunca deixar acabar toda a água para não perder o vácuo! O que acha?

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 4.970 Comentários

    Publiquei a segunda parte do texto.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Microcontroladores: Módulos de Portas Seriais Bluetooth

Estes módulos foram adquiridos na Goodluckbuy e chegaram em junho de 2011. Só consegui testar na semana passada (imagine a quantidade de coisas atrasadas que tenho aqui) e agora estou registrando.
Slave USD 10.40
Master USD 10.40

Os dois módulos são praticamente idênticos. Mudam alguns componentes na placa base e a programação na placa bluetooth (que você não pode mudar facilmente). O que basicamente diferencia o Master é a presença do botão ( o retângulo rotulado “K1” na placa). Note que o segundo chip é uma memória flash de 1MB (MXIC MX29LV800 no slave). Essas coisinhas minúsculas tem firmware, que é diferente em cada papel. Não adianta colocar os componentes que faltam no módulo slave e esperar que funcione como master.

Na maior parte dos casos você pode ignorar os pinos STATE e WAKE/ON/OFF. Só os pinos VCC, GND, TXD e RXD são indispensáveis.

Para entender o propósito e aplicação desses módulos, basta assimilar o seguinte:

  • O master só pode se comunicar com um (e apenas um) slave;
  • O slave pode se comunicar com um (e apenas um) master ou um (e apenas um) computador com suporte bluetooth, que nesse caso atua como master;
  • Não pode haver comunicação entre dois slaves ou dois masters. É preciso um de cada. Salvo engano, é uma limitação do protocolo BT;
  • Tanto o master quanto o slave podem ser conectados fisicamente a qualquer coisa que ofereça uma porta serial RS232 TTL. Isso pode ser um computador com um adaptador USB – serial TTL ou microcontroladores e dispositivos prontos que tenham portas seriais, mesmo se forem “caixas pretas”. Se a porta é RS232, deve funcionar;

Funcionamento do módulo master
É preciso prestar atenção ao LED:

  • Piscando rapidamente (várias vezes por segundo): O master nunca foi pareado com um slave;
  • Piscando devagar (aprox. uma vez por segundo): O master “lembra” de ter pareado com um dispositivo, mas não está pareado no momento;
  • Aceso: pareado

Uma vez que o master nunca tenha sido pareado com um slave, o pareamento ocorrerá automaticamente quando um slave for ligado no alcance dele. Ele sempre lembrará desse slave pelo seu endereço MAC e não pareará com nenhum outro que apareça, a não ser que se aperte o botão, que apagará o MAC gravado (você pensou que o botão servia para parear, né? Eu também!).

Funcionamento do módulo slave

  • LED piscando: a porta não está “aberta” ainda. Simplesmente parear não adianta;
  • LED aceso: porta serial aberta

Uso no PC

Você pode usar tanto o master quanto o slave no PC, desde que use um adaptador USB ou algo do gênero. A vantagem de usar esses módulos no PC é que o computador nem precisa saber o que é BT, livrando você de se envolver com configurações do stack, pareamento, etc. Nada de mexer com Bluesoleil ou com o stack padrão do Windows. Só é preciso instalar o driver do adaptador que você escolheu, que vai criar uma porta serial que você vai usar. Mas para o caso de você querer economizar um módulo, eis o que eu fiz:

  • Liguei o slave nas proximidades do computador;
  • No meu PC rodando XP e já preparado para comunicação bluetooth eu iniciei o Bluesoleil e mandei procurar novos dispositivos;
  • Achou um de propósito deconhecido (simbolizado com uma interrogação);
  • Mandei fazer o pairing e usei como passcode (no chute) “1234”. Funcionou;
  • Feito o pairing, fiz um “Refresh Services” e o Bluesoleil mostrou que havia uma porta serial disponível;
  • Pedi para usá-la e uma porta COM6 foi criada no meu PC (O bluesoleil informa qual é a porta).

Depois de tudo isso o LED do slave ainda pisca vermelho. É normal. No PC você vai agora abrir um programa para se conectar a essa porta serial criada. Você ira se comunicar com o que quer que seja que esteja conectado fisicamente ao slave.

No Seven, usando o stack do próprio Windows, o processo foi mais enrolado. Vou deixar registrado aqui porque pode ser útil:

  • Mandei procurar dispositivos. O Seven encontrou o “linvor”;
  • Cliquei com o botão direito e pedi Propriedades;
  • Cliquei em Serviços;
  • Habilitei “Serial Port (SPP) ‘Dev B'” (é o único que aparece). O Windows diz que é COM15;
  • Até aí, eu estava achando estranho porque faltava parear;
  • Abri o programa de comunicação, pedi para abrir a mesma COM15. Foi nesse momento que o Seven me perguntou se eu dava permissão de acesso a Bluetoth. Eu autorizei e só então foi perguntado o passcode. Entrei “1234”.

Daí em diante passou a funcionar.

Note que essas diferenças de comportamento são “de matar” se você precisar dar suporte, o que já justifica plugar um módulo BT especifico no computador.

Comandos

Quando o módulo não está pareado, você pode mandar alguns comandos AT para ele. Esses comandos variam dependendo da empresa que criou o firmware e muito do que você vai encontrar por aí (inlcuindo os links que vou fornecer) não funciona com estes módulos específicos. Os seguintes foram comandos que funcionaram comigo:

Comando AT+NAME : muda o nome com que o módulo se apresenta. Default desses módulos: “linvor”.

Exemplo: AT+NAMEBTslaveGLB

Resposta: OKsetname

Muda o nome para “BTslaveGLB”

OBS: Talvez seja necessário apagar algum cache no bluesoleil para que a mudança fique visível;
Comando AT+PIN: muda o PIN (senha do pareamento)

Exemplo: AT+PIN1234
Resposta: OKsetPIN

Muda a senha BT para 1234

Comando AT+VERSION : Diz a versão do firmware. Pode ser útil para checar se dois módulos são “compatíveis” quando algo não estiver funcionando;

Exemplo: AT+VERSION
Resposta: OKlinvorV1.5

Links úteis

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
21 comentários
  • Intruder_A6 - 136 Comentários

    Dá para usar o modulo slave sem precisar do master em micro com bluetooth ? Se for é realmente um dispositivo bem interessante. Acho que pode ser muito útil como uma serial sem fio.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 4.970 Comentários

    Se você quer dizer colocar o módulo slave em um micro que já tem bluetooth, sim, pode.

     

    Inclusive foi assim que testei o módulo slave, conectando com o adaptador BT do mesmo computador. E duas instâncias do mesmo programa de comunicação serial ligadas nas reepectivas portas.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Intruder_A6 - 136 Comentários

    Veja isto aqui => http://www.ebay.com/itm/New-Ultra-U12-40929-X-Connect-Wireless-USB-Data-Kit-/230760823279?pt=LH_DefaultDomain_0&hash=item35ba6ab9ef , comprei um destes para mim no ebay neste mesmo vendedor.
    Isto é um adaptador usb sem fio, que serve para ligar quase qualquer coisa (existem algumas restrições) USB 1.0 ou 2.0 no computador sem precisar de fio, mas nem tudo é perfeito, por exemplo: além do custo alto o alcance é pequeno (não consegui conexão com uma coluna de concreto no meio do caminho), mas se estiver no alcance dá para ligar até um HD externo USB e transferir arquivos com boa velocidade (no padrão USB2.0), praticamente como se estivesse conectado diretamente na interface USB do micro, e infelizmente precisa instalar um driver, acho que ele não funciona no Linux (não testei isto ainda).
    Este seu aparelho tem um funcionamento semelhante, mas tem uma grande vantagem, o protocolo é aberto (bluetooth), o que acaba sendo uma grande vantagem, seria ótimo se conseguisse algo parecido usando USB (bluetooth para USB ou USB para bluetooth). Imagino que até possa existir, mas até agora não encontrei nada.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 4.970 Comentários

    Esses módulos são programados para serem um link RS232 sem fio. Nada mais. Tem mais utilidade em aplicações comerciais e industriais que para o usuário comum, embora, teoricamente*, fosse possível até fazer a recuperação do firmware de um DVD player Mediatek via BT com eles.

    *Se já é difícil fazer o cabo com fio funcionar direito, imagine sem fio. 

     

     

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 4.970 Comentários

    A DX tem o módulo slave um pouco mais barato.

     

    E para quem precisar conectar diretamente a uma porta RS232, a DX tem uma solução completa, por um preço razoável.

    null

    Falta entender qual é o seu papel. Como tem um botão eu suponho que seja master. Mas seria legal se pudesse operar nos dois.

    O problema é a demora da DX para postar.

    Mas barato mesmo é usar apenas a placa base, que custa apenas USD 6.60 na DX. Você basicamente só precisa lembrar que a aplaca opera a 3.3V, incluindo TX e RX. Lembrando que o Arduino também fornece essa tensão e se não me engano já reconhece 3.3V como HIGH.

    [img]http://ryan.com.br/blogs/quicktalk/wp-content/uploads/2012/03/sku_80711_1.jpg[/img]

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Intruder A6 - 136 Comentários

    Fiquei realmente curioso, encomendei um para testar (o preço é muito baixo), um destes pode até servir como uma forma de ter uma interface serial numa máquina em que isto não está disponível (já tive este problema, atualmente tenho uma serial numa placa PCIE para monitorar um nobreak SMS antigo). O melhor é que ainda é sem fio e ainda usa um protocolo aberto, melhor impossível.
    Como é a fonte de energia dele ? é pela serial ?

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 4.970 Comentários

      Não. Você precisa providenciar 3.3V para alimentação. Do lado do PC isso não é problema porque como você vai obrigatoriamente conectar através de um adaptador USB-SERIAL, os 3.3V devem estar disponíveis em algum dos fios do adaptador. Eu recomendo um como este.

       

      [img]http://ryan.com.br/blogs/quicktalk/wp-content/uploads/2012/03/cp2102-6pin-module_01.jpg[/img]

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 4.970 Comentários

      hummm… posso ter entendido errado.

      Imagino agora que você tenha comprado apenas um slave, para ligar do lado do nobreak, e fazer o link com o PC usando um adaptador BT genérico.

      Nesse caso você vai precisar usar mais conhecimentos de eletrônica. Se o nobreak opera dentro da norma, a tensão na sua porta RS232 pode variar em todos os terminais de +12V a -12V. O módulo BT vai fritar se você tentar plugá-lo diretamente.

      E preciso instalar o módulo antes da seção RS232 do nobreak, quando o sinal ainda é TTL.

      Ou você pode usar a solução completa da DX.

       

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Intruder A6 - 136 Comentários

    O conversor é este null,

    imagino que ele seja seja feito para conectar numa serial padrão.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 4.970 Comentários

      Sim, esse será o mais fácil de usar na sua aplicação. Porém é bem provável que você tenha que providenciar alimentação externa, porque a não ser que a porta serial do nobreak tenha uma capacidade de corrente acima do determinado pelo padrão, não irá conseguir alimentar um módulo BT.

      Perceba o conector de 4 pinos no fundo. Dois deles estão marcados + e -. Eu suponho que é por aí que a alimentação externa deverá entrar.

       

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Julião - 11 Comentários

    Neste site tem algumas informações interessantes sobre o módulo Bluetooth que tem nessas placas: http://byron76.blogspot.com

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 5.0/5 (1 vote cast)
  • ljunior - 1 Comentário

    Olá tenho mt curiosidade sobre o assunto, ja tenho os modulos mais queria saber se ha como fazer uma comunicação entre 2 uC cada com 1 modulo bluetooth, tipo para usar em uma automatização qualquer sem fio! Ja teve alguma experiencia sobre isso?? Ate breve!!

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • tomas - 1 Comentário

    Bom dia comprei dois modulos bluetooth estou querendo ligar numa placa de carrinho de controle remoto,um modulo na do controle e um na do carrinho,mas nao vai ter um visor.
    Gostaria de saber se tem como fazer eles se sincronizar sem pedir uma senha,mas so se conectaria o modulo que queria um certo nome.tem como? 

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • SanUSB Laese - 1 Comentário

    É possível realizar a configuração automática da taxa de transmissão do modem bluetooth para 19200 bps (mais rápido). O tutorial e os programas estão disponíveis no link:https://dl.dropbox.com/u/101922388/ModemBluetooth19200.zip e no link:https://dl.dropbox.com/u/101922388/sanusbee.zipLigações dos pinos:JY-MCU——–ArduinoRX————— PINO 3TX—————-PINO 2GND—————GNDVCC—————–5V

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Diego - 1 Comentário

    Boa tarde

    Adquiri um modulo bluetooth slave e gostaria de saber como entro em modo AT, este esta ativo por default?
    Em outro módulo que adquiri que é máster tenho que alterar o estado do pino 34 para nível alto para que ele entre em modo AT.

    Grato pela atenção

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • wagner - 1 Comentário

    Jefferson, note que ambas as plaquinhas, master e slave, possuem o chip de memória flash 28LV800, é que no master está mais escondido de ler o código do chip.

    Também que na plaquinha “master” (figura abaixo) existe um resistor a mais que talvez esteja conectando +5V ao pino 18. Quem sabe você possa conferir com multimetro. Se estiver, então essa é a explicação que existe em alguns websites, que é o que converte a placa de slave (sem resistor) para master (com resistor). Veja que na plaquinha slave esse resistor não está instalado.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 4.970 Comentários

      Wagner,

       

      Desculpe, esqueci seu comentário na fila de moderação.

       

      Sim, eu percebi tudo isso. Mas os firmwares de ambos ainda podem ser completamente diferentes. Pode não ser o bastante fazer essas modificações para transformar um modelo em outro.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Will Lima - 1 Comentário

    srsrrs

    postei a pergunta no tópico errado!! Foi MAL!!

    Cara uma duvida,
    é possível fazer 2 módulos conversarem? Tipo tenho dois desse módulos será que consigo fazer os dois se comunicarem sem a necessidade de um celular ou notebook?

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • ALBERTO C GOMES - 1 Comentário

    OLÁ BOM DIA!

    SÃO REALMENTE MUITO DIDÁTICOS E ÚTEIS OS SEUS POSTS.
    GOSTARIA DE SABER SE EXISTE ALGUMA LITERATURA A RESPEITO DE COMO PROGRAMAR UM DISPOSITIVO MASTER E SLAVE PORQUE PRECISO UTILIZÁ-LOS EM UM PROJETO DE COMUNICAÇÃO SEM FIO, DEIXAR UM BT LIGADO SOMENTE A UM OUTRO BT NO CASO SLAVE.
    JA TENTEI PEGAR ALGUNS PROGRAMAS NA NET MAS NÃO CONSEGUI FAZER NENHUM FUNCIONAR!
    OBRIGADO E PARABENS PELO BELO TRABALHO!

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 4.970 Comentários

      Você não “programa” esses dispositivos. Você os “usa”.

      Como vai fazer isso depende do resto do seu hardware. Se é um arduino você precisa saber programar comunicação serial em um arduino. Se for outro microcontrolador você precisa saber como usá-lo.

      Não escreva em maiúsculas. Isso é considerado GRITAR e portanto falta de educação.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Editor Arduino travando por vários segundos ao usar menu Tools

Eu estava com um problema chatíssimo ao usar o editor Arduino no meu desktop. Bastava passar o mouse sobre o menu Tools para o programa travar por vários segundos. Abrir um novo sketch também demorava uma eternidade. Quando finalmente parei para checar o problema, já que sob o menu Tools é que se escolhe a porta serial, desconfiei que o editor poderia estar se atrapalhando ao tentar enumerar o grande número de portas seriais bluetooth na minha máquina:

Não, eu não sei de onde vieram tantas portas. Pelas minhas contas, só deveriam existir duas.

Isso não explicava por que o editor travava também ao abrir sketches, mas decidi tentar assim mesmo. Desativei as oitos portas bluetooth uma por uma e fui conferir. Problema resolvido.

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
10 comentários
  • Luciano Oliveira - 1 Comentário

    Olá Jefferson, 
    Estou começando no arduino agora, ainda nem recebi o equipamento que está vindo pelo correio, mas já tive o mesmo problema, enquanto estudava o software. Resolvi sem mexer no hardware, com esta correção do .dll do IDE do arduino, basta trocar uma aquivo pelo outro.
    O link do arquivo: http://servicios.ried.cl/arduino/temp/rxtxSerial-2.2_fixed_2009-03-17.rar
    Abraço e bons projetos 

    Aviso do autor do blog: Baixem e usem o arquivo por sua conta e risco.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Josué Nazário de Lima - 1 Comentário

    Realmente o arquivo que o Luciano falou funciona, basta excluir o que está na pasta do arduino e salvar lá o download, valew cara.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Daniel Souza - 1 Comentário

    O arquivo do Luciano, funciona mesmo, Valeu !!!

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Ben Hur - 1 Comentário

    Funcionou cara!!!!! Obrigado! =D

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Gilberto - 1 Comentário

    Muito Obrigado Jefferson…agora sim deu certo…

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • iurisantos - 1 Comentário

    O arquivo de Luciano funcionou mesmo!

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Fábio - 1 Comentário

    Aqui essa correção do Luciano foi providencial!

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Higor - 1 Comentário

    O arquivo do Luciano funcionou.

    Só achei estranho no meu computador precisar deste DLL e o do meu amigo não.

    Obrigadão!

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • joas - 1 Comentário

    valeu cara,deu tudo certo!

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Athena - 1 Comentário

    Salvou! Muito obrigada!

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Arduino Ultrasonic module HC SR04 distance sensor NEW…

Arduino Ultrasonic module HC-SR04 distance sensor NEW

http://cgi.ebay.com/ws/eBayISAPI.dll?ViewItem&item=270873093751

USD $3.85

Chegou em apenas 17 dias.

A biblioteca “ping” que vem com o ambiente Arduino não tem suporte a este sensor, porque este tem pinos separados para trigger e Echo enquanto o tal “sensor ping” usa o mesmo pino para ambos (o que é vantajoso quando você está com “as entradas contadas”).

Para usar o sensor você precisa desta biblioteca, que já vem com um exemplo.

O sensor funciona espantosamente bem para algo que custa menos de R$8 entregue na sua porta. O único “problema” (dependendo da aplicação é vantagem) é que o ângulo de “visão” é amplo. O sensor acaba detectando objetos que claramente não estão no caminho dele. No caso da caixa dágua, por exemplo, é necessário que a caixa seja suficientemente larga para as paredes não atrapalharem a medição. Medir a profundidade de um poço artesiano? Nem pensar.

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
7 comentários
  • Jefferson - 4.970 Comentários

    Um problema curioso que tive, que me desapontou bastante: por uma razão desconhecida quando o shield ethernet Wiznet está conectado ao Arduino é impossível usar o sensor. Este sempre acusa uma distância de 4 a 5cm, mesmo quando o obstáculo está a 166cm. Eu medi com o osciloscópio e mesmo com o fio Echo desconectado do Arduino a largura do pulso de medição fica limitada a 192us, quando o normal seria em torno de 9.6ms.

    • Não adianta usar outros pinos do Arduino.
    • Não adianta dobrar os pinos de 0 a 7 para que eles não tenham qualquer conexão com o shield Wiznet e usá-los.
    • Não é preciso que o shield Wiznet esteja em uso (que alguma biblioteca relacionada esteja carregada). Basta estar plugado.

    Isso jogou um balde de água fria nos meus planos de monitorar a caixa d’agua via rede. Ainda é possível, mas vou precisar de um computador próximo, ligado 24/7.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Alexandre - 2 Comentários

    Sim, e é algo que se encaixa na utilidade de quem tem empresa e precisa monitorar caixas d´agua e outros… Mas, existe varias formas de fazer…. e pretendo futuramente fazer algo similar para monitorar a caixa d´agua tambem, mas recebendo dados no celular e na minha pagina pessoa.. isso vai ser um bom passa tempo!!!

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Cesar Machado - 19 Comentários

    Jefferson saiu hoje, 12 de fevereiro de 2012, uma boa matéria sobre ARDUINO, no Estadão – SP, publicado também no site LINK ( que eu acho que é do grupo Estado).
    A matéria é de fácil compreensão inclusive para quem não é técnico, mas gostaria de conhecer um pouco mais da plataforma aberta de hardware livre. Acho que vale a pena dar uma olhada, principalmente aqueles como eu, que gosta do assunto, mas sem muita intimidade com a matéria.
    http://blogs.estadao.com.br/link/esse-tal-de-arduino/ 
     

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Não dá para usar o sensor ultra-sônico na caixa d’água

Sobre o uso de sensor ultra-sônico para medir o nível da caixa d’água (como comentado no Buzz).

Recebi o meu, mas encontrei um possível problema. A umidade dentro da caixa é tamanha que a tampa da caixa fica cheia de grossas gotas. Eu imagino a situação do sensor, que naturalmente não pode ter os transdutores vedados.

Vou sacrificar esse de qualquer forma. Vamos ver quanto tempo dura.

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
50 comentários
  • Jefferson - 4.970 Comentários

    Confirmado. Não dá para usar um sensor ultra-sônico.

    Retirei o sensor do local de montagem hoje, pouco mais de uma semana exposto à umidade, e fui testar. Completamente “cego”, dando uma leitura permanente de 4cm. Depois de bater o sensor várias vezes na perna para derrubar “o grosso” da água dentro dele (deixou várias manchas úmidas na minha bermuda) e alguns minutos na frente do ventilador, voltou a funcionar. Mas há um claro sinal de ferrugem no interior de um dos transdutores, o que sugere que mais tempo de exposição pode levar a um dando permanente.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Cíntia Tavares - 2 Comentários

      Jefferson, tudo bem? Ainda sobre usar o sensor ultrassônico para obter níveis de água. Se ele for exposto a uma umidade menor ou até mesmo utilizar um a prova d’água, ele apresenta uma boa precisão? Como seria o funcionamento? E enquanto as interferências que podem ocorrer? Desde já, obrigada!

      VA:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
      • Jefferson - 4.970 Comentários

        Cintia, eu desisti de usar o sensor quando esbarrei no problema da umidade. Não fiz nenhum outro teste de funcionamento e hoje eu uso sensores de pressão. São relativamente baratos (uns R$100), extremamente confiáveis e precisos.

        VN:R_U [1.9.13_1145]
        Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
        • Cíntia Tavares - 2 Comentários

          Entendo Jefferson, obrigada! Quando você fez o teste utilizou o arduino? Você ainda teria o código da programação? Se sim e puder me disponibilizar o arquivo, por favor. Desde já, obrigada!

          VA:R_U [1.9.13_1145]
          Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • ewertoncostadelle - 11 Comentários

    Já pensou em usar piezo para medir a diferença de pressão?  :D

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 4.970 Comentários

      Você quer dizer, o peso da caixa?

      Se está falando de pressão de coluna d’agua, acho que você não acompanhou os posts do meu Buzz sobre o assunto.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • ewertoncostadelle - 11 Comentários

    realmente somente li os únicos dois posts que tinham tag “arduino” neste blog. mas tentei passear pelo seu buzz e não encontrei mais nada… tem como postar o link dos posts anteriores para que eu possa me interar?

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 4.970 Comentários

    Começou aqui

     

    Os outros são menores e mais difíceis de achar.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • ewertoncostadelle - 11 Comentários

    Eu faria com o MPX5100DP, colocando um tubo de silicone de 4mm até no fundo da caixa (se começar a entrar água no tubo pode colocar um bulbo – pode ser uma bexxiga). Ao subir o nível a pressao do tubo eleva. Como o sensor mencionado acima já é amplificado dispensa a confecção de placa com Opamp. E tem uma resolução de 45,0 mV/kPa. Ou seja, num conversor A/D de 8bits você tem aproximadamente a resolução de 5cm. Podendo ler uma coluna de aproximadamente 10m.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • ewertoncostadelle - 11 Comentários

       

      Se usar 10bits de resolução com o MPX5050DP passa a ter uma resolução de 5mm e coluna máxima de 5m. Acho que não precisa tanto, mas como não haverá diferenças nos custos, pode te ajudar a medir o consumo “normal”, para diagnosticar os possíveis vazamentos.

       

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
      • Jefferson - 4.970 Comentários

        A máxima coluna d’água que vou ter é 90cm. O que me importa mesmo é ter a máxima resolução. 5cm é melhor do que nada, mas eu prefiro ficar com 5mm. Isso me dá, ignorando o formato da caixa, 11 litros de resolução em uma caixa de 2000l e 90cm. O que ainda é bem alto, mas muito melhor do que 55 litros.

         

        Obrigado pelas dicas. O MPX2010DP já foi comprado (não foi postado ainda), mas vou comprar o MPX5050DP também.

        VN:R_U [1.9.13_1145]
        Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
        • ewertoncostadelle - 11 Comentários

          Entao use o MPX5010DP (1m), suigeri o 5050 pq imaginei que a  coluna fosse de 1,5m. Assim em 10bits tem resolução de aproximadamente 1mm (~2,2 litros). 

          Você ainda pode medir a vazão instantânea pela diferença de pressão dos dois lados de um estrangulamento. http://www.mspc.eng.br/fldetc/fluid_0310.shtml#plac_orif

          Catalogo de uma caixa d’água:
          http://www.fortlev.com.br/externos/produto/catalogo/suporte_20101222104823.pdf  

          VN:R_U [1.9.13_1145]
          Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
          • Jefferson - 4.970 Comentários

            Obrigado pelas dicas!

            Tentei escolher lendo as tabelas comparativas e catálogos mas fiquei perdido. Eu sabia que queria um sensor “compensated” e “differential” e mais nada.

            Acho que vou pegar ambos. Eu tenho planos para medir a quantidade de água no nosso poço e para isso 1m é pouco. Nesse caso eu não preciso de precisão, pois é só para saber os melhores momentos para ligar e desligar a bomba.

             

            VN:R_U [1.9.13_1145]
            Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
        • ewertoncostadelle - 11 Comentários

          tanto o 5050 quanto o 5010 tem na farnell, em estoque no brasil por menos de 40 reais cada.

          VN:R_U [1.9.13_1145]
          Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
          • Jefferson - 4.970 Comentários

            O preço está bom, mas da última vez que comprei na Farnell, há mais de seis anos, eles só enviavam por Sedex. E qualquer Sedex de SP a PE custa pelo menos R$50.
            Eu vou tentar a Goodluckbuy, porque sai por esse preço entregue na minha porta.

            VN:R_U [1.9.13_1145]
            Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
          • Jefferson - 4.970 Comentários

            Acabo de conferir que agora eles tem a opção de transportadora por R$28. Bem melhor que Sedex, mas ainda está caro. Só valeria a pena se eu tivesse pressa.

            VN:R_U [1.9.13_1145]
            Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
          • ewertoncostadelle - 11 Comentários

            tem uma transportadora agora, mais barato que sedex, entregam em 3 dias… se pegar uma peça de cada vai sair quase o mesmo preço e final de semana que vem ja tem o que fazer… rsrsrsrsrs.

            VN:R_U [1.9.13_1145]
            Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Ronaldo - 1 Comentário

    Porque não usa um sensor ultrasonico a prova d’agua?
     

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 4.970 Comentários

    Os sensores MPX5010DP e MPX5050DP chegaram ontem. Só falta tempo para testar.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • ewertoncostadelle - 11 Comentários

    pino 1 (Vout) tem um detalhe, a entrada de pressao mais proxima do pino 1 é o a menor pressao (atmosferica) o mais proximo do pino 6 é a maior pressao (agua). pino 2 gnd, pino 3 vcc

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Ágio Felipe - 2 Comentários

    OLá, gostaria de saber se esse projeto foi concluído, qual o melhor sensor encontrado?

    Obrigado.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 4.970 Comentários

      Eu coloquei o projeto em andamento usando o sensor de pressão, mas continuo com um problema: a pressão indicada pelo sensor vai caindo com o tempo mesmo sem alteração na coluna dágua. Não parece ser defeito sensor, porque comprei 10. Ainda preciso investigar a causa disso.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Ágio Felipe - 2 Comentários

    Você colocou o sensor em contato com a água ou fez dessa forma

    http://cache.freescale.com/files/sensors/doc/app_note/AN1950.pdf 

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Marcio - 1 Comentário

    Jeferson, boa noite!! Uma idéia interessante para medições de líquidos!
    http://howmuchsnow.com/waterlevel/
    Abs!

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Claudio Fernandes - 2 Comentários

    Bom dia,

    Como anda as experiências com o sensor de pressão.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • jeferson - 1 Comentário

    Olá , tb comecei a semana passsada fazer um projeto para medir agua de uma caixa de 18.000 litros e tb comecei pelo ultrassonico mas imaginei o fracasso, verifiquei teu post, consegui fazer com algum equipamento por ultrasom, espero que tenha sucesso grande abraço.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Luciano - 1 Comentário

    Olá amigo,

    Sobre a leitura do nível de água com sensor MPX5050DP, você descobriu porque a pressão indicada pelo sensor vai caindo com o tempo?

    Era a mangueira de silicone que estava com problema?

    Agradeço a atenção

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 4.970 Comentários

      Não. Infelizmente se passaram dois anos e ainda não parei para investigar isso.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 4.970 Comentários

      Eu já resolvi esse problema há algum tempo. Eu fiz três mudanças:

      1)Agora eu instalo a mangueira fazendo um furo a alguns centímetros do fundo da caixa em vez de mergulhar uma mangueira dentro da água;
      2)Graças a isso, agora a mangueira que uso tem no máximo 5cm, reduzindo a quantidade de ar (que é compressível) entre a água e o sensor;
      3)Eu uso um arduino pro-mini montado a apenas alguns centímetros do sensor, para minimizar a degradação do sinal analógico.

      Eu acredito que o que resolveu mesmo o problema foi a redução da mangueira, mas ainda não fiz simulações para comprovar isso.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Gabriela Nascimento - 1 Comentário

    Olá,

    Gostaria de saber se vocês conseguiram adaptar o sensor à prova d’água na placa do HC SR04. Preciso de ajuda não estou conseguindo medir a velocidade do som na água com os sensores comuns.

    Att.,

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Victor - 1 Comentário

    Estou utilizando o sensor mpx5050dp em um projeto do Senai .
    Gostaria de saber como vocês fizeram para que o sensor não tivesse contato com a água, somente a pressão que realmente interessa.

    ATT.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Carlos - 1 Comentário

    Boa tarde.
    Instalei ontem o HC-SR04, e as medidas estão pulando….estranho

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Ricardo Menzer - 85 Comentários

    Jefferson, esbarrei nesse site e lembrei desse seu projeto.
    Pra mim, é um produto caro, mas como não consegui entender exatamente como o sensor funciona, fiquei curioso.

    Ele diz que não é por contato com o líquido (faz sentido, pois diz que mede o nível de óleo, não condutivo) e também fiquei em dúvida se é por pressão no sensor: segundo o faq, uma fina camada de água sobre o sensor pode influenciar a medida. Será que é algo parecido com um sensor capacitivo?

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Marcel - 38 Comentários

    Alguma coisa contra o meio tradicional?
    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-682662318-4-sensores-de-nivel-agua-original-icos-e-adaptador-para-cola-_JM

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • andre - 1 Comentário

    Olá você conseguiu adaptar os sensores de carro ao Arduíno ?

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Deusivan Ferreira - 1 Comentário

    Olá Pessoal, conseguiram desenvolver a automaçao com sensor ultrasonico? estou tentando desenvolver para um tanque de combustivel q abastece um grupo gerador de 3MW.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Marina - 1 Comentário

    GOSTARIA DE SABER SE PELO MENOS O SENSOR ULTRASSÔNICO CONSEGUE DETECTAR A ÁGUA

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Carlos Campos - 1 Comentário

    Olá Jefferson! Sou eng. eletrotécnico e hoje estou aposentado. Sou iniciante em eletrônica/Arduino e desejo controlar o nível de água de minha residência com Arduino dentre outras automações residenciais que farei em breve. Vou encarar este desafio! Localizei suas trocas de experiências e me interessei. Em sua opinião qual a melhor forma (mais econômica e de baixa manutenção) para eu efetuar o controle da quantidade de água de minha caixa (POLIETILENO com 1.000 litros, altura da caixa aprox. 0,60 metros e geometria irregular)? Sensor de pressão? Sensor ultrassônico a prova de água?, etc, etc…Muito obrigado!

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

[BUZZ] Controlar um servo motor com Arduino é mais fácil do que eu pensava.

Até hoje eu estava achando que controlar um servo com o Arduino fosse algo complicado, que iria requerer a montagem de uma interface com CIs dedicados a controle de motor. Quando vi o projeto do controle PAN/TILT com nunchuck e vi o servo ligado diretamente à placa do Arduino me espantei.

Fui conferir e descobri que eu havia parado no tempo e não sabia que o que chamam de “servo” não é um simples motor. É um conjunto de motor+eletrônica já prontinho para usar. Este texto resume muito bem:

http://principialabs.com/arduino-serial-servo-control/

E este outro esclarece todos os detalhes:
http://www.societyofrobots.com/actuators_servos.shtml

E com os servos mais simples custando menos de US$3 não dá para deixar de experimentar!
http://www.buyincoins.com/details/1x-9g-micro-servo-for-rc-helicopter-plane-futaba-hitec-product-3457.html

   


Liked by: Marcos Rogério, Carlos Augusto, Crmac …, Julio Cesar Sys, Rodrigo Reis

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
1 comentário
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

[BUZZ] Impressionante. Arduino + Nunchuck + Pan and Tilt Camera

#eletrônica

Impressionante.
Arduino + Nunchuck + Pan and Tilt Camera

O projeto usa esse kit:
http://www.lynxmotion.com/p-287-lynx-b-pan-and-tilt-kit-black-anodized.aspx

Mas a idéia pode ser implementada com qualquer kit de servos que suporte o peso da sua câmera. O que realmente importa aqui é a velocidade e precisão que a dupla nunchuck+arduino permite.

Mas eu ainda quero ver como fica isso num comando via rede. Do lado da câmera o comando fica mais fácil, mas também quase inútil.

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
8 comentários
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

[BUZZ] Arduino V4 Sensor Shield Digital Analog Module Servos $8.21

Arduino V4 Sensor Shield Digital Analog Module ervos $8.21
http://www.goodluckbuy.com/arduino-v4-sensor-shield-digital-analog-module-ervos.html

Olhando de longe parece uma placa complexa, mas não há nada de “ativo” aí. O objetivo deste shield é apenas facilitar as conexões com as 14 linhas digitais e 6 linhas analógicas do Arduíno. Cada uma das linhas está presente em um conector, acompanhada de +5V e GND. As seis linhas analógicas estão presentes também nos conectores que parecem os usados em áudio de CDROM (mas estes tem apenas três pinos) porque isso se tornou um padrão e diversos sensores comerciais vem com um conector de encaixa ali.

A placa também permite que você teste rapidamente cada uma das linhas. Com um jumper, você pode curto-circuitar cada uma delas com +5V (linhas analógicas vão ler “1023”). Para curto-circuitar com ground você precisa de algo um pouquinho mais elaborado.

Este shield é caro para o que oferece, mas eu decidi comprar um (e apenas um) para facilitar minhas experiências, porque eu certamente ia perder mais que US$8 em tempo só para fazer algo desse tipo.

       


Liked by: Fernando Poffo, Carlos Augusto

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

[BUZZ] LCD Keypad Shield for Arduino Duemilanove & Freeduino

#eletrônica

LCD Keypad Shield for Arduino Duemilanove & Freeduino (60g)
http://www.goodluckbuy.com/lcd-keypad-shield-for-arduino-duemilanove-and-freeduino.html
$17.42

Comprei 19/03
Recebi 27/04

Se você quer realmente ter uma boa experiência inicial com o Arduino, não deve deixar de comprar este shield. É barato para o que oferece e permite brincar com a programação sem fazer uma única soldagem.

Porém o programa exemplo dado na página da GLB não funciona. Eu coloquei o shield para funcionar depois de uma meia hora procurando alternativas, mas agora não me lembro do que eu fiz. Depois eu coloco o meu programa corrigido aqui.

     

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
5 comentários
  • Jefferson - 4.970 Comentários

    O programa é este (algumas adaptações minhas):

    //
    #include <LCD4Bit_mod.h>
    //create object to control an LCD.
    //number of lines in display=1
    LCD4Bit_mod lcd = LCD4Bit_mod(2);
    //Key message
    char msgs[5][16] = {"Tecla Right OK ",
    "Tecla Up OK ",
    "Tecla Down OK ",
    "Tecla Left OK ",
    "Tecla Select OK" };
    int adc_key_val[5] ={30, 150, 360, 535, 760 };
    int NUM_KEYS = 5;
    int adc_key_in;
    int key=-1;
    int oldkey=-1;
    void setup() {
    pinMode(13, OUTPUT); //we'll use the debug LED to output a heartbeat

    lcd.init();
    //optionally, now set up our application-specific display settings, overriding whatever the lcd did in lcd.init()
    //lcd.commandWrite(0x0F);//cursor on, display on, blink on. (nasty!)
    lcd.clear();
    lcd.printIn("Testando teclado…");
    }
    void loop()
    {
    adc_key_in = analogRead(0); // read the value from the sensor
    digitalWrite(13, HIGH);
    key = get_key(adc_key_in); // convert into key press
    if (key != oldkey) // if keypress is detected
    {
    delay(50); // wait for debounce time
    adc_key_in = analogRead(0); // read the value from the sensor
    key = get_key(adc_key_in); // convert into key press
    if (key != oldkey)
    {
    oldkey = key;
    if (key >=0){
    lcd.cursorTo(2, 0); //line=2, x=0
    lcd.printIn(msgs[key]);
    }
    }
    }
    digitalWrite(13, LOW);
    }
    // Convert ADC value to key number
    int get_key(unsigned int input)
    { int k;
    for (k = 0; k < NUM_KEYS; k++)
    {
    if (input < adc_key_val[k])
    { return k; }
    }
    if (k >= NUM_KEYS)
    k = -1; // No valid key pressed
    return k;
    }

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 4.970 Comentários

    Existe mais um detalhe. A library LCD4Bit_mod não vem no pacote Arduino. Eu tive que baixá-la aqui:
    http://www.dfrobot.com/image/data/DFR0009/LCD4Bit_mod.zip

    Descompacte no diretório libraries, de modo que fique assim:

    librariesLCD4Bit_mod*.*

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 4.970 Comentários

    Este shield não funciona em conjunto com o shield ethernet. Mais informações, incluindo um modo de contornar o problema (não testado), aqui:
    http://arduino.cc/forum/index.php?PHPSESSID=8bacc3bb4bcf20e07b4809c88d785381&topic=51272.0

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson, seu shield do LCD veio com o "right" escrito errado igual na foto? (reparei isso agora quando estava pesquisando no eBay, lá também está errado, o da GLB parece ser o mesmo shield, mas apagaram a marca DFROBOT, olha a imagem do eBay: http://i.ebayimg.com/00/$%28KGrHqMOKjsE24SU2mcJBN123yIbWw~~_3.JPG )

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 4.970 Comentários

    Eu comprei dois, em datas diferentes. E os dois tem o mesmo "rigth".

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

[BUZZ] Arduino Duemilanove 2009 AVR ATmega328 p-20PU USB Board $21.79

Arduino Duemilanove 2009 AVR ATmega328 p-20PU USB Board $21.79
http://www.goodluckbuy.com/arduino-duemilanove-2009-avr-atmega328-p-20pu-usb-board.html

     

Comprei 19/03
Chegou 05/05

É muito simples dar os primeiros passos com o Arduino. Tendo a placa em mãos, você só precisa deste software:

http://www.arduino.cc/en/Main/Software

Não é preciso instalar. Ao conectar o Arduino ao computador, vai pedir um driver (que é apenas do conversor USB-serial embutido na placa). Esse driver está no pacote, na pasta drivers. Após instalar, verifique no Gerenciador de dispositivos (em Portas) que porta COM o driver assumiu.

Sim, isso mesmo: o Arduino mesmo não precisa de driver nenhum para rodar. Se a conexão da placa fosse serial RS232 seria 100% “plug and play”.

Depois de instalado o driver execute Arduino.exe e configure duas coisas:

Tools -> Board -> Arduino Duemilanove
Tools -> Serial Port -> A porta serial criada na instalação do driver

Sempre que você mover o diretório para outro computador, precisará reconfigurar isso.

Tendo apenas a placa base não há muita coisa que você possa fazer nesse primeiro passo sem ter que fazer algumas soldagens. Basicamente, o único exemplo útil nesse caso é esse:

File -> Examples -> Basics -> Blink

Este programa exemplo faz o LED na placa base rotulado “L” piscar a intervalos de 1s.

Para enviar o programa ao Arduino basta clicar em Compile e, se não der nenhum erro, clicar em Upload. O programa começa a ser executado imediatamente após o upload terminar.


Liked by: Fernando Poffo, Carlos Augusto, Marcel Bueno

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
2 comentários
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

[BUZZ] Arduino Ethernet Shield Based On Wiznet W5100 Ethernet $35.71

#eletrônica

Arduino Ethernet Shield Based On Wiznet W5100 Ethernet $35.71
http://www.goodluckbuy.com/arduino-ethernet-shield-based-on-wiznet-w5100-ethernet.html

Comprei 30/04
Recebi 26/05

Eu esqueci de comentar aqui que recebi meu primeiro arduino faz tempo. Esta semana chegou essa placa para conexão do Arduino à rede. Infelizmente vou ter que fazer os posts fora de ordem e falar da dessa placa primeiro.

Eu acho essa placa muito cara (e ficou US$3 mais cara desde que comprei). Quis tê-la para poder comparar sua funcionalidade com a de outras opções, mas não pretendo usá-la em projetos a não ser que seja realmente necessário.

Tirando o fator preço, o brinquedinho entusiasma. Só precisei compilar o projeto que está disponível na página da GLB (eu alterei o IP no código fonte para conferir com minha rede) e fazer o upload para o Arduino. Acessando o endereço por qualquer browser na rede eu tenho acesso às leituras analógicas do Arduino.

E mesmo sem entender lhufas de Arduino, eu consigo entender o que o programa de exemplo faz e modificá-lo. Claro, minha bagagem em Delphi, redes, HTML e protocolo HTTP ajudam.

O programa de exemplo tem uma interface bem tosca, mas acredito que seja possível, usando um HTML mais elaborado e colocando imagens em um cartão SD no conector incluído na placa, exibir uma interface mais bonita. No meu caso, isso não é importante, pois eu posso criar um programa em Delphi que faça a "ponte", coletando os dados e exibindo-os de uma forma visualmente mais rica e agradável.

O único empecilho para eu não usar isso até na máquina de lavar é o danado do preço.

Outras opções são:
http://www.goodluckbuy.com/enc28j60-ethernet-shield-for-arduino-duemilanove.html
ou, quando a distância permite:
http://www.goodluckbuy.com/arduino-serial-bluetooth-rf-transceiver-module-rs232-passive.html

     

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
12 comentários
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »