Explicando a minha tag “FaltamComentarios”

Eu já havia explicado isso como parte do processo de importação do Google Buzz, mas para que a explicação seja a primeira coisa que as pessoas vejam ao clicar na tag estou fazendo um post só sobre isso.

O exportador de conteúdo do Google Buzz oferecido pela Google no Google Takeout tinha um bug onde a exportação de cada post parava no vigésimo comentário, sem acusar qualquer erro. Isso só foi descoberto anos depois quando o amigo Saulo Benigno tentava fazer a importação para o WordPress. Uma centena de posts ficou (ficaram?) com esse problema de ter exatamente 20 comentários porque… faltam comentários!

Esta tag é um aviso para que os leitores saibam que as conversas com essa tag estão incompletas. Pode faltar um comentário ou dezenas. De vez em quando eu  escolho alguns posts, faço uma busca na minha conta Gmail pelas mensagens dele e vou adicionando os comentários que faltam manualmente, mas é um processo lento e tedioso.

 

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

[BUZZ] Tem empresa que implora para ser processada.

Eu não sou um cara litigioso e prefiro “deixar prá lá”. Mas tem empresa que implora para ser processada.

Há mais de um ano temos problemas com ligações aqui para casa, de uma ou mais empresas que procuram por uma certa Edilene. Por mais de seis meses não fazíamos idéia de quem se tratava, mas depois descobrimos que era a antiga dona do nosso número.

Durante todos esses meses já gastamos todo tipo de argumento para fazer as ligações pararem:

  • Não conhecemos a mulher;
  • Nunca morou aqui;
  • Se ela está devendo algo a vocês, processem-na, mas parem de ligar para cá;
  • Denunciem à polícia;
  • E por último: que esse telefone não pertence a ela há pelo menos dez anos

Mas nada disso adianta, porque dias depois voltam a ligar dos mesmos números, perguntando pela mesma pessoa. Acho que o sistema dessas empresas (provavelmente bancos) tem a mesma programação da nave alienígena em Star Trek que enquanto não conseguir falar com as (extintas) baleias não vai embora.

Eu vou começar a registrar essa ligações aqui.

Ligaram agora mesmo dos números

1131570015
1135638600 (três vezes)

02/08
Ligaram novamente do número 1135638600

20 comentários
  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Só falta alguém aqui em casa fingir que é a tal Edilene e mandar essa gente para onde o sol não brilha!

  • Vendo pelo google, o que não falta é reclamação desse número, do Bradesco.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Raios, eu estava procurando o número "emendado" e não encontrava nada. Bastava separar o DDD…

    Segundo um dos links é da Vidax Teleservicos. Pode ser que em alguns momentos esteja falando em nome do Bradesco. Mas tenho a nítida impressão que já mencionaram o Itaú.

  • Da uma olhada no link do Reclame aqui, lá um cara diz que é do Bradesco, e tem a resposta deles

  • Registre mesmo, e para ir adiantando, vá coletando o nome da empresa, endereço de correspondência etc. Seria interessante de repente até deixar claro que já foi comunicado que a pessoa em questão não tem mais o telefone diversas vezes, e os próximos passos serão dar queixa e entrar com uma ação de dano moral.

    Esses bancos/financeiras são ótimos, querem empurrar crédito até a pessoa não poder mais pagar e depois acreditam que podem passar por cima de tudo (inclusive de quem não tem nada a ver com isso) para receber seus juros exorbitantes. Como não sabem se você está dizendo a verdade ou não (a tal Edilene poderia estar se esquivando dos cobradores), é mais fácil ficar insistindo em ligar.

  • Em tempo: eles não tem interesse em entrar com processo contra o devedor porque a primeira coisa que acontece é a dívida ser recalculada sem os juros abusivos. Aí não tem graça né? Melhor ficar ligando até o cara não aguentar mais.

  • Diz que faleceu…. não é possível que alguém na empresa não marque nada no cadastro.

    Separando o DDD seria:

    113-1570015
    113-5638600

    hmm

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Eu tenho é que conseguir um BOM gravador telefônico que funcione 24/7. Se eu tivesse o registro de todas as ligações que já recebemos, com o áudio de todos os avisos bem claros de que não ligassem mais, seria bem mais fácil ganhar o processo. Ao ouvir metade das ligações o juiz já bateria o martelo.

    Mas só dizer que "ligou tal dia e tal hora" não tem o mesmo efeito. Até mesmo porque não podemos provar o que dissemos nem como dissemos.

  • Um tempo atrás existia um esquema de utilizar a placa de fax-modem, juntamente com um adaptador, para gravar ligações telefônicas. Teria que pesquisar melhor, de repente pode ser implementado com algum PC antigo que esteja sobrando por aí.

  • Ricardo Menzer - 127 Comentários

    Também procuro um gravador fácil. De todas as soluções (tanto hardware como software) que tentei, a que melhor se aproximou de um foi um adaptador para ser ligado na entrada de linha do PC, mas não lembro de onde eu tirei o esquema.
    Minha próxima tentativa vai ser adaptar um plugue no alto falante do telefone e ligar no PC.
    Acho que o que a gente fala é ecoado no próprio alto falante. Se não, também precisaria de um canal ligado no microfone também.

  • Achei: http://www.clubedohardware.com.br/artigos/749
    Esse artigo só fala do circuito, precisaria utilizar algum outro software para automatizar a gravação.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Eu já tentei montar isso mas não funcionou. Os três problemas comuns são:

    Volume muito baixo
    Diferença muito grande entre as vozes dos interlocutores
    Alto nível de ruído, quando o gravador é plugado na tomada.

    Eu estou partindo do princípio hoje de que qualquer coisa para funcionar a contento precisa ser alimentada por baterias. Eu só pretendo implementar isso em um PC se o conjunto for capaz de registrar o número chamador. Porque se não for, um mero gravador de repórter com o circuito adaptador adequado fará o mesmo efeito.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Esse tipo de aparelho serviria
    http://www.dealextreme.com/p/stereo-mp3-digital-recorder-with-voice-activated-recording-1gb-12860

    Se não fossem os múltiplos problemas:

    Não registra o número chamador (esperado)
    Não registra a hora da ligação (aí já é demais)
    Qualidade da gravação é questionada

    Da última vez que pesquisei, procurei muito e não encontrei um único aparelho desse tipo que fosse promissor. Vou fazer outra para ver se acho algo.

  • Que tipo de equipamento a policia ou os "detetives particulares" fazem para grampear um telefone? Deve ter alguma coisa por aí nesse mundo bizarro da espionagem! kkkk

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Eu imagino que hoje a polícia grampeie diretamente na central. É possível que nem precise de equipamento extra, bastando mandar que a operadora configure para gravar as conversas.

    Já os detetives certamente usam equipamento à bateria e ativado por voz.

  • O problema nem é este, o problema é a validade legal disto. Recomenda-se que a pessoa do outro lado saiba que está sendo gravada.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Eu não tenho certeza, mas me parece que se eu estiver gravando minha própria conversa, isso não é necessário. Isso só é obrigatório quando a gravação é feita por um terceiro que não participa da conversa. Também imagino que o fato de ser eu contra uma pessoa jurídica faz muita diferença, pois não creio que pessoa jurídica tenha direito à privacidade.

    Se eu estivesse querendo processar o atendente que está ligando até pode haver um complicador

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Outro detalhe relevante é que a ligação está sendo feita para a minha casa e não o oposto.

  • Implicaria em muitos problemas você trocar o número do telefone?

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

[BUZZ] Encontrei uma razão para acessar o banco pelo Quench.

Encontrei uma razão para acessar o banco pelo Quench, mesmo estando em casa. O aplicativo do Bradesco agora tem leitor de código de barras (usando a câmera do telefone):

http://www.bradescocelular.com.br/html/default.aspx?pag=content/demonstrativos/leitor_codigo.aspx

20 comentários
  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Pensando bem, isso deveria ser possível também no desktop. Bastaria apontar a webcam para o boleto. Porém o browser não tem acesso aos dispositivos de vídeo (isso é potencialmente perigoso).

  • Tem, via Flash. Mas também deve se levar em conta que a maioria das webcams hoje em dia são embutidas no próprio monitor, o que tornaria o processo mais complicado pros BIOS

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Caramba… então é mais um caso de facilidade à qual não temos acesso por causa do habitual "nivelar por baixo"?

  • Eu acho que eles não implementam isso pra não ter de ficar dando suporte…

  • Pra iOS, tem o PagBoleto (http://www.pagboleto.com.br/), que é uma idéia um pouco diferente, mas aí funciona com qualquer banco.

  • Eu uso o CIGAM Boletos(Android e IOS) (http://www.cigam.com.br/boletos)
    O legal é que dá para instalar um software server no pc que recebe as informações do celular bastando copiar e colar as informações no seu internet bank.

  • Ricardo Menzer - 127 Comentários

    Muito bom você ter comentado isso! Há tempos eu procuro um programa pra PC que leia códigos de barras de boletos e até hoje não achei. Aí bastaria copiar e colar o código lido no campo apropriado. Não sei como são os outros bancos, mas o BB dá a opção de preencher os dados via leitor, mas aí precisa do leitor mesmo (hardware).

  • Realmente, muito melhor este da Cigam em relação ao PagBoleto. Além de ser multiplataforma, tem muito mais recursos.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Ricardo, o Bradesco também aceita leitor, mas isto custa muito caro para algo que eu só uso "uma vez perdida". Com a inovação tecnológica que permite o reconhecimento fácil do código por uma webcam, o uso doméstico de leitores se parece com usar máquina de escrever em vez de impressora.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    César, nem havia passado pela minha cabeça a idéia de um aplicativo genérico que se encarregasse de decodificar o código na câmera e o entregasse como texto na saída. Isso resolve tudo!

    Mas a implementação feita no CIGAM deixa a desejar. O software no Windows limita-se a receber o texto que foi decodificado no celular na porta 5500 UDP e injetar no buffer de teclado. Eu continuo precisando de um celular com Android/iOS, com Wifi funcionando, para fazer algo que seria mais prático com uma webcam.

  • No itau tem a opção "alternar para leitor" onde eu colo o código recebido pelo cigam. Funciona perfeitamente. Acredito que nos outros bancos seja assim também.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Eu não duvido que seja. A idéia é muito boa. Só não gosto de ter que sacar o celular e disparar uma outra aplicação só para fazer isso.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    O software da CIGAM, rodando no Quench, foi incapaz de ler o código do meu boleto do Hiper (Wal Mart) ou a minha conta da Telemar. Tudo o que testei até agora.

    Mas vendo o software operar no Android eu vi um possível motivo para eles não fazerem a leitura no Windows: webcams não tem foco automático.

  • Ricardo Menzer - 127 Comentários

    Jefferson, mas a maioria dos boletos que eu tenho que pagar (se não todos) eu tenho acesso à uma versão digital (em pdf). Aí bastaria "mostrar" na tela o local do código de barras pra fazer a leitura. Com a webcam eu nunca tive sucesso, até por que a minha não é lá grandes coisas!

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Mas se você recebe o boleto em PDF não precisa de nada disso. Em teoria basta "copiar e colar" o número. Se o boleto não vem com o código em formato texto, é uma grande mancada de quem o produz.

  • Tem site de banco que se você tenta colar a linha digitável ele preenche certinho todos os campos, outros só cola o primeiro quadradinho…

    Eu fiz um conversor da linha digitável para código de barras – http://otavio.info/tools/BoletoSaver.php

    Mas isso deveria vir em todos os boletos, muito mais fácil de preencher…

  • Ricardo Menzer - 127 Comentários

    Vem a linha digitável, mas copiar e colar no campo do leitor não funciona, mesmo tirando traços e espaços! Pelo menos não com a fatura da NET, que é a que eu pago com frequência.

    Na fatura do próximo mês vou tentar o programa do Otavio.

  • Jeferson, meu celular não também não lê automaticamente com auto-foco.
    Vá em preferências e marque "Captura Manual".
    Somente desta forma consegui capturar os códigos.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Ricardo, eu não sei no antigo site do Bradesco, mas no novo eu acabo de testar e, marcando a opção "usar leitor óptico", ele aceita o código colado. Testei com separação dos campos por espaços, por tabulações ou sem separação.

  • Ricardo Menzer - 127 Comentários

    Farei um teste com critérios mais científicos na próxima fatura… Aí conto aqui os resultados! :)

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

[BUZZ] 7.0″ Touch Screen LCD Win CE 5.0 GPS Navigator w/ Bluetooth/FM/AV In/TV

7.0" Touch Screen LCD Win CE 5.0 GPS Navigator w/ Bluetooth/FM/AV In/TV + 2GB Brazil Maps TF Card $103.70
http://www.dealextreme.com/details.dx/sku.55681~r.92324728

Comprei 28/04
chegou 15/06

Nota: O nome correto desse tipo de aparelho é "PNA", "PND" ou "GPS navigator". Eu vou chamar apenas de "GPS" por enquanto, mas posso editar o texto depois.

Eu mal comecei a analisar esse GPS. Como o buzz para mim é rascunho mesmo eu vou soltando as informações à medida que for obtendo.

Medido na diagonal, o aparelho tem reais 7" de imagem e 8" incluindo a moldura.

TV digital

Eu comprei esse aparelho interessado especificamente no suporte à TV digital brasileira. Infelizmente, num rápido passeio que dei hoje, constatei que a recepção 1seg em Recife continua precária assim como era há um ano, quando fiz o teste do GPS de um amigo.

Sim, o aparelho é 1seg, apesar da tela generosa de 7". A qualidade da recepção "digital" em 1seg numa tela desse tamanho não é em nada superior à recepção analógica. Pelo contrário: analógico você assiste com chuviscos e fantasmas mas assiste. Já a recepção digital ruim dá umas "travadas" na imagem que irritam.

Não tem conexão para antena externa.

O Navegador

O cartão vem ocupado apenas com uma versão desatualizada do IGO8 (444MB):

8.3.2.80621 (mar 10 2009)
Basemap 2009.09 Data Source NIMA WMAP0 [091215]
Brasil 2010.Q1 NAVTEQ [100414]

O meu era:
8.3.4.117940 (nov 3 2009)
Brazil 9.1 2006-2009 Tele Atlas [09052008]
Basemap 2009.02 Data Source NIMA WMAP0 [090602]

Como se pode ver, o GPS tinha uma versão antiga do software, mas com mapas mais novos. Coloquei a minha versão (que inclui os meus favoritos) e troquei os mapas pelos mais novos.

Filmes

O media player embutido é tão ruim quanto o do meu GPS de 5" antigo. Um simples XviD de 480×368 já deixa o aparelho "paginando".

Leitor de ebooks

O aparelho só suporta .TXT, mas é até razoável nisso. O tamanho da fonte é ajustável e dá para ler com um certo conforto.

Energia

O aparelho requer uma fonte de energia considerável. Eu não testei ainda a fonte original dele (2A nominais), mas usando a fonte do meu Quench (1A nominal) ele está drenado 856mA contínuos. E consome a mesma coisa ligado ou desligado, então é possível que 856 mA seja o limite da fonte do Quench.

Eu usei-o no carro com o adaptador de 5V de US$1,99 da DX (1A nominal)
http://www.dealextreme.com/details.dx/sku.40470
Funcionou, mas mesmo tendo passado 8h conectado, a bateria deu sinais de fraqueza com 10 minutos de desconexão. Eu suponho que não estivesse conseguindo carregar.

Outros

Vem com um cartão de 2GB que é até rapidinho. Resultado do teste do h2testw:

Writing speed: 8.62 MByte/s
Reading speed: 9.90 MByte/s
H2testw v1.4

O volume do áudio parece muito bom. Bem mais alto do que o do meu GPS anterior.

       

20 comentários
  • Jefferson - 6.253 Comentários

    ROM version: V.19D.030005.110111.128M
    App Version: YECON-V1.3ABINF-UI20-HD-BR
    System ID: E2011042-0A918012 00000000-00000081

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Tive uma agradável surpresa agora.

    Embora o leitor de e-books do aparelho só suporte TXT. Existe um conveniente atalho para o Windows CE (5.0) na tela principal. E no desktop do WinCE temos atalhos para:

    leitor de PDF
    Excel Viewer
    Powerpoint Viewer
    Word Viewer
    Pocket Internet Explorer

    Testei o leitor de PDFs com uma pequena seleção de livros e revistas e achei o resultado bastante razoável. Já o Word Viewer parece meio "fresco" e deixou de abrir logo o primeiro livro que eu tentei, dizendo que estava no formato "word 95", que não é suportado.

    Infelizmente o touchscreen não é muito preciso e algumas operações, como escolher o zoom no leitor de PDFs, dão impaciência.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Windows CE 5.0 em português
    128MB de RAM
    processador ARM1176JZ-S-MT3351

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Consegui parear o aparelho com o meu Quench (bluetooth) sem grande dificuldade. O GPS então mostra o meu histórico de chamadas no celular e permite que eu disque por ele. Mas não testei como é efetuar e receber chamadas pelo GPS.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Realmente o adaptador de 1.99 da DX não é capaz de carregar esse GPS. Usando o carregador do Quench eu consegui, porém levou 5 horas. O LED lateral fica azul quando a bateria está carregada.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Eu já havia falado aqui de um aparelho que tem esse mesmo processador:
    http://www.google.com/buzz/117578158927571476541/WK5f4y6tRq2

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Eu me enganei. O aparelho tem, sim, uma antena para TV digital. É um pino em cima, à esquerda, que você precisa puxar com a unha. É uma antena telescópica muito frágil, menor do que a que existe em celulares xing-ling com TV.

    Com a antena estendida a recepção melhora muito.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Autonomia da bateria, assistindo TV: 45 minutos até dar o primeiro aviso de bateria baixa.

  • eu gostei muito desse cara… é uma òtima relação custo/beneficio…

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Quando o GPS está desligado e sendo carregado, exibe um grande ícone no centro da tela com a animação de uma bateria sendo carregada. Isso seria bonitinho se não fosse preocupante, porque o GPS mesmo desligado fica "aceso" exibindo o ícone. E mesmo com a bateria completamente carregada o ícone continua lá. Só a animação é que pára.

    O único jeito de apagar o GPS é desconectar a alimentação. Meu primeiro GPS não tem esse problema.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Ao pedir ao iGO que faça a autodetecção do GPS (é aqui que entra a ambiguidade ao chamar o aparelho de "GPS") este é encontrado na porta "0" (zero) a 38400bps

    porta zero é novidade para mim.

  • conseguiu descobrir como ligar a entrda A/V dele???

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Geralmente é só uma questão de se ter o cabo certo. Não testei ainda porque não sei onde estão os meus cabos.

  • mas ONDE vc habilita… já virei ele do avesso e não achei… :-(

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    É automático. Quando ele detecta o sinal de vídeo chaveia para a entrada. Pelo menos no meu GPS antigo é assim.

    Tenha em mente que:

    +Essa entrada requer um plug especial de 4 contatos.
    +Quem é quem nessas conexões não é lá muito padronizado. O vídeo pode acabar entrando pelo conector que, no cabo, deveria ser do áudio.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    No modo TV você pode gravar o que está assistindo. A gravação é feita em um arquivo *.trp no diretório Recorder do cartão (é criado automaticamente).

    Exemplo de nome:
    Globo 1SEG_2011_06_16_11_58_01.trp

    O arquivo pode ser executado no Windows Media Player Classic, mas sem som. Não testei em outros programas.

    Aparentemente requer 3MB por minuto de gravação. Lembre-se que é 1-seg: 320×240.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Encontrei meus cabos.

    Para que a entrada AV-IN desse GPS funcione você precisa do seguinte:

    4-Pin 3.5mm Minijack to 3 x RCA Composite AV Cable (1.25-Meter) $1.84
    http://www.dealextreme.com/details.dx/sku.10633~r.92324728
    Nokia AD-52 Gold Plated 2.5mm Male to 3.5mm Female Audio Adapter $2.23
    http://www.dealextreme.com/details.dx/sku.31497~r.92324728

    Ao detectar sinal de vídeo o GPS automaticamente chaveia para a AV-IN. Retirado o sinal a imagem do GPS volta automaticamente. Não é necessário retirar o plug.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Pinout da conexão AV-IN

    Em direção à ponta do plug:

    GND -> VIDEO -> AUDIO ESQUERDO -> AUDIO DIREITO

    também conhecido como:
    GND -> Amarelo -> Branco -> Vermeho

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Encontrei um problema com o que falei acima sobre os cabos necessários.

    Eu tenho dois sku.10633 aqui. Um deles, que funcionou, tem o seguinte pinout (Em direção à ponta do plug):

    GND -> Amarelo -> Branco -> Vermeho

    O outro tem o seguinte:

    GND -> Vermelho -> Branco -> Amarelo

    Agora eu não sei qual deles está certo e qual está errado. Ambos funcionam, mas no segundo você tem que inverter as conexões dos plugs de vídeo e áudio direito.

    Eu suponho que o errado seja o segundo cabo, mas vou ter que comprar mais cabos para tirar a prova.

    26/08/11: o pinout "correto" é o segundo

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    O adaptador seguinte é tentador, porque faria o cabo sair verticalmente, porém ele não funciona com este GPS. Pelo menos não em conjunto com o cabo sku.10633

    4-Pin 2.5mm to 3.5mm Stereo Audio Jack Convertor $1.26
    http://www.dealextreme.com/details.dx/sku.3541~r.92324728

    Para começar, porque ele sofre do mesmo problema que encontrei em sku.10633. Eu comprei duas unidades e uma tem pinout diferente da outra.

    Eu perdi um tempo enorme até perceber o problema desses dois SKUs.

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

[BUZZ] Procurando métodos para ampliar as opções de login no blog

Um dos requerimentos que eu defini para poder transferir meu blog principal para o WordPress e que me faz adiar isso até hoje é a necessidade de permitir que as pessoas se identifiquem usando contas que elas já tem em serviços populares como o Google e o Yahoo. No Geringonças e Gambiarras, por estar hospedado em um serviço pertencente ao Google, a autenticação com sua conta Google (criada por você estar cadastrado no gmail, orkut, etc) é praticamente automática. Eu sempre gostei dessa facilidade.

Não gosto de comentários 100% anônimos, mas também não me agrada a idéia de obrigar as pessoas a se cadastrarem no meu site. Isso pode parecer estranho em um mundo em que todo dia você encontra alguém querendo montar sua própria rede social e dificulta o acesso a informações obrigando-o a se cadastrar neste ou naquele serviço. Mas meu interesse nunca foi esse. Meu objetivo primário sempre foi partilhar conhecimento, de preferência numa via de mão dupla, e criar uma base de conhecimento sólida que devolva à internet tudo o que já aprendi com ela.

Voltando ao assunto dos requerimentos, no ano passado eu encontrei um plugin que permitia o logon fácil no wordpress usando Google e Yahoo (entre outros): O RPX (agora chamado Janrain Engage):

http://wordpress.org/extend/plugins/rpx/

Essa autenticação é muito simples. Se você já estiver logado no Google (por exemplo) o sistema de autenticação apenas pergunta se você deseja informar o endereço de e-mail da sua conta.

Mas um detalhe me desagradou. A autenticação era feita no servidor da Janrain e era para ele que a pessoa iria dizer o e-mail. Na época, após pesquisar muito, eu cheguei à conclusão que para fazer isso no meu site eu precisaria ter IP fixo e certificado SSL para poder fazer uma conexão HTTPS com o servidor da Google. E que então era por isso que a autenticação precisava ser feita no servidor da Janrain. Mesmo assim continuei não gostando e achei que seria melhor eu comprar meu próprio certificado SSL.

Hoje eu encontrei um plugin que faz a mesma coisa que o RPX, sem ter esse problema, o Social Connect:

http://wordpress.org/extend/plugins/social-connect/

Parece muito promissor, mas ainda tem bugs demais e o suporte é praticamente inexistente. O login quase funciona. A Google chega ao ponto de perguntar se quero partilhar o endereço de e-mail com “ryan.com.br“, mas ao voltar para o meu site dá um erro “Forbidden Access”. No fórum do autor várias outras pessoas reclamam a mesma coisa, sem resposta.

Então eu continuo procurando soluções para esse problema.

20 comentários
  • Jefferson,

    Será que não é o caso de pegar o "queridinho" do momento, o Facebook, que tem plugins de autenticação e APIs para isso?

    https://www.facebook.com/help/new/?faq=17530&hloc=pt_BR

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Eu sou capaz de apostar que nem metade dos meus seguidores tem, nem querem ter, conta no Facebook. Mas é só um palpite. :)

    E a Google também tem uma API pública para isso. Acredito que a dificuldade seja a mesma. Eu é que não tenho o conhecimento necessário para criar meu próprio plugin.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Para a Google isso se chama "Federated Login":
    http://code.google.com/intl/pt-BR/apis/accounts/docs/OpenID.html

  • OpenID é a alternativa mais simples…

    Quano ao google, tem até o bendito do Google Friend Connect. Mas eles não deram a devida atenção para a coisa… Quanto ao Facebook, tem crescido muito a utilização neste país de analfabetos do orkut. Quanto a usar um ou outro, tem um gráfico interessante de 2010 sobre este tipo de escolha, no caso para WPMU:

    http://wpmu.org/how-to-add-login-with-google-friend-connect-to-your-wordpress-site/

    Mas enfim, tudo é questão de escolha…

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Marcel,

    O OpenID "puro" é muito hostil. Uma idéia boa com implementação ruim. Eu mesmo tenho um OpenID há anos e nunca lembro qual é. Tentei implementar no meu fórum e nunca funcionou, etc.

    O que esses autenticadores que eu busco fazem é OpenID, mas colocam uma camada por cima que acaba com a hostilidade da implementação básica.

    E eu tentei usar o Google Friend Connect e desisti por alguma razão que não me recordo agora qual é…

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    E esqueci de dizer que o Social Connect também oferece autenticação via Facebook.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Assim como o Janrain Engage…

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Testei o serviço oferecido pela Gigya:

    http://wordpress.org/extend/plugins/gigya-socialize-for-wordpress/

    E ele tem o mesmo problema do Janrain. E me parece ainda menos confiável.

  • Jefferson, eu ainda estou tentando entender qual é o ponto que você não gostou no Janrain. O acesso ao Janrain é feito por https, veja:

    http://www.caetano.eng.br/crashcomputer/temp/rpx.jpg

    Ou você se refere ao tráfego entre o form do blog para o janrain que não é seguro?

    Como te disse lá no blog, eu passei a usa-lo logo que migrei para o wordpress e até agora não tive problemas. Eu conheci este plugin no meiobit e passei a usar.

    Sobre o erro do Social Connect, quando eu o testei, o problema era exatamente este, o google perguntava se eu permitia o compartilhamento e pluft… erro. O suporte não ajudou em nada e pelo visto mesmo mais de um ano depois ainda não consertaram o bug.

    Mas o janrain também faz o google perguntar se eu permito o acesso, veja só:

    http://www.caetano.eng.br/crashcomputer/temp/rpx1.jpg

    "Crashcomputer.rpxnow.com is asking for some information from your Google Account. To see and approve the request, sign in. Learn more"

    Como eu já lhe disse, me parece bem confiável.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Luciano, o problema é justamente este:

    "Crashcomputer.*rpxnow.com* is asking for some information from your Google Account. "

    Apesar de você estar configurado como um host de rpxnow.com, ainda é rpxnow.com que intermedia a informação. Depois que 300 seguidores seus fizerem logon através do Janrain, a empresa terá o e-mail dos seus 300 seguidores.

    Edit: No caso do Login pela Google, terá nome e e-mail.

    E como o plugin Social Connect demonstra, isso não é necessário, pois quem pede a informação é o meu domínio. Então para que Janrain quer intermediar essa informação?

  • Facebook, eu tenho por motivos de trabalho, mas nao uso. Está vazio. Mesmo.

  • Pois sou um dos que sequer tem Facebook.

  • No final, todo mundo acabará entrando no Facebook. Eu tenho conta lá e uso frequentemente.

  • Ryan, já cogitou usar o Comments Box do Facebook como sistema de comments para o blog?
    http://developers.facebook.com/docs/reference/plugins/comments/
    http://developers.facebook.com/blog/post/472

    Tenho visto cada vez mais sites usando este sistema, eu eu pessoalmente gosto muito dele, acho ele clean, rápido e intuitivo. É muito fácil acompanhar um discussão nele e separar comentários relevantes dos inúteis.

  • Eu estou procurando um plugin desses justamente agora. Só o Facebook não serve para o meu caso. Gostaria de um que possa fazer interagir entre si o maior número de redes. Parece que não há consenso ainda, mas qual seria o mais completo?

  • Ricardo Menzer - 127 Comentários

    "No final, todo mundo acabará entrando no Facebook."
    Minha namorada insistiu tanto pra eu fazer uma conta lá. Não fiz. E não tenho perspectiva nenhuma de fazer.

    Então sou mais um contra a necessidade de facebook pra "seguir" o Jefferson!

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Ricardo Menzer,

    Então sou mais um contra a necessidade de facebook pra "seguir" o Jefferson!

    Eles não estão sugerindo como uma "necessidade", mas como uma alternativa ao login pelo Google. Porém eu não acredito que seja uma alternativa mais popular entre meus seguidores porque, a menos que eu esteja muito enganado, 100% dos meus seguidores tem conta Google (não é um requerimento para seguir o Buzz?).

    Eu só quero tornar a migração menos incômoda para todos.

    De qualquer jeito o novo blog terá uma alternativa para comentar sem depender de Google, Facebook ou o que quer que seja (de terceiros).

  • Não sei se o Facebook seria a ferramenta ideal para o Ryan, mas ele é fantástico para todo o resto. Quem não tem, que faço o seu !

  • Não sei se estou falando abobrinha, mas gravatar não é pra autenticar também?

    Sobre Facebook… eu tinha orkut e era bom. Mas depois perdeu a graça. Eu tinha facebool e ontem decidi que parei de atualizar. Depois aumenta muito a base de usuários, fica mais normal ver abobrinhas e besteirois… não que eu ache que isso seja o mais adequado, mas ainda acho que a ferramenta fórum é bastante adequada.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Gravatar,que eu saiba,só serve para pegar o avatar, baseado no endereço de e-mail fornecido pelo usuário. Se eu souber o endereço de e-mail de outra pessoa que tem conta no Gravatar, basta colocar esse endereço no formulário de comentários para usar o avatar dessa pessoa.

    Logo, Gravatar é inútil para autenticação.

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

[BUZZ] Será que devo deixar o Google Buzz e blogar com WordPress?

Gostaria de saber a opinião das pessoas que me seguem sobre uma nova mudança, motivada pelo recente susto que a Google me deu ao bloquear o meu Buzz.

Do meu ponto de vista, o Buzz tem algumas poucas vantagens, incluindo praticidade:

  • Eu não preciso colocar títulos em posts (mas esse é um motivo fraco)
  • Posso postar e comentar direto do programa de e-mail
  • O backup dos posts é automático, dentro da minha conta gmail

E o fato de que a maioria das pessoas aqui posta usando seus nomes verdadeiros e por isso toma mais cuidado com o que diz. Eu tenho muito menos problemas aqui com comentários descabidos do que tinha no G&G.

Porém, o Buzz sofre com vários problemas que afetam a mim e a meus seguidores:

  • A busca é terrível. A Google nunca implementou uma forma de buscar em um Buzz específico
  • Desaparecimento de comentários (e as pessoas acabam achando que fui eu);
  • Tem um bug nunca explicado que me impede de apagar comentários de algumas pessoas;
  • Todo mundo pode editar seus comentários sem nunca ficar claro o que foi editado;
  • Citações são complicadas;
  • Links são complicados;
  • Não dá para colocar imagens em comentários e no próprio post é a Google quem decide que imagem pode ser colocada
  • Aparentemente, se um usuário deletar seu buzz ou sua conta gmail todos os seus comentários desaparecem, com péssimas consequências para a legibilidade da discussão;
  • A Google pode me tirar do ar e desaparecer com tudo de uma hora para outra e, da forma como as discussões são formatadas, a migração para outro serviço é complicada, supondo que eu tenha um backup;
  • Não há como filtrar assuntos com facilidade.

Como alguns de vocês sabem eu praticamente deixei de lado o Geringonças e Gambiarras para postar aqui, mas se eu for voltar a usar um blog completo prefiro que não seja voltando ao G&G para continuar dependendo da Google (para quem não sabe, o blogspot pertence a ela). Por isso estou avaliando a possibilidade de fazer uma nova mudança, só que desta vez para um novo blog criado em meu próprio site, usando WordPress. Este blog seria parecido com o buzz no sentido de que eu o usaria para falar de todo o assunto “que me desse na telha” e que eu o usaria como rascunho. Mas é claro que com o poder do WordPress esses rascunhos já nasceriam melhores e poderiam evoluir vagarosamente para textos ainda mais sólidos e ricos.

Some-se a isso o fato de que o Buzz nem é tão popular assim. Eu tenho 800 assinantes no G&G e “apenas” 281 aqui, mesmo após 15 meses.

Então eu pergunto: o que vocês acham? Alguém acredita que as facilidades do Buzz compensam seus defeitos e teria dificuldade para me acompanhar em uma nova mudança de sistema? Ou, pelo contrário, alguém mais aqui adoraria poder se livrar das limitações do Buzz?

20 comentários
  • O problema principal do Buzz é a busca. Às vezes lembro que algo foi discutido aqui e preciso do link, mas é impossível achar qualquer coisa aqui. Só este fator já é extremamente limitante. Sou a favor de uma mudança sim.

  • Por mim, mudança já. O Buzz foi uma idéia interessante, mas mal implementada; e já está claro que o próprio Google não tem mais interesse em mantê-lo.

    Sem dúvida, um blog WordPress + IntenseDebate (ou qualquer coisa assim) será muito mais sólido, mesmo que perdendo um pouco da praticidade (costumo acessar blogs somente por RSS, e isso tira um tanto da praticidade para fazer comentários, por exemplo).

  • A única rede social que não gera Buzz é o Google Buzz. Irônico. Mas creio que você pode adaptar o RSS do blog pro Google Buzz, aí uniria o melhor das duas partes.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Gustavo,

    Não conhecia o IntenseDebate. Gostei do que vi até agora, mas vou estudar mais. Obrigado pela dica!

  • Eu prefiro mais o Disqus ( http://disqus.com/ ) do que o Intense Debate. Intense Debate é muito limitado, o espaço pra mensagens é muito curto.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Obrigado, Carlos.

    Continuem dando sugestões. Vou analisar todas. Essa mudança, se eu fizer, ainda vai demorar. Eu tenho que planejar muita coisa antes.

  • Jefferson, uma outra solução seria um plugin no wordpress que mantivesse sincronizado os dois mundos. O problema disso é que comentários do site não apareceriam aqui, e comentários daqui não apareceriam no site…

    Ou então publique tudo via wordpress mesmo, utilize o Google Reader e compartilhe estes posts para ficarem visíveis no Buzz tb !

    PS: Nem uma das soluções é das melhores, mas quem sabe não serve para abrir o leque de possibilidades…

    Edit:
    Se você confirmar propriedade no google webmasters e google analytics usando sua conta do Gmail, tudo que postar acaba caindo no Buzz tb!

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Há uma coisa em comum entre Disqus e InstantDebate que eu não gostei: todos os comentários são sincronizados com os servidores das respectivas empresas. Apesar de eu ter uma cópia comigo, não gosto da idéia de depender da disponibilidade de um serviço de terceiros se eu tenho meu próprio site com vários gigabytes à minha disposição.

    Isso sem contar com a possibilidade de que ambos os serviços tenham acesso ao endereço de e-mail de todos os meus "seguidores".

    A princípio, prefiro comprar um certificado SSL e usar um plugin do WordPress que seja completamente independente.

  • A vantagem do buzz é que eu já acesso seus posts direto do Gmail, se depender de acessar seu blog ou rss, eu só vou ler seus posts de 6 em 6 meses…

    Além de todos ficarem sabendo que há um comentário novo em um post antigo, isso mais parece um fórum do que um blog na verdade…

    A pesquisa é mesmo um problema, mas eu uso author:"Jefferson Ryan" para resolver….

  • Realmente, a limitação tanto do Disqus quanto do Intense Debate é não poder hospedar os scripts em um servidor próprio. Só imaginei que, se fosse pra optar um dos dois, o melhor seria o Disqus. Mas ainda acho melhor usar o próprio sistema de comentários nativo do wordpress, antes de qualquer outra coisa.

  • Eu também gosto da dinâmica do Buzz para os comentários nos posts e depois que passei a usar o author: nas buscas, assim como o Otavio, não tive mais problemas para encontrar o que queria.

    Mas eu considero que só o risco de se perder tudo o que já foi discutido aqui já valeria a pena uma migração, mesmo implicando em um acomapanhamento pior dos comentários.

  • É fato que depois que passou a usar o buzz passei a ler os post diariamente, coisa que não fazia antes, mas concordo que o buzz é meio ( muito ) desconhecido pela massa, e deve ser bem difícil para novos seguidores o achem. Acredito que esses quase 300 seguidores, são os 300 e o acompanharão para onde for. Acredito que deve ter alguma forma de fazer o buzz trabalhar em conjunto com um blog que venha escolher seja wordpress, blogspot ou outro ainda. Faça o que for melhor para que tenha mais seguidores.

  • Ricardo Menzer - 127 Comentários

    Minha opinião é comum a várias já dadas. São elas:
    As vantagens do Buzz são a facilidade em acompanhar novos comentários, devido a essa característica de fórum dele. Isso eu acho muito legal mesmo, e proporciona uma interação muito grande e incomparável a outros serviços de blog que eu conheço. Outra vantagem boa pra mim é que eu acompanho direto do gmail. Aliás, nem sabia que tem outro meio de acompanhar o buzz.

    A desvantagem é a pesquisa. Mas em geral, eu busco (no gmail, mas na "aba" do buzz) o termo que eu quero e o filtro "from:Jefferson Ryan" e em geral dá certo.

    Se você conseguisse algo que oferecesse esse up no tópico quando um novo comentário é feito, seria ótimo (usar o gmail para ler é totalmente dispensável pra mim).

  • D S -

    Sobre o melhor local para continuar seus posts não tenho opnião formada. Gostava do G&G mas aqui é bem interativo. Agora twitter nunca gostei.
    O colega Ricardo acabou de falar como pesquisar no buzz. Para quem interessar ha algum tempo atrás eu escrevi um post um pouco mais complexo sobre como pesquisar no Buzz exatamente depois de precisar descobrir como pesquisar um post que o Ryan colocou aqui no Buzz.
    http://neoageinfo.blogspot.com/2011/03/google-buzz-pesquisas.html

  • Twitter é mesmo muito limitado, Buzz é bem melhor, mesmo que eu também use Twitter. Não sei porque tem tanta gente usando Twitter ainda. Ninguém usa Jaiku, por exemplo, que também é do Google.

  • Eu gosto muito do buzz, mas você decide, eu sigo o G&G tambem :)

  • Eu prefiro que você mude de blog. Sou adepto de RSS para acompanhar sites e tenho usado o Google Reader. Algo que facilite a busca e marcação de mensagens para futura consulta.

  • Eu apoio a mudança. O buzz mesmo sendo uma boa idéia chegou no limite, aqui tem vários posts e comentários úteis, que podem simplesmente sumir porque a google quer.

  • Eu gosto muito do Google Buzz Ryan,

    porém devido as suas limitações já citadas, prefiro que mude para um blog próprio.

    Pelo menos para mim, ficará mais fácil acompanhar por RSS as áreas de interesse e realizar a pesquisa direta no blog.

  • Eu prefiro acompanhar por RSS do site, já que o RSS do Buzz não funciona…

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

[BUZZ] 4 Ports ON OFF Digital Wireless Remote Power Switch $9.34

4 Ports ON OFF Digital Wireless Remote Power Switch $9.34
http://www.buyincoins.com/details/4-ports-on-off-digital-wireless-remote-power-switch-product-1788.html

Comprei 04/05
Recebi 31/05

Transmissor com suporte: 50.7g
Receptor:

O receptor esquenta bastante só por estar ligado na tomada. Se você encostar o dedo nos terminais metálicos logo após desligar o aparelho da tomada, pode ganhar uma queimadura.

Eu abri o receptor e a fonte do aquecimento deve ser a fonte trasformerless (capacitor + resistor). Uma coisa que me intrigou é que os contatos dos relés internos são especificados para 120V, o que me faz desconfiar que esse aparelho não seja realmente feito para 220V.

Mas outro motivo do aquecimento é o fato de que o aparelho é especificado para 50Hz e nossa rede é 60Hz. Usando uma matemática bem grosseira eu diria que isso não poderia causar mais que 20% de aquecimento extra.

Medi o consumo e dá 4W com todos os relês desligados e, curiosamente, 3W com todos ligados. Isso dá um consumo de 2.9kwh em um mês (R$1,50 em Recife) só por estar lá.

O LED no receptor fica aceso o tempo todo. Nem mesmo pisca ao receber sinal do transmissor.

O transmissor usa uma bateria de 12V igual à usada em transmissores de campainha sem fio.

O alcance parece razoável. Começa a falhar depois de 8 metros, mas para muitas aplicações isso não é problema.

Tirando os problemas de aquecimento e consumo o produto parece bom.

   

20 comentários
  • Jefferson - 6.253 Comentários

    O fabricante tem um site mas o conteúdo é exclusivamente institucional:
    http://www.artslon.com/

  • 8 metros, visada, sem paredes?

  • Tem um la de apenas 1 canal, custa praticamente o mesmo, mas ficaria bacana pra colocar no lugar do interruptor do quarto e usar o controle para apagar a luz depois que estiver deitado (preguiça mode on).

  • Se fosse IR seria melhor ainda, pois dava pra usar o controle universal learning. RF faria o Home ganhar mais um controle…

  • Julio, tá na mão:

    http://www.dealextreme.com/p/ir-remote-controlled-ac-outlet-for-appliances-220v-12902

    Funciona bem, com um controle vagabundo funcionou a uns 4 metros. Não testei com mais distancia, mas acho que com um controle bom… !!!!

  • Eu tenho um desse ai, que comprei depois de ler um review do Jefferson, mas até hoje ainda não tive paciencia pra fazer ele virar um interruptor paralelo, para acionar junto do interruptor de parede. E tenho um certo receio dele ser daqueles que volte ao estado "desligado" apos uma queda de energia (isso faria a lampada acender, caso o interruptor esteja na posição com o rele desligado)

  • Qualquer controle RF serve pra ativar o interruptor, ou preciso obrigatoriamente do controle RF que vem no kit?

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Carlos,

    Como regra geral, controles remotos (seja IR ou RF) não são intercambiáveis. São diversas variáveis envolvidas na geração do sinal e não existe um padrão. Pelo contrário: é preciso que exista a diferença pois do contrário o seu vizinho iria interferir com toda a sua casa e vice versa.

    Apenas dispositivos explicitamente do tipo "learning" podem usar outros remotos. E não existe "learning" para RF.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Rodrigo,

    Sem visada e com uma parede no caminho. Porém com janela e porta abertas.

  • Legal jefferson, minha ideia
    colocar num ponto que ficaria no final de um
    corredor em L.

    Vou comprar um para testar.

    enviado do meu R2D2

  • Jefferson, vou botar tua afirmação em cheque, veja se encontra algo errado no meu raciocínio: pelo menos em IR, sei que existem sim controles intercambiáveis, pelo menos entre aparelhos de mesma marca. Já fiz isso com televisores e receptores de TV a cabo, sem o menor problema. Mas com RF, capaz que você tenha mesmo razão, não parei pra pensar nisso. Eu admito que sou muito leigo em eletrônica. Vou ler sobre RF e entender um pouco melhor o assunto.

  • Data venia,

    Para RF há os controles do tipo code learning muito usados em portões eletrônicos, a maioria é baseado no chip HT6P20B que pode enviar até 4 códigos diferentes. Controles baseados no chip HT6P20B podem enviar até 16 códigos diferentes. Mas é claro que o dispositivo controlado tem de ser compatível.

  • Carlos, os IRs que você comentou são intercambiaveis pois são da mesma marca, o IR é padrão, ou seja, ao pressionar o controle da TV, o controle envia uma sequencia de "sinal" (1´s e 0´'s) e todos os aparelhos IR que estão no caminho irão receber o "sinal", porem só o que entender o sinal que irá atuar.

    No RF tem um porem, porque existe a frequência portadora do "sinal", e é bem dificil 2 controles terem a mesma frequência, que dira ainda o "sinal" que é enviado.

    Espero ter sido claro.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Complementando o que Rodrigo disse, em RF temos três variáveis básicas:

    Frequência portadora
    Método de modulação
    Códigos enviados

    Já os controles IR usados em aparelhos domésticos como TV, DVD e rádio são mais ou menos padronizados de forma que só a terceira variável costuma ser problema.

  • Em IR não tem frequencia portadora. Não exatamente.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Tiago,

    "Para RF há os controles do tipo code learning muito usados em portões eletrônicos,"

    Esse é um caso diferente, como você mesmo apontou. O alarme do meu carro também é capaz de "learning". Mas não adianta eu tentar usar um transmissor de outro sistema com learning, porque ele não vai aceitar.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Rodrigo,

    "Em IR não tem frequencia portadora. Não exatamente."

    Sempre entendi que controles IR usavam uma portadora. E o artigo na wikipedia sobre o protocolo RC-5 também menciona portadora.

    http://en.wikipedia.org/wiki/RC-5

    The command data is a Manchester coded bitstream modulating a 36 kHz carrier.

  • Jefferson, Eu entendo portadora como na descrição da wikipedia:

    "A portadora é um sinal analógico em forma de onda (tipicamente senoidal) que será modulado (alterado) para representar a informação a ser transmitida."

    Como o IR é digital, entendo portadora como a velocidade de comunicação, ou "Baud rate", então esta ok. Foi só um conflito de conceitos.

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

[BUZZ] Isso é melhor que um iPad?

Se depender apenas nas opiniões de usuários exibidas pela BIC, isso aqui é melhor que um iPad:

Só o fato de ser um GPS de 10.2″ com Android já está me fazendo salivar. Segundo um dos usuários, a autonomia da bateria é de 2h30min.

José Carneiro, isso tem potencial para resolver o seu problema de leitura de documentos no meio do mato :)

20 comentários
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

[BUZZ] É, o Brasil é muuuuuito sério.

É, o Brasil é muuuuuito sério.

http://colunistas.ig.com.br/poderonline/2011/05/12/livro-usado-pelo-mec-ensina-aluno-a-falar-errado/

"preconceito linguístico" é uma "pérola"!

Uma coisa é ensinar as crianças a respeitar (respeitarem?) as dificuldades linguísticas dos menos afortunados. Com essa idéia eu concordo.

Outra coisa, bem diferente, é dizer que "não existe certo ou errado". Ora, se "tanto faz", que acabe-se com o ensino da língua nas escolas. Afinal, para que frequentar sala de aula para ouvir que eu posso falar do jeito que quiser e que qualquer reclamação é "preconceito linguístico"?

 

20 comentários
  • Ricardo Menzer - 127 Comentários

    Nós está cada vez mais indo pros buraco!

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Pois é. Toda vez que eu vejo uma das propagandas do governo sobre nossos índices de educação eu penso: "me engana que eu gosto".

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    E precisamos lembrar que não é a primeira vez que o MEC aprova um livro com conteúdo absurdo. Lembrem-se da vez em que passou um livro de história recheado de delírios pró-comunismo:

    http://www.gabrielchalita.com.br/artigosetextos_int.php?id=179

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    E quando os alunos de escola pública, ensinados dessa maneira, forem competir com os alunos de escola privada por um emprego, não vai faltar quem diga que há "preconceito" quando as estatísticas mostrarem a balança pendendo para o aluno da escola particular.

    Qual é o diretor de empresa que quer uma recepcionista ou telefonista falando "nós vai"?

  • Cartilha do PT! vamos todos aprender o Lulês…

  • Jefferson, nunca é bom comprar 100% do que publica a grande imprensa.

    Me parece que a discussão sobre esse livro está completamente enviesada. Pelo que pude apurar, o livro se destina a alfabetização de adultos e a parte dele tratada na matéria (e nos telejornais), foi tirada do contexto. A idéia é ensinar que a língua é viva e que a forma como ele, aluno, fala, não é errada, mas que a mesma não segue a norma culta e não deve ser utilizada para escrever. No mais, recomendo a leitura do texto do link abaixo:

    http://marcosbagno.com.br/site/?page_id=745

  • Boa polêmica ! Realmente, interessante o comentário e texto indicado pelo outro colega, segundo ele, o livro é para a alfabetização de adultos. Ahhh, então nesse caso, não há problemas em aprender errado ? Falar errado tudo bem ! Nossos recentes representantes da nação já o fazem. Mas aprender errado pode ?

  • Elton, não é uma questão de "aprender errado" ou ensinar errado. O livro só trata, em um de seus capítulos, das diferenças que existem entre a língua falada e a escrita, diferenças regionais e usos fora da norma, mas comuns. Ele não defende nem ensina que se fale e escreva de tal modo.

    Vamos dar um exemplo de erro comum? Usar espaço antes de ponto de exclamação ou de interrogação. É errado, afinal, você não usa espaço antes de nenhum tipo de pontuação, seja vírgula, ponto final, dois pontos ou os citados pontos de exclamação ou interrogação.

    Note que você comete estes erros no seu comentário acima, que nem por isso deixa de ser bem construído e ter coerência linguística. Note também que meu comentário não tem o objetivo de ofendê-lo, corrigi-lo ou humilhá-lo, apenas é uma demonstração que "erros" muitas vezes se dão mais pelo uso do que pela ignorância.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Walter, eu gostaria de ter os fatos concretos. Mas eu gostaria de ver a defesa oficial do MEC. Quando a reportagem foi ao ar, nem a defesa do MEC nem a da autora falava de nada sobre adultos. Sendo verdade que o livro era destinado exclusivamente à alfabetização de adultos, a coisa muda de figura e eu admito que caí em mais uma estupidez da imprensa tradicional, porque para isso não ser mencionado na reportagem certamente deve ter havido uma edição maldosa.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Dito isso, eu realmente gostaria de pôr os olhos em um PDF do livro. Porque a não ser que a frase do "preconceito linguístico" tenha sido colocada maldosamente fora de contexto, eu ainda vou achar um absurdo, quer seja para alfabetização de crianças ou adultos.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    "apenas é uma demonstração que "erros" muitas vezes se dão mais pelo uso do que pela ignorância."

    Mas convém observar que eu, pelo menos, estou sempre pronto para corrigir meus erros e embora fuja do linguajar rebuscado faço o possível para ficar dentro da norma culta.

    O livro, ao dizer que não está errado falar com um monte de erros de concordância, presta um desserviço. É claro que é preciso ver o livro para ter certeza do contexto.

  • José Carneiro - 196 Comentários

    Jefferson,
    Vou dar uma opinião sem conhecer os fatos.
    Se esse capítulo do livro é direcionado à quebra do preconceito e da vergonha que os alunos sentem ao ingressar tardiamente na escola, acho compreensivo, porém o professor terá papel fundamental para a não propagação dos erros de lingüística.
    Também acho que uma parcela muito grande da população que acabou o segundo grau é analfabeta funcional e não teria livro algum que faria isso mudar, mas isso é outro detalhe.
    Agora, se o livro for destinado ao embelezamento de números de redução alfabetização, concordo que é uma vergonha.
    Pensando sem coloração partidária, como o professor tem um papel fundamental no ensino e a maioria dos nossos mestres não tem a mínima condição de dar aulas, não creio que esse livro vá fazer diferença alguma, mas isso é minha humilde opinião.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    "como o professor tem um papel fundamental no ensino e a maioria dos nossos mestres não tem a mínima condição de dar aulas, não creio que esse livro vá fazer diferença alguma, "

    Eu concordo em parte. Sei que nosso ensino é "uma zona". Mas acredito que toda e qualquer iniciativa deva ter como objetivo nos tirar da lama e não fazer com que nos sintamos mais à vontade chafurdando nela.

    Isso é perigoso e inquietante por mais de um motivo.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Qual seria o próximo passo? Ensinar que escrever "Orden e Progreço" na nossa bandeira está certo? Até eu poderia encontrar um argumento para defender isso.

    Mas jamais o faria.

  • Jefferson, não sou linguísta, mas já lí muitos deles defendendo sim maior valorização ao uso popular da língua. Em todo caso, acho que podemos melhorar o debate, achei o livro para consulta, dei uma rápida olhada e tenho certeza que o tema foi tirado do contexto para uso político. Vou ler com mais calma, enquanto isso, segue o link para a apreciação de vocês:

    http://www.viveraprender.org.br/a-colecao/viver-aprender-%E2%80%93-2%C2%BA-segmento-do-ensino-fundamental-eja/volume-2-por-uma-vida-melhor/

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    O servidor deles não aguenta duas pessoas lendo ao mesmo tempo. Está leeeeeeeento demais aqui. Na verdade, nem abriu o livro ainda.

  • De toda forma, preciso fazer uma correção ao que eu disse anteriormente. Apesar da Coleção Viver Aprender ter livros dedicados ao ensino de adultos, o livro em questão é voltado para o ensino fundamental

  • Jefferson, dá pra salvar como pdf.

  • José Carneiro - 196 Comentários

    Jefferson,

    "Mas acredito que toda e qualquer iniciativa deva ter como objetivo nos tirar da lama e não fazer com que nos sintamos mais à vontade chafurdando nela."

    Isso que eu estava falando no início, se for com o propósito de quebrar o preconceito e ajudar os alunos a se soltarem, creio que seja compreensivo, mas vai depender muito do professor e isso eu acho muito perigoso.

    Mas como o Walter falou, "o livro em questão é voltado para o ensino fundamental", não tem justificativa alguma, todas as minhas conjecturas foram quebradas e o Brasil continuará a formar analfabetos funcionais.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    De toda forma eu ainda quero dar uma olhada com mais atenção. O tal Marcos Bagno, se estiver falando um monte de m**da não seria o primeiro professor universitário a fazê-lo (afinal, não estamos mesmo discutindo a qualidade do ensino no Brasil?), mas suas credenciais versus o histórico de besteiras da imprensa me obrigam a parar e pensar.

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

[BUZZ] É possível contornar o bloqueio do Muambator.

Como prova de conceito de como é possível contornar o bloqueio do Muambator com uma aplicação, eu criei um software bem simples: o WFS Tracker:

https://ryan.com.br/wp/wfs-tracker/

Eu não ia gastar tempo com isso, mas matutando sobre o assunto eu percebi que era mais fácil do que parecia e eu podia fazer algo simples sem nem usar um banco de dados.

Basta colocar sua lista de TNs do lado esquerdo. O programa salva automaticamente a lista.

Estou trabalhando numa versão que, entre outras coisas, vai salvar o último status e, se não der muito trabalho, mandar e-mail caso o status mude.

20 comentários
  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Nesta versão eu não uso nenhuma medida para tentar enrolar o site dos Correios e coleto os status sequencialmente, sem pausas.

  • Muito bom para primeira versão.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Nesta versão eu só verifico o site dos Correios. Não integrei ainda com o Hong Kong Post ou o China Post. Assim qualquer encomenda que não tenha ainda sido registrada no Brasil vai dar "não encontrado".

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Estou aceitando sugestões. E por favor me avisem de qualquer bug que acharem.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Atenção: Em alguns casos o meu programa vai acusar "conferido" quando o último status do Muambator é "Recebido/Brasil". Isso é um bug/esquisitice do Muambator, que divide o status "conferido" em dois.

  • A primeira versão ficou simples e funcional, gostei. Uma sugestão é permitir a adição de tags, ao menos uma, mas de forma simples que possa ser adicionada ao .txt, usando um ";" como separador, por exemplo.

    Edit: Ah, outra sugestão, se não for complicar demais, é deixar o link do lado direito clicável com a URL apontando pro rastreador do site, aquela URL direta que já mostra os dados do rastreio no site dos Correios.

    Essa URL: http://websro.correios.com.br/sro_bin/txect01$.QueryList?P_LINGUA=001&P_TIPO=001&P_COD_UNI=PB079709638BR

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    O programa vai ter suporte a tags e comentários. Está na minha lista.

    E provavelmente vou usar ";" como separador mesmo. A não ser que acabe ficando pouco legível.

    Gostei da idéia do link. Já tinha sentido falta disso no Muambator. Edit: Porque embora o Mumabator mostre a situação completa do item, mostra de uma forma que às vezes gera dúvidas, como é o caso do Recebido/Conferido.

  • O Muambator tem o link pro site dos Correios sim, mas só aparece "dentro" do link do pacote, não parece link porque é uma imagem com a marca dos Correios, só se nota se passar o mouse em cima da imagem, hehehehe, eu demorei pra achar isso.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Nova versão online com suporte experimental ao HongKongPost. Se alguém tiver algum código que não estiver funcionando, me passe para que eu possa checar o motivo.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Eu esqueci que o China Post já é integrado com o site dos Correios. Eu não preciso fazer nada a mais para checar "CN".

  • Baixei o 0.1a, mas apesar do .zip ter o "a", o .exe não tem, nem no "title" da janela, não notei nada de diferente, acho que não era a versão 0.1a de fato, o que era pra aparecer de diferente? (eu tenho TN de HK na lista, deu isso: RB244191750HK – Não encontrado).

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Daqui, está dando: "The Track and Trace System is now busy, please try later. "

    O programa é esse mesmo. Eu é que esqueci de mudar a versão.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Nova versão online

    * Algumas mudanças cosméticas
    * Caso o site não responda em 5s, agora aborta.

  • Deveras interessante…
    Você poderia disponibilizar o código?

  • Jefferson, parabéns pelo programa.

    Estou na última versão, deu um erro: "Socket capture aborted."
    Essa é a mensagem de quando aborta?

    Foi uma mensagem em janela de erro com OK, cliquei OK e o mouse continuou como 'relógio' de espera.

    A primeira vez que abri fui tentar apagar todos os códigos de testes, apertei CONTROL + A para selecionar tudo e nada, tive que selecionar no mouse, seria bom funcionar e ter um botão para limpar a lista.

    Como o Julião disse, o Muambator tem esse link mesmo, mas é difícil achar. Um link no programa vai ser muito bom mesmo. Melhor ainda se abrir dentro do programa mesmo, talvez na direita, clica e ele abre na direita em uma janela interna com o IE integrado, isso seria bem interessante, sem precisar abrir outro navegador. Tem muito espaço.

    Enquanto escrevo estou rodando mais códigos e apareceu outro erro: 'Socket readln aborted.' , o mouse continua com o ícone de wait.

    Sobre seu status: Não encontrado.
    Ele gera dúvidas, tipo, o destinatário não foi encontrado?? Foi a primeira coisa que pensei, seria por algo tipo 'status não disponível'

    Mais baseado na resposta dos Correios mesmo: "O nosso sistema não possui dados sobre o objeto informado."

    Outra sugestão, programar auto-consulta, o programa fica no tray e você programa ele para checar de 10 em 10 min. (configurável). Algo assim. Cara tem muita coisa mesmo em mente, muito bom, parabéns :)

    Olha, se você precisar eu tenho mais de mil códigos, 90% desses são "Entregue" os últimos que possuem outros tipos. Se você quiser te passo a lista.

  • Aliás, desses mil códigos que tenho, tive que cadastrar muitos no Muambator, sério, foi complicado :)

    Com o seu programa, que faz consulta em lote, teria me salvado, boa idéia.

    Terminei um teste com sucesso. Mas o sistema não informa nada, tipo, consulta finalizada, e continua com o mouse em espera. Fica parecendo que o programa travou.

    E ao final, quando colei meus códigos ficaram duas linhas em branco, daí mostra a mensagem 'Este código não tem 13 caracteres', achei estranho, mas identifiquei que seria a linha mesmo. Seria bom que se fosse linha branco o sistema não efetuasse consulta.

    Fiz um teste, coloquei um código com espaços ao final:

    "RB275200540HK "

    E deu o erro de 13 caracteres.

    Dica, poe um TRIM (não sei como é no Delphi), para o sistema limpar os espaços ao início e fim.

  • Show de bola o programinha ! O muambator era uma mão na roda, espero que resolvam o problema.

  • Estranho… o Muambator voltou a funcionar agora, inclusive o Aplicativo para iPhone. Acabei de receber um aviso por Push.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Sim, voltou. Mas vou continuar a aperfeiçoar meu programa. Ele pode ser mais útil para mim que o Muambator.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    @Adlen Lucas,

    Infelizmente, meu código-fonte é uma das raras informações que eu não compartilho.

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »