Testando a maquininha de cartão SumUP TOP

Esta é uma análise em andamento. Eu acabei de receber e tenho pouco uso para ela. Além disso é a primeira vez que me coloco do “outro lado” de um processo de pagamento por cartão: É a primeira vez que opero uma “maquininha” como vendedor e não como comprador. Se tiverem alguma pergunta sobre o dispositivo, o aplicativo ou o processo, façam que responderei se souber.

Contrariando a minha tradição, não espere por fotos do interior da produto. Nesse tipo de dispositivo existe sempre a possibilidade de existir um sensor que o inutilize caso seja detectada a abertura. Eu só arriscaria isso em uma com defeito e fora da garantia.

A Sumup TOP é um dispositivo minimalista que tem diversas limitações:

  1. Não tem impressora;
  2. Não lê tarja magnética;
  3. Não suporta NFC;
  4. Não tem WiFi nem suporte a chip celular;
  5. Conta com um display bem limitado.

Parece ser uma longa lista de motivos para você não adquirir o modelo, mas não é tão ruim quanto parece.

As limitações 4 e 5 são compensadas pelo uso em conjunto com um celular com bluetooth. A máquina se comunica com a operadora através da conexão do seu celular com a internet e a maior parte das operações que requer um display é feita no seu celular. O display da maquininha só precisa exibir para o cliente as mensagens que o cliente precisa ver, que são poucas e curtas.

As limitações 2 e 3 eu não acho relevantes por motivos opostos: A tarja magnética está em desuso (ainda existe cartão de débito/crédito que não tenha chip?) por ser a menos segura (o cliente não digita uma senha, ele assina o comprovante, o que aumenta o risco de fraudes) e o NFC é muito “recente”. Para o cliente que exige pagamento sem contato o app da Sumup oferece o “link de pagamento” que você pode enviar para o cliente por whatsapp ou outro meio. Não é tão conveniente quanto simplesmente aproximar um cartão, claro.

A limitação 1 é a mais chata, mas quantas pessoas realmente guardam os recibos impressos? E o modelo mais barato da Sumup com impressora custa R$150 mais caro. Como consumidor eu acho que a capacidade de mandar o recibo por e-mail ou SMS é um substituto vantajoso para o impresso mas isso tende a deixar a operação mais lenta, principalmente no caso de ter que digitar um endereço de e-mail.

Pontos positivos:

  • Barata – Eu comprei em 12x de R$3,90 no último dia 19 mas está em promoção na “Black Novembro” por 12x de R$2,90. Barata o bastante para você comprar “só para ver como é que é” e também para você não se preocupar tanto com a possibilidade dela cair no chão e quebrar ou ser roubada/perdida. Não, não há mercado para o roubo desse tipo de coisa mas nem todo ladrão sabe disso ou se importa, querendo mesmo é te dar prejuízo;
  • Leve e compacta – Literalmente cabe no seu bolso. 120g com as pilhas alcalinas e capinha azul.

Pontos negativos: 

  • Não funciona com pilhas recarregáveis – Sequer liga. Eu poderia até fazer uma longa reclamação sobre como isso é ruim para o meio ambiente e blá-blá-blá… mas meu problema com isso é econômico mesmo. Vamos supor que a maquininha realmente chegue a 300 transações sem precisar de pilhas novas como o suporte da Sumup sugere. Isso dá no máximo 15 transações por dia se seu negócio opera apenas em dias úteis para esgotar as pilhas em um mês. Com duas pilhas alcalinas Duracell (se colocar vagabundas vai ser pior) custando entre R$5 e R$6 se você tiver que trocar apenas uma vez por mês isso já vai te custar entre R$60 e R$72 por ano. Se você tiver que trocar mais vezes que isso como sugerido por esta reclamação (você encontra outras aqui) já teria sido melhor ter comprado o modelo seguinte, Sumup ON, que usa bateria recarregável. Para o meu perfil isso não deve ser problema pois não espero ter que fazer mais que uma transação com cartão por dia, porém por via das dúvidas eu estou guardando a maquininha com as pilhas separadas.  Uma pilha alcalina de boa qualidade pode reter sua carga por anos (segundo a batteryuniversity, perde até 3% da carga por ano).
  • O teclado é “chatinho” –  O teclado não tem feedback tátil (não são “teclas” de verdade), apenas audível. Normalmente só quem vai usar o teclado da máquina é seu cliente e somente para digitar a senha, pois todo o resto é feito no app mas já na transação de teste eu tive certa dificuldade para digitar a senha do meu cartão. E você não pode ajudar o cliente nisso exceto por dizer “tecle devagar, esperando pelo bip”;
  • Exige bluetooth 4.0Não é qualquer celular que vai funcionar.

Outras considerações

O texto do recibo enviado é em português, mesmo que seu Android esteja configurado para inglês. Eu prefiro usar o Android em inglês e ao ver a app abrir nessa língua fiquei me perguntando se o cliente iria conseguir ler o recibo. Mas a Sumup envia em português mesmo;

Ao fazer o cadastro na sumup, antes mesmo do envio da maquininha, você vai ter a oportunidade de preencher os seus dados pessoais e os dados do seu negócio. Tenha em mente que os dados que você colocar como do seu negócio vão aparecer nos recibos. Como sou pessoa física e não tenho ponto comercial eu preenchi o endereço do meu negócio como sendo o meu endereço residencial e acabei me surpreendendo ao ver esse endereço aparecer no recibo, juntamente com meu CPF. É perfeitamente compreensível mas cria um problema de privacidade e pode ser especialmente indesejável se você é uma mulher atraente, mas mesmo sendo homem eu não gosto disso. Não é problema para mim agora porque no meu ramo atual meus clientes podem (e às vezes precisam) saber onde moro. Você pode pensar em colocar um endereço qualquer como endereço do seu negócio mas isso talvez crie um problema mais adiante pois embora no meu cadastro até agora não tenham exigido documento algum, existe um item no menu da conta chamado “Enviar documentos” que inclui entre outros os documentos com o endereço do seu negócio.

Para fazer vendas parceladas você deve usar antes o menu Mais -> Calcular Taxas do app para saber o valor total da venda. Você pode escolher entre repassar ou não as taxas ao cliente.

 

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
5 comentários
  • Trabalhador Anonimo - 18 Comentários

    Tenho uma destas, mas só usei uma vez. A chegada do PIX tem feito meus clientes optarem por esta modalidade para evitar “contato”. Estou satisfeito com ela justamente por ser simplista e com menos coisa para dar defeito.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Luciano - 440 Comentários

    Eu tenho usado a Pont Mini do mercado pago. A maquina paguei 50 reais a vista em um "atravessador" aqui na cidade. Entre aspas porque na época estava como mesmo preço comprando direto do mercado pago. E comprando dele peguei a maquina na hora.

    A coisa de um mês atrás ela deu problema, acusou o erro de como se eu tivesse violado máquina (aberto) mesmo sem ter feito isso. Vi pelo faq deles que eu posso devolver a máquina para "conserto" e inclusive no motivo lá existe o mesmo erro que ocorreu aqui (o que leva a pensar que é um defeito até que frequente), e me enviaram uma nova sem custo.

    Ela tem bateria interna recarregavel. Não sei dizer quanto tempo aguenta, pois eu uso muito pouco e deixo sempre desligada, só lembro de plugar ela num carregador uma vez por semana pra evitar "pane seca".

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 6.164 Comentários

      Eu descartei a possibilidade de usar máquina do Mercado Pago por ser uma empresa do grupo Mercado Livre. Eu reconheço que é uma situação diferente nesse caso porque nesse mercado o MP não goza da mesma falta de concorrência que permite o ML ser abusivo, mas o comportamento do grupo argentino deixou cicatrizes.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Francielle Rabelo - 1 Comentário

    Tenho a minha Sumup top tem quase 2 anos. Uso pilha recarregável desde que comprei ela e a pilha dura 4 a 6 meses dependendo o movimento. Faço 50 a 70 vendas por mês nela, fora link e pix. Minha pilha recarregável é da Sony e dá certinho.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Análise de um extensor de baixo custo HDMI via cabo único CAT5/CAT6

Esta é uma análise em andamento. Estou publicando o que já apurei na esperança de que seja útil.

Todos os extensores que analisei até agora neste blog tinham em comum o fato de exigirem um par de cabos CAT5 ou CAT6. A adaptação nesse caso é mais simples, porque a quantidade de fios em um cabo HDMI (19) é quase a mesma de dois cabos de rede (16). Transportar todos os sinais HDMI com apenas 8 fios (um cabo) é consideravelmente mais complicado e por isso esses extensores costumam ser bem mais caros. Por isso fiquei surpreso ao encontrar um extensor desse tipo custando o equivalente a apenas R$20 na aliexpress.

Sim, R$20 pelo par, TX e RX. Eu comprei dois pares, de vendedores diferentes, para me certificar de que um possível defeito não comprometesse minha análise.

Eu estou fazendo testes usando este splitter HDMI ligado ao TX e um monitor de 18″ ligado ao RX. A resolução é de no máximo 1360×768 por enquanto.

  • Com um cabo CAT5e de 7m Furukawa Multilan o funcionamento é errático. Hora funciona na primeira tentativa, hora não. E um dos TX apresenta diferença de comportamento com relação ao outro. No meu primeiro teste essa diferença era apenas o aparecimento de “ruído” na forma de pontos coloridos piscando na imagem. Em outro teste dias depois o segundo TX sequer deu imagem com esse cabo;
  • Com um cabo CAT6 de 16m Furukawa Gigalan tudo parece funcionar direito. Os dois TX funcionam, sem ruído.

Nenhum dos cabos testados tem blindagem. Uma coisa que descobri ao crimpar um dos cabos errado é que se você inverter o par azul a imagem fica verde.

Neste ponto é preciso observar que só funcionar com CAT6 já complica bastante a relação custo-benefício. Um cabo HDMI de 15m custava aqui em Recife (admito que antes da pandemia e de procedência duvidosa) R$50. Aparentemente o metro de cabo CAT6 de boa procedência está custando R$2 se você comprar a caixa de 305m. Isso dá R$30 só de cabo.  Somando conectores e mais R$20 do extensor, já passamos dos R$50. Usar CAT5/CAT6 é vantajoso por você poder passar cabo por lugares onde o danado do plug HDMI não passaria e poder cortar o cabo exatamente no tamanho desejado, sem ter que comprar um cabo até cinco metros maior e depois não saber onde esconder a sobra. Mas nem sempre isso é o mais importante.

Eu emprestei os dois pares e os dois cabos para o meu amigo José Carneiro testar. Ele não conseguiu imagem de jeito nenhum, com um PS3 ligado ao TX e uma TV fullHD ao RX.

Eu ainda pretendo fazer mais testes, com distâncias maiores que 16m e resoluções até o FullHD. O veredito até agora é: “funciona, mas com ressalvas” .

Por dentro

Ao desmontar o extensor fica claro porque é tão “barato”. O que não fica claro é como é possível que funcione!.

O único componente ativo é um mero regulador de tensão, marcado 662K. Provavelmente um LM6206N3 ou equivalente. As placas são identificadas como KY-16TX e KY-16RX.

Eu levantei um diagrama parcial do TX e cheguei à conclusão de que esse extensor talvez só funcione se estiver ligado a um splitter onde pelo menos uma das portas esteja ligada diretamente a um monitor (sem esse extensor). Isso porque o extensor pode ser incapaz de passar as informações de resolução da TV/monitor do RX para o TX.

E faz sentido que eu não tenha notado isso no meus testes, porque é justamente assim que está minha configuração. Eu tenho dois monitores ligados a um splitter, sendo um bem ao lado do receptor de TV, ligado por um cabo HDMI normal, e estou testando o extensor no monitor que fica mais longe. Para comprovar isso eu experimentei desconectar o monitor mais próximo e de fato o monitor remoto não exibiu mais imagem, estando ligado sozinho ao splitter via extensor.

Note que os pares que transportam os sinais DATA1 e DATA2 foram encarregados também de transportar os sinais SCL e SDA que são responsáveis por comunicar ao dispositivo “source” as características do monitor/tv/projetor. Isso parece engenhoso. Os pares funcionariam como SCL/SDA no momento da conexão e depois passariam imediatamente ao papel de DATA1/DATA2. Mas não estou certo de que isso realmente esteja funcionando.

O extensor nem tenta transportar o sinal CEC. O pino 13 não está ligado a nada.

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
1 comentário
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Por dentro de um alto-falante bluetooth PLUGX WS-887

Este aparelho custa R$22 nas lojas chinesas aqui de Recife. A minha aplicação para ele é usar em conjunto com um receptor ISDB-T ou de satélite e um conversor HDMI-VGA para aproveitar como TVs os muitos monitores que tenho. Pode não estar tão fácil hoje por causa da pandemia, mas eu costumava comprar com certa facilidade monitores de 15″ por R$50 e de 19″ por R$80 na OLX. Monitores com som são mais práticos mas ainda não encontrei um que não tivesse um áudio péssimo e o dessa caixinha rivaliza com o de muitas TVs

O que diz o marketing ou pode se supor olhando para o aparelho:

  • Suporte a bluetooth com reprodução de mídia e atendimento de chamadas;
  • Rádio FM;
  • Porta USB para pendrives;
  • Conector microSD;
  • Entrada auxiliar P2 (3.5mm) – imprescindível na minha aplicação;
  • A embalagem faz uma referência a “autodyne”, mas esse termo se refere a um tipo de circuito de amplificação de rádio que até onde sei é obsoleto.

Por default opera no modo bluetooth. Um ou dois segundos após ligar dá a mensagem “the bluetooth device is ready to pair” em um inglês com forte sotaque chinês. Se houver um plug inserido (ou se este for inserido depois) o modo muda automaticamente e a mensagem é “AUX input mode”.

Funciona também enquanto está carregando, mas só se a bateria não estiver completamente descarregada. Testado na função AUX.

Na minha aplicação eu não consigo usar no volume máximo. O aparelho produz um ronco alto que desaparece quando dou cinco toques no botão de baixar o volume. Aparentemente o aparelho lembra a última configuração de volume pois eu só preciso fazer isso uma vez. Mesmo sem estar no volume máximo o resultado ainda impressiona.

Qualidade e volume

Nos dois quesitos a caixinha se sai muito bem. O volume é o suficiente para minha mãe no quarto ao lado fazer comentários sobre eu estar assistindo TV “muito alto” à noite. Eu possivelmente não acharia a qualidade aceitável se o objetivo fosse ouvir música mas para assistir TV é melhor que muitas TVs pequenas.

Como rádio FM

Para fazer a sintonia automática de estações FM, ao entrar no modo FM dê um toque no botão PLAY. O aparelho vai fazer a varredura e depois parar em uma estação. Mas eu encontrei um problema nesse modo que pode ser defeito da unidade que comprei: não consigo alterar o volume enquanto no modo rádio. Sempre avanço ou retrocedo nas estações. Esse problema não ocorre no modo bluetooth, entretanto. E o aparelho tem um som tão alto que esse problema pode inviabilizar o uso do rádio.

Eu constatei olhando na internet que em alguns lotes dessa caixa não há alça de pulso e o fio da antena FM é o único fio saindo da caixa, em outros ele sai junto com a alça de pulso e no meu caso a antena corre por dentro da alça e você só percebe que ela existe se procurar.

A bateria

A duração da bateria assistindo a TV é impressionante na minha aplicação. Fiquei dias usando com uma carga.

Em teoria você deveria ficar sabendo que a bateria está carregada pelo apagamento do LED vermelho, mas aparentemente um erro de projeto impede isso. Mas parece ser possível checar a carga da bateria no modo bluetooth com a app BatON. Testei no meu Samsung A5 que não tem bluetooth 4.0 e parece funcionar.

Na minha aplicação a bateria não ajuda em nada e me cria um pequeno inconveniente. Quando eu vou dormir ou saio de casa eu desligo os disjuntores do escritório, mas quando o receptor de TV é desenergizado a caixinha solta um ronco alto que requer que eu vá até ela desligar na chave. O que implica que sempre que eu volto preciso ir lá ligar novamente se quiser assistir TV.

Eu tentei resolver isso desconectando a bateria, mas o aparelho não funciona sem ela. O primeiro sintoma de que a bateria está desconectada ou com defeito é a mensagem de voz sair fortemente entrecortada. Não dá nem para distinguir que é uma voz. Tentei substituir a bateria por até 300uF em capacitores, mas a qualidade do resultado dependia da fonte usada.

Uma alternativa de qualidade similar e ainda mais barata que não sofre desse problema é usar a caixa EXBOM CS-39, mas isso requer que o adaptador VGA HDMI tenha uma saída de áudio funcional (muitos não tem) ou que você adapte o plug da caixa para a saída do receptor de TV.

Por dentro

Para abrir você solta três parafusos que estão ocultos sob a base emborrachada. No meu caso eu acabei arrancando pedaços da base procurando, mas com paciência deslizando um objeto pontudo você pode encontrar os orifícios dos parafusos e desparafusar sem causar danos. Passe o mouse sobre a imagem para ver a descrição das partes principais.

O chip principal é um AS19BP00237-28B4 fabricado pela JetLi. Infelizmente há praticamente zero informações sobre os produtos dessa empresa na internet.

O amplificador é um HAA2018 cujo fabricante também não ajuda. Os dois canais de entrada de áudio são interligados (em curto) já no conector de 3.5mm. Apesar de isso soar como algo ruim é comum em aparelhos desse tipo, que recebem um sinal estéreo mas produzem uma saída mono. Porém eu não arriscaria ligar nele um aparelho com saída amplificada, destinada a fones de ouvido, principalmente se for caro como um celular. Na minha aplicação com receptores de TV essas saídas são mais resilientes.

Eu acho que o “segredo” da caixa está no alto-falante, que pesa 94g. Mais da metade dos 165g do produto.

No diagrama da alimentação é possível ver que o propósito do LED vermelho deveria ser mostrar quando a bateria está carregada, apagando. Mas provavelmente calcularam errado os componentes.

Esta parte do diagrama mostra que o fabricante do CI principal usa um método baseado em capacitância para poder ler todos os botões usando apenas uma entrada.

 

 

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
3 comentários
  • Ricardo - 125 Comentários

    Sobre o ruído ao desligar a fonte de áudio, talvez ligar um resistor de valor médio entre o sinal e o gnd possa ter algum resultado. É o que eu tentaria primeiro.

    eu já tive uma caixinha que também compartilhava os botões de troca de estação com volume. Pra usar uma das funções, era só apertar rapidamente o botão. Pra usar a outra, apertar e segurar. Tentou usar dessa forma?

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 6.164 Comentários

      Sobre o ruído ao desligar a fonte de áudio, talvez ligar um resistor de valor médio entre o sinal e o gnd possa ter algum resultado. É o que eu tentaria primeiro.

      Faz sentido. Vou testar.

      eu já tive uma caixinha que também compartilhava os botões de troca de estação com volume. Pra usar uma das funções, era só apertar rapidamente o botão. Pra usar a outra, apertar e segurar. Tentou usar dessa forma?

      Eu acho que poderia ter sido mais claro no texto. Sim, cada botão da caixa tem pelo menos duas funções e os botões de volume são os mesmos botões para avançar e retroceder. No modo BT ambas as funções funcionam. No modo FM o aparelho ignora o comando de volume e transforma em um comando de troca de estação.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • luciano - 1 Comentário

    alguem sabe onde encontro o botão de volume para comprar?

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Por dentro de um splitter HDMI 1×2 de baixo custo

Esse splitter pode ser encontrado em uma loja chinesa aqui do Recife por R$30. Supostamente compatível com 4K e 3D, mas não testei com nenhum dois dois.

O LED vermelho acende tanto na conexão do cabo HDMI (energizado) de entrada quanto da fonte USB. Os LEDs verdes acendem na inserção de cada cabo de saída.

Componentes mais importantes

  • Microcontrolador de 8 bits STM8S003F3 – Necessário caso o projetista queira implementar DHCP por software. Mas até agora a única utilização que identifiquei foi a detecção dos cabos nas portas de saída;
  • Lontium LT861025X – O Datasheet embora não esclareça muito informa que realmente se trata de um produto compatível com 4K;
  • EEPROM 24C08 – 8Kbit (1KB) – Usada pelo chip splitter;
  • AMS1117 – Regulador LDO (linear) de 3.3V;
  • Componente marcado A16F – CI regulador chaveado de 1.8V não identificado.

O footprint para um conector de 4 pinos tem as marcações SWIM e NRST, que são indicação de que se trata da porta de debug/comunicação do microcontrolador, usando o protocolo STM8 SWIM.

Os diagramas a seguir foram levantados por mim e não são rigorosos.

Splitter HDMI 1x2 Lontium diagrama da alimentação (parcial)

Diagrama parcial da alimentação (falta o circuito de 1.8V)

 

Splitter HDMI 1x2 Lontium diagrama microcontrolador

Diagrama parcial do microcontrolador. Possíveis conexões com o CI de processamento de vídeo não são exibidas.

Conforme você pode notar pelos dois diagramas, toda a alimentação pode vir tanto da porta HDMI de entrada quanto da entrada USB. A queda de tensão no diodo schottky é de cerca de 0.3V. Isso implica que a tensão fornecida pela porta HDMI precisa ser 0.3V mais alta que a fornecida pela porta USB para que a primeira possa contribuir com alguma corrente para o circuito.

Como os LEDs verdes só acendem se o microcontrolador estiver alimentado, o fato deles não acenderem quando você plugar os cabos de saída é uma boa indicação de que o splitter não está recebendo alimentação suficiente. Isso é particularmente provável de acontecer se estiver alimentado apenas pela porta HDMI. Mas perceba que o uC se baseia nos sinais de hot plug da saídas o que implica que com certos cabos o respectivo LED pode nunca acender ou, pior, a respectiva saída nunca ser ativada.  Eu pensei que isso seria um problema com extensores HDMI mas ao checar os levantamentos que fiz neste modelo e neste, constatei que o sinal hot plug (também chamado de HPD) é preservado.

Consumo de energia

  • Sem entrada de vídeo: Consumo inferior a 10mA. Meu medidor USB não consegue medir nada;
  • Com entrada de vídeo e conectado ao meu HT Samsung (apenas áudio): 170mA;
  • Mesmo setup anterior acrescentando um conversor HDMI-VGA à outra saída: 280mA;
  • Trocando o HT Samsung por outro conversor HDMI-VGA: 410mA.

Obviamente o aumento da corrente ao acrescentar conversores HDMI-VGA nas saídas se deve ao menos em parte ao consumo dos conversores. Eu estava tentando determinar se o consumo do próprio splitter aumenta também, mas não consegui com esse setup. Eu preciso de dois monitores DVI/HDMI.

Pelo menos usando resoluções de até 1360×768 o chip fica apenas levemente morno. Não consegui notar diferença na temperatura do chip usando apenas uma ou as duas saídas. Talvez com 4K precise de dissipador, mas só testando.

Minha utilização

Eu tinha um receptor de satélite ligado à única entrada HDMI do meu HT Samsung e um monitor comum de 19″ ligado à saída do HT por meio de um conversor HDMI VGA. Mas essa configuração tanto podia funcionar sem dar problemas por meses quanto passar dias seguidos sendo uma fonte de frustrações, com a imagem no monitor ficando esverdeada logo ao ligar ou apresentando outro problema qualquer. Eu “aproveitei” que na semana passada o HT estava me dando nos nervos com esse problema e instalei esse splitter na saída do receptor. Usei uma saída para ligar ao meu monitor e a outra para ligar ao HT. O problema da tela esverdeada sumiu imediatamente. Então eu decidi “forçar a amizade” e instalei um splitter HDMI passivo que custa R$10 aqui em Recife na saída que vai ao monitor e liguei dois monitores, cada um com seu conversor HDMI-VGA. Pelo menos na resolução nativa desses monitores, 1360×768, funcionou surpreendentemente bem. Eu só tive problemas quando a fonte USB não estava dando conta do consumo e uma parte significativa da corrente estava vindo da porta HDMI do receptor de satélite. Como este geralmente não pode fornecer muita corrente (sequer suporta o conversor HDMI-VGA ligado diretamente a ele) o indício que eu tinha de que a alimentação era insuficiente era a imagem do monitor ligado via conversor HDMI-VGA piscando mas sem haver interrupção no som do HT. Isso me dizia que o splitter estava funcionando mas a tensão estava chegando muito baixa ao conversor HDMI-VGA. Melhorando a fonte USB o problema sumiu,

Ter dois monitores era um desejo antigo meu. O monitor fica voltado para onde fico sentado ao computador, mas quando eu me afasto para trabalhar na bancada consertando máquinas de clientes eu deixo de ver a imagem. Com o splitter eu pude colocar outro monitor, voltado para a bancada. E estou pensando em conectar um terceiro monitor, no recinto onde eu durmo.

Problema com cabos longos ao ligar

Um problema recorrente se manifestou na minha aplicação: embora o monitor mais próximo do splitter sempre funcione sem falhas, o monitor mais afastado, que está ligado com dois cabos de tamanho padrão conectados por uma emenda HDMI, invariavelmente liga com uma imagem semelhante a de um canal de TV analógico fora do ar. Eu admito que os leitores mais jovens nem deve saber como é isso, então aí vai uma foto:

Isso é contornado desplugando o cabo em qualquer lugar (na emenda, no splitter, etc) e conectando de novo ou desligando a fonte HDMI pelo controle remoto e ligando de novo. Até agora testado apenas com um receptor de satélite VIVO/GVT.

O problema parece ter sido resolvido definitivamente com o splitter de 4 portas. Na minha oficina tanto faz, mas tenho outra aplicação para a duplicação da cozinha onde pretendo colocar pelo menos três monitores e ligá-los em cascata com os splitters de duas portas além de economizar cabos simplifica a passagem dos mesmos, porque em vez da tubulação mais próxima do splitter ter que acomodar três cabos HDMI, só vai precisar acomodar um.

Análises feitas por terceiros de produtos semelhantes (praticamente os mesmos componentes) :

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
2 comentários
  • Claudio - 39 Comentários

    Aquele capacitor eletrolítico próximo do LED vermelho me dá nos nervos, falta uma mínima torção para ele colocar em curto a alimentação da entrada USB, argh!

    Olhando a face inferior da placa, parece que a solda desse capacitor e dos três LEDS foi feita à mão, depois da placa ter passado pela soldagem de máquina dos demais componentes. Não sei se isso é normal, mas me parece que a solda pode ter sido feita de forma meio amadora, com temperatura meio alta, pelas marcas que deixou na máscara. Não imagino que seja um problema, mas se algum LED não acender quando deveria, eu olharia com carinho essas soldas.

    De resto, não achei legal a ideia de ligar todas as alimentações juntas, é muito perigoso isso – já ouvi histórias de saídas HDMI de TVs queimando ao plugar/desplugar com a TV e aparelho ligados, e acho que esse splitter pode ser um fator se a TV não for resiliente. Ou se a fonte USB for meio vagabunda (quais as chances?), pode acabar injetando uma tensão muito alta nas saídas HDMI. Eu iria preferir apenas o terra comum em todo circuito e as alimentações totalmente isoladas, mesmo significando que precisa sempre plugar a alimentação USB para usar.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 6.164 Comentários

      Aquele capacitor eletrolítico próximo do LED vermelho me dá nos nervos, falta uma mínima torção para ele colocar em curto a alimentação da entrada USB, argh!

      Acho muito difícil de acontecer, mas quem se preocupar com essa possibilidade pode preencher o espaço entre os terminais com cola quente. É claro que isso não resolve o problema de quem não espera ter que abrir o splitter para checar essa necessidade.

      Ou se a fonte USB for meio vagabunda (quais as chances?), pode acabar injetando uma tensão muito alta nas saídas HDMI.

      Cabe ao usuário não usar uma fonte vagabunda. Eu comprei um splitter de quatro portas para testar e não pretendo usar a fonte que veio com ele. Se eu estiver conectando equipamentos caros nas saídas vou dar preferência a usar uma fonte velha original de celular, a porta USB do aparelho mais próximo ao splitter ou uma fonte inspecionada por mim.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Ventilador Mondial Maxi Power 30: Primeiras impressões

Eu comprei esse ventilador com a intenção de substituir o Arno Silence Force VF40 ou meu Mallory Boreal dependendo do resultado dos testes.

Eu comprei por R$85 com frete incluso na Amazon. A primeira impressão que tive ao pegar a caixa foi: “cabe um ventilador de 30cm aí dentro?” Cabe, porque o ventilador vem na forma de um kit para montar, que não me incomoda muito, mas tenho certeza que ia aborrecer muita gente que não sabe nem trocar lâmpada e prefere algo mais “plug and play”. O ventilador vem separado em cinco peças (base, corpo, hélice, grade traseira e dianteira) e você tem que passar o cabo pela base, encaixar a base, remover a porca da hélice, encaixar a grade traseira, encaixar a hélice, recolocar a porca e encaixar a grade dianteira. Eu não precisei seguir as instruções para isso, mas tenho certeza de que vai ter gente ligando para o suporte porque não consegue retirar a porca e não quer ler as instruções.

A base tem um recorte destinado a prender o ventilador em um parafuso na parede.

Ligado, o ventilador parece mais silencioso que o Mallory (que tem dez anos de uso e não é mais o mesmo)  e certamente mais silencioso que o Arno, que já está com problema nos mancais de rolamento.

Consumo de energia

Entre parênteses, o consumo listado na tabela Procel. Fora dos parênteses o consumo medido por mim, usando dois medidores completamente diferentes: PMM2206/Powerbay-SSM.

  • Velocidade Máxima: 51W / 55W (59,40W)
  • Velocidade Média: 49W / 53W (49,50W)
  • Velocidade Mínima: 47W / 51W (40,20W)

Como se pode ver não vale a pena, do ponto de vista do consumo, usar esse ventilador em nenhuma velocidade que não seja a máxima.  A diferença de fluxo de ar é grande e a diferença no consumo máxima é de 4W. Pode parecer estranho, mas dependendo de como é feito o controle de velocidade de um motor elétrico isso é “normal”. Eu não sei explicar por que no teste da Procel a diferença é significativa. Note que a diferença entre meus medidores parece linear, fixa em 4W e que para ambos a diferença de consumo de uma velocidade para outra é de apenas 2W.

Eu ainda não estou certo de que o Mondial ventile mais que o Mallory. Se ventila, não é muito mais e não justifica o consumo maior (o Mallory consome 40W na máxima hoje, com o mesmo medidor). Se ainda existisse Malllory Boreal à venda, eu certamente teria comprado outro(s) e não esse Mondial.

Entretanto, acho importante comentar que esse Mondial me deu uma impressão muito melhor de robustez. Ele parece muito menos propenso a quebrar a grade à toa, que foi o que aconteceu com o Mallory vários anos atrás. Na ocasião do review do Mallory eu até comentei que não era um ventilador “para transportar na mala do carro” de tão frágil que parecia, mas não vejo esse problema no Mondial.

Minha utilização

Em qualquer situação eu sempre uso o ventilador fixo, nunca oscilando. E é sempre para o uso de apenas uma pessoa: eu.

  • Na mesa de trabalho estava usando o Arno. Nesse local eu prefiro algo tão silencioso quanto possível porque é onde eu também assisto a TV e filmes. Não é porque ele seja especialmente silencioso que o Arno estava nessa posição, mas porque eu estava sem opções. Eu o usava para dormir, mas aí o fusível interno dele queimou e para recolocá-lo para funcionar eu tive que fazer um “bypass” que o tornou perigoso. É menos perigoso usá-lo para uma finalidade onde eu estou sempre acordado quando o ventilador está ligado;
  • Para dormir estou usando o Mallory. Nessa aplicação eu prefiro, contraintutivamente, um ventilador barulhento. Mas que seja um barulho regular, do tipo provocado pelas hélices ao empurrar o ar. Esse tipo de barulho “abafa” os outros ruídos da noite, incluindo TV, conversas da família em outros cômodos, etc,  e me ajuda a dormir e continuar dormindo.

No momento eu decidi usar o Mondial para substituir o Arno. Parece fazer na máxima mais ou menos o mesmo nível de ruído que o Arno faz na média, ventila mais ou menos o mesmo e consome a metade (105W contra 55W).

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
6 comentários
  • Victor Soares - 1 Comentário

    Jefferson, você tem alguma experiência com climatizador de ar (daqueles que usa água)? Moro num lugar super quente no verão (imagino que Recife também seja bem quente), estive tentado a comprar em janeiro mas li algumas opiniões negativas sobre o assunto, dizendo que não funciona, é ruim, etc. mas são opiniões sem um devido contexto (por exemplo, qual era a dimensão do quarto onde o aparelho estava, se o telhado é muito baixo, entre outras variáveis).

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 6.164 Comentários

      Não. Nunca sequer vi um pessoalmente.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Luciano - 440 Comentários

      Eu posso te dar algumas impressões já que tenho dois modelos. Um na verdade é um climatizador/nebulizador. É bastante útil para as épocas de baixíssima umidade relativa. Ele provê uma pequena sensação de temperatura menor, mas por causa da água que ele coloca no ar na forma de um finíssimo spray e tira o calor com a evaporação. Uso este quando está muito seco e causa desconforto nasal (nariz e secreção ressecada)

      O outro é um daqueles modelos que tem um ventilador e uma grade de papelão onde escorre água. Esse refresca um pouco, mas não te dá a mesma sessão de um ventilador na cara. A grande vantagem que eu vejo nele, aumenta a umidade relativa e é bastante silencioso, quase não se ouve ele funcionado.

      No caso o pé direito aqui é bastante alto, 3 metros. O quarto tem uns 10m².

      Se o que você quer é bastante vento, climatizadores não são o que você procura.

      VA:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
      • Jorge Mendonça - 48 Comentários

        Também tenho curiosidade com esses climatizadores. Inclusive alguns tem recipiente para se colocar gelo. Caso o seu tenha isso, funciona de fato pra resfriar o ambiente?

        VA:R_U [1.9.13_1145]
        Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
        • Luciano - 440 Comentários

          Não… não é pra por gelo. O reservatório é pequeno e é apenas para água. Eles funcionam com base na troca de calor que ocorre quando a água evapora. Eles tem uma pequena bomba que suga a água do reservatório e a goteja sobre uma colméia de papelão ou similar e o ventilador sopra sob essa colméia, que na passagem do ar provoca a evaporação da água. Como o ar precisa fornecer o calor pra água evaporar, a temperatura deste cai.

          VA:R_U [1.9.13_1145]
          Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 6.164 Comentários

    Eu não tenho um anemômetro para medir isso objetivamente, mas o Mondial parece ventilar mais na máxima que o Arno na média. Com o Mondial eu estou me surpreendendo sentindo frio, que eu não sentia com o Arno. Até recoloquei o Arno no lugar para conferir. Isso não confere com a tabela Procel, que diz o seguinte sobre o fluxo de ar:

    Arno na média: 1.130 m3/s
    Mondial na máxima: 0,830 m3/s

    Isso pode ser devido aos problemas que o Arno acumulou com o tempo ou ao fato de que o Mondial por ser menor concentra seu fluxo de ar numa região menor e assim sentado na cadeira eu o aproveito melhor.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Testei uma matriz HDMI 6×2

Eu paguei cerca de 46 dólares por isso na Aliexpress. Entender o que faz uma matriz HDMI pode ser complicado sem pelo menos um diagrama de blocos. Eu não achei nenhum pronto por isso fiz um simplificado do aparelho que testei.

Nas saídas A e B você pode colocar o sinal de qualquer uma das entradas. As duas saídas podem ter o sinal da mesma entrada ou de duas entradas diferentes. Não confunda isso com o switch/splitter HDMI, que é muito semelhante à matriz mas nele você só pode ter o mesmo sinal em todas as saídas. O aparelho acima é essencialmente constituído por seis splitters de duas portas ligados a dois switches de seis portas.

O cliente para quem comprei isso não precisava realmente de uma matriz porque na aplicação dele não há a necessidade de que os sinais nas saídas sejam diferentes em nenhum momento. Porém ele precisava de um switch de boa qualidade (ele estava tendo muita dor de cabeça com um switch vagabundo) de pelo menos cinco entradas (ele acabou ocupando as seis) e essa matriz vinha com um bônus que era importante para ele: o extrator de áudio digital. O amplificador usado por ele no rack não tem entrada HDMI, o que o levava a fazer uma gambiarra bem pouco intuitiva para ter som no amplificador.

A matriz também tem PIP, mas nesse e na maioria dos aparelhos similares você não deve esperar usar o PIP para poder ver uma entrada em tela cheia enquanto acompanha o que se passa em uma outra numa tela menor. O PIP em um aparelho desses tem duas características que impedem isso:

  1. As imagens de todas as outras cinco entradas são exibidas ao mesmo tempo na lateral da tela. Obviamente para isso ser possível as cinco imagens ficam bem pequenas. Você não pode selecionar apenas uma imagem no PIP;
  2. As imagens do PIP desaparecem em alguns segundos se não houver nenhuma seleção.

Como o cliente só precisa do básico da funcionalidade eu não tive oportunidade de testar muita coisa, mas o aparelho funcionou a contento. Ao mudar de entrada existe uma pequena espera para aparecer a imagem e uma maior para o som da SPDIF sair nas caixas acústicas, mas isso pode ser provocado pelo resto do equipamento do cliente e este não pareceu se importar.

Eu encomendei um aparelho igual para ficar de reserva e espero ter tempo para fazer mais testes com ele.

Mas mudando um pouco de assunto, esse cliente não precisava da matriz para “compartilhar” diversos aparelhos com diversos “usuários”, mas de qualquer forma esse modelo tem poucas saídas para ser útil nesse caso. Você pode encontrar modelos com mais saídas, mas o preço dessas coisas parece subir em progressão geométrica, começando pelo modelo de 4×4 por 96 dólares e chegando ao de 8×8 por 580 dólares. Você pode fazer a sua própria matriz usando splitters e switches, mas como você pode ver pelo diagrama que eu fiz para o modelo de 6×2 você ia precisar de pelo menos 12 cabos HDMI só para fazer as ligações internas. Se você for partir para algo realmente útil (do meu ponto de vista, porque temos nove TVs aqui em casa) como um modelo hipotético de 5×8 (switches de 5 entradas são mais fáceis de achar e os de 7 dão um salto no preço), são pelo menos 40 cabos HDMI. E nos dois casos estou ignorando a extração de áudio.

Considerando os preços mais baratos (switch a R$22 e splitter a R$120) anunciados hoje no Mercado Livre, sem os cabos, esse arranjo custaria R$776. Com cabos a R$5 chegaria a R$996. Mas usar o mais barato nesse caso é pedir para ter dores de cabeça, porque você não vai querer ter que lidar com um mau contato em um “ninho de ratos” (os switches de R$22 sequer tem todas as portas na mesma face) de 40 cabos. Além disso você sempre deve ter em mente que a a menos que o manual do splitter diga especificamente o contrário,  se dois usuários escolherem a mesma entrada (admito que é pouco provável) a resolução vista nas telas será a menor que puder ser negociada para ambas. Você não pode ter um assistindo a 1280×720 e outro a 1920×1080. Os dois vão assistir a 1280×720. Ainda preciso checar se a matriz de 6×2 tem essa limitação.

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
5 comentários
  • Snow_man - 269 Comentários

    Jeff, gosto de coisas assim, mesmo sem ser minha área.
    Pode dar 1 ou 2 exemplos de utilização na prática desse equipamento?

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 6.164 Comentários

      1) Se você tem equipamentos de vídeo que não pode ou não quer mover, mais de um usuário e mais de um lugar onde deseja usá-los

      2) Se você tem uma sala de projeção com várias fontes de vídeo e quer poder ser capaz de avaliar outras fontes de vídeo sem perturbar o que está sendo projetado

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 6.164 Comentários

    No texto eu escrevi que paguei cerca de 46 dólares pelo aparelho. Está errado. Eu paguei 57 dólares com este vendedor. 46 dólares foi o que paguei na segunda unidade com este vendedor, mas estou tendo problemas e abri uma dispouta, porque o rastreamento que ele me passou foi de um item enviado para outro estado.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Luciano - 440 Comentários

    Como eu sei que você preza pela informação correta, o olho aqui de cara catou um erro na matriz de 6 x 2… o bloco de extração do SPDIF está ligado na mesma saída, ambos na B.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Minhas impressões sobre o ventilador ARNO Silence Force 40cm VF40

O ponto forte desse ventilador para o fabricante é a suposta operação silenciosa, mas eu não tenho como avaliar isso sem um referencial porque barulho é impossível o ventilador não fazer. Ar em movimento gera ruído e de fato o ventilador faz barulho. Mas de qualquer forma na minha aplicação eu prefiro que não seja silencioso pois eu uso para dormir e o ruído contínuo do ventilador abafa outros ruídos que poderiam me acordar ou me impedir de cair no sono, como uma TV ou rádio ligado no quarto ao lado. Ventilação silenciosa só é útil para mim na sala onde assisto a filmes.

Todas as peças acessíveis externamente são de plástico. Impossível levar choque sem fazer uma besteira grande (nem sei se é permitido hoje fabricar de outra forma). Quando eu era adolescente quase morri agarrado a um ventilador na época em que era habitual que fossem totalmente metálicos e minha família não tinha dinheiro para descartar um eletrodoméstico “só” porque sabidamente dava choque.

Fácil de lavar. A grade é facilmente removível soltando algumas presilhas e a hélice pode ser retirada com uma chave de boca para remover a porca  que a segura. É claro que poderia ser ainda mais fácil pois em muitos modelos de ventilador a porca é parte de um botão que pode ser desenroscado com a mão.

Historicamente a propaganda de ventiladores sempre focou em tamanho e número de hélices, que são duas características largamente irrelevantes. Agora aparentemente o Inmetro obriga a constar no selo Procel a vazão, que é a única coisa além do consumo que realmente pesa na minha escolha. Esse tem uma vazão de 1.25m3/s (1250 litros por segundo). Minha última compra de ventilador ocorreu há sete anos e na época raros fabricantes publicavam isso.

Consumo de energia

O valor indicado no selo Procel não significa nada para mim. Eu faço minhas próprias medições com um medidor como o PMM2010 ou outro de meus medidores com precisão semelhante.

Valores medidos em um ventilador novo, com menos de uma hora de uso.

  • Velocidade 1: 91W
  • Velocidade 2: 104W
  • Velocidade 3: 122W
VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
10 comentários
  • Jefferson - 6.164 Comentários

    Depois de postar eu descobri que a Procel publica uma lista onde constam as potências em cada velocidade. Mas as potências indicadas para esse modelo conferem apenas parcialmente:

    76,50W
    105,00W
    126,00W

    O consumo que medi nas velocidades 2 e 3 corresponde ao registrado pela Procel mas o da velocidade 1 é muito diferente. Eu verifiquei que após alguns minutos ligado o consumo na velocidade 1 caiu para 86W, mas ainda assim é uma diferença de 10W. Eu vou deixar o medidor ligado no ventilador hoje à noite e refazer as medições.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 6.164 Comentários

      Realmente, depois de algum tempo o consumo na velocidade 1 cai de 91 para 86W. Não testei ainda as outras velocidades.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jorge Mendonça - 48 Comentários

    Coincidência, ontem comprei um desses. Tenho um Arno modelo mais antigo de 40 e achei esse novo ligeiramente mais barulhento, porém ambos são MUITO mais silenciosos que um Britania Ventus 40 que também tenho.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • VR5 - 397 Comentários

    Não gosta de ventilador de teto?

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 6.164 Comentários

      Não gosto da relação custo/benefício deles. Ventiladores de teto são mais difíceis de instalar e manter e não tem portabilidade. Segundo esta tabela do Inmetro a maioria dos modelos no mercado hoje tem uma vazão superior à do ARNO VF40 mas eu nunca senti isso na prática. A única vantagem deles é não ocupar espaço no chão, que para mim é irrelevante.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Carlos Eduardo Vieira - 2 Comentários

    AUMENTOU MUITO A CONTA DE LUZ DEPOIS Q COMEÇOU A USAR ESTE VENTILADOR?

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Carlos Eduardo Vieira - 2 Comentários

    Nao entendi….qual seu perfil de consumo?

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 6.164 Comentários

      A conta de energia aqui oscila em torno de R$500. Temos muito equipamento eletro-eletrônico, esse ventilador foi colocado em substituição a outro e não é usado um número fixo de horas por dia. Tentar avaliar o quanto a conta de luz “aumentou” porque troquei um ventilador não faz sentido. Mesmo que eu tivesse acrescentado o ventilador o consumo dele poderia ficar invisível no meio da oscilação mensal da conta.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 6.164 Comentários

    Depois de pouco mais de dois anos, o ventilador começou a me incomodar. Eu usava apenas no quarto, para dormir e já não estava mais usando na velocidade máxima porque estava barulhento demais. Aí “morreu completamente” porque provavelmente superaqueceu e queimou o fusível térmico embutido. Fiz ligação direta no fusível e agora só uso enquanto estou acordado, porque virou um risco de incêndio.

    O barulho que ele faz na máxima pode ser vibração causada por dano nas buchas. Eu coloquei óleo e por alguns minutos o barulho pareceu ter sumido, mas depois voltou. A queima do fusível também pode ter sido em decorrência da vibração, que causa maior esforço e consequentemente maior aquecimento do motor.

    Não estou inclinado a comprar outro ARNO. Meu Mallory Boreal tem pelo menos nove anos, é usado por várias horas todos os dias e continua funcionando bem!

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Minha opinião sobre o K-MEX All-In-One HM-2001 é ruim

Eu já tenho uma opinião geral ruim sobre computadores All-In-One (AIO). Para mim eles tem todas as desvantagens do notebook sem a vantagem da bateria e foram feitos para agradar quem acha mais importante a aparência que o desempenho. Então o AIO precisa ser particularmente bom para me impressionar, o que não é o caso deste. Já começa pelo fato de que todo o material publicitário menciona a tela de toque, mas você só descobre na caixa que é um item opcional (não foi devolvido porque o cliente não se importou).

Mas tem mais pontos negativos:

  • Apenas duas portas USB. Uma delas já ocupada pelo combo teclado/mouse sem fio. Se você não usar um combo aí é que danou-se mesmo;
  • A propósito, esse combo de teclado e mouse sem fio que vem com ele é fraquinho;
  • Sem drive óptico. Não é tão “slim” e leve assim para justificar e reforça a burrice da falta de portas USB;
  • Versão trial 60 dias do Windows 10 Enterprise. Melhor que vir com com Linux, entretanto.
  • Selo de garantia impedindo mexer no interior;
  • Apesar do ângulo ajustável você fica com medo de ficar mexendo nisso porque parece que vai quebrar;
  • Apenas 1600×900. Acho pouco para um monitor de 20″;
  • Botão Power difícil de acionar. Muito difícil de acionar “no tato”. Você tem que memorizar onde fica e usar a unha;
  • Som anêmico. Coloquei um trailer de filme no Youtube e mesmo num ambiente relativamente silencioso mal dava para ouvir. Também achei a qualidade desse som ruim;
  • O desempenho deixa a desejar em parte por causa da CPU Celeron N2940. O fato de ter 8GB de RAM ajuda a minimizar o problema mas não é o bastante.
VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
4 comentários
  • Jefferson - 6.164 Comentários

    O cliente ia trocar um notebook ASUS Core i3 com drive óptico e bluetooth por essa josta. Quando eu mencionei que não tinha touchscreen ele não ligou, quando eu disse que ele não ia poder mais usar CD ele balançou, mas o que realmente foi a gota d’agua foi eu dizer a ele que não tinha bluetooth, que ele usa para ouvir música numa caixa de som da Samsung. Ele ainda pensou em usar um adaptador mas eu expliquei que ele ia precisar de um hub USB porque por ele ter uma impressora não sobravam portas. Ele mandou então instalar o AIO para a filha.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Matuto - 106 Comentários

    Eu nunca gostei de AIO! Geralmente dá problema na placa-mãe e eles não tem peça de reposição, aí o cliente fica “perdido” sem saber o que fazer com o resto das peças.Não recomendo.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Luiz Roberto Ligiera Jr - 10 Comentários

    Tem doido que compra essas bombas? kkkk

    Sou da mesma opinião que a sua Jefferson, é um Notebook capado! Sem bateria e sem a portabilidade de um, esse modelo ai então esta pior que a encomenda… só 2 USB’s? E tem ainda o “preço” da marca, que na minha opinião não vale a pena, pelo preço que ele pagou nesse Celeron, tenho certeza que consegue algo muuiittooo melhor, sem contar o que o Matuto comentou, problema após garantia na certa… Abraço!
    E do tombo? recuperado 100%?

    Ahhh, ví que o post esta sem categoria… cria uma ai… Porcarias… heheheh

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Matuto - 106 Comentários

    Lembrando que em alguns casos, o problema está na fonte de 19V (se não me engano). Aí ainda vale a pena o cliente mandar fazer um reparo. Mas quando a placa-mãe “morre”, eu recomendo que o cliente compre um case de 2.5″ pra colocar o HD e compre um micro novo.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

10 dias com o Samsung Galaxy E5 Duos – SM-E500M

Comprei dia 07/07. Chegou dia 14/07. Paguei R$674 + frete de R$9,90 à vista nas Americanas. O meu é branco como na foto:

SM-E500M_ryan.com.br

Downloads e manuais

Este telefone é muito similar ao meu GT-I9300I (Neo Duos). Eu só o comprei por três razões:

  • Minha mãe está reclamando demais do Grand Duos;
  • Estou de saco cheio com o problema de não poder carregar o Neo Duos enquanto uso o Waze;
  • O preço estava razoável.

Então eu pretendo fazer um “rodízio de telefones” aqui em casa.

Algumas características relevantes:

  • Resolução da tela: 720 x 1280 pixels (~294 ppi) – a resolução é a mesma, mas a densidade é ligeiramente inferior à do Neo Duos por causa da tela ligeiramente maior;
  • Android v4.4.4 – mais recente que o Neo Duos;
  • Flash: 16 GB – igual ao Neo Duos;
  • RAM: 1.5 GB – igual ao Neo Duos;

Veja a lista completa no GSM Arena

Pontos positivos

  • Suporte a dois SIM;
  • Resolução da tela é adequada;
  • RAM livre parece suficiente;
  • Interface ágil. Única exceção é o Chrome quando vendo sites com certas propagandas animadas (não sei se é vídeo);
  • jack do headset do mesmo lado que o conector USB. Telefones como o Neo Duos colocam o jack do lado oposto, o que aumenta a gambiarra na hora de ligar o telefone no carro, por exemplo;
  • Até agora nenhum problema com a app de SMS;
  • Suporte nativo à identificação das operadoras de todos os números de telefone, de todos os contatos. É o recurso Chamada Certa da Samsung. Com um só comando todos os meus contatos baixados do backup Google foram atualizados com a identificação de operadora celular;
  • Grava chamadas muito bem com o Automatic Call Recorder;
  • Parece ter uma autonomia muito superior à do Neo Duos no meu perfil de uso. Fiz uma viagem de 80 minutos que drenou 27% da bateria, com Waze ligado, tela acesa o tempo todo, GPS + Um SIM + 3G ativo. Isso dá 1% de descarga a cada 3 minutos. Com uma autonomia dessas eu raramente vou precisar carregar o telefone enquanto uso o Waze.

Pontos negativos

  • Não mostra mais o nome de quem ligou em uma chamada perdida na Lock Screen. Eu tenho que destravar o telefone para ver de quem foi a chamada. Eu entendo que exibir o nome na Lock Screen pode acarretar um problema de privacidade, mas eu gostaria de poder optar por essa privacidade;
  • A bateria não é removível – É meu primeiro telefone assim;
  • Precisei cortar de novo meus chips porque o danado usa nano-SIM;
  • Teclas “aplicativos recentes” e “voltar” também são invisíveis. É neste ponto que eu confirmo minha birra com essa decisão de design da Samsung, porque no Neo Duos em vez de “aplicativos recentes” a tecla é “menu”. E não tem jeito de você saber sem tocar (e geralmente errar). Os telefones são da mesma faixa de preço, usam firmwares próximos e ainda assim a Samsung decide mudar o propósito de um botão invisível;
  • O SMS Contact Resolver não funciona;
  • A minha primeira impressão do GPS foi péssima. Meu primeiro uso do GPS foi numa saída de carro em um dia de chuva e nem na ida nem na volta o telefone foi capaz de fazer o fix. Até parecia que não tinha um GPS. A impressão melhorou nos dias seguintes, mas ainda assim o GPS parece ser o pior de todos os aparelhos Samsung que já tive. Numa viagem de 80 minutos, com tempo aberto, GPS na minha mão na mesma posição o tempo todo, sentado no banco da frente do carro, eu notei a perda do sinal GPS quatro vezes. Pode ter perdido mais e não vi;
  • Aparentemente não é capaz de carregar a bateria enquanto usando o Waze, assim como ocorre com o Neo Duos. Eu digo aparentemente porque só testei por alguns minutos e talvez a carga seja apenas demorada. Sim, é possível, Veja comentários.

É a minha primeira experiência com um aparelho que exige nano-SIM e não gostei.

  • Você precisa de uma ferramenta sempre que quiser tirar os chips (e o cartão microSD também);
  • O aparelho tem dois outros furos muito parecidos, um em cima e outro embaixo. Segundo o manual os dois são microfones. Não acho muito difícil você se enganar e arrebentar o microfone com a ferramenta pensando que está abrindo o slot de um dois chips, como aconteceu com esse cara aqui;
  • Não é muito confortável você ter que cortar o chip que tem há 10 anos e cujo número todo mundo conhece. Eu fiquei uns cinco dias sem usar o telefone até criar coragem para cortar meu chip. Antes eu fui até uma loja da OI para perguntar se faziam a troca e me disseram que só fazem para o nano se eu mudar para o OI Controle, o que eu não quero fazer. Mas também me disseram que eu eu perdesse meu chip eu poderia adquirir outro nas mesmas condições. Isso me deixou seguro de que se em danificasse o chip ao cortar, pelo menos poderia reaver meu número e créditos (tenho R$320) em outro SIM “normal”;

É desagradável perceber que o GPS é inferior, mas isso eu posso contornar com um GPS externo e Bluetooth.

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
44 comentários
  • Jefferson - 6.164 Comentários

    Tempo para carregar: Com a fonte e cabo originais, de 4 a 100% de carga em menos de 2h. Telefone ligado, mas em standby.

    O GPS continua problemático.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 6.164 Comentários

    Sim, é possível carregar o E5 Duos mesmo com o Waze ligado. Usando o carregador veicular adequado (tive que modificar o meu carregador para isso. Depois eu explico qual é o macete), em 35 minutos o telefone ganhou 27% de carga mesmo com o Waze ligado + tela + GPS + Um SIM e 3G ativo. É praticamente a velocidade de carga com carregador original e telefone em standby. E o telefone só fica levemente morno. Pretendo testar o Neo Duos com esse carregador modificado algum dia desses.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 6.164 Comentários

    Eu não sei se isso é coisa da versão do Android ou customização da Samsung, mas notei mudanças positivas na UI.

    Agora, quando existe uma app aberta em tela cheia e eu recebo uma ligação telefônica a app do telefone aparece como um “popup” na parte superior da tela e se eu atendo com o viva voz fica menor ainda. Antes (Grand Duos, Neo Duos) a app do telefone abria sempre em tela cheia e atrapalhava o uso do Waze. Agora eu posso atender a ligação e dizer para a pessoa do outro lado qual meu horário estimado de chegada sem precisar procurar o Waze.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 6.164 Comentários

    Se o Modo Outdoors estiver ativo (tela fica no brilho máximo) não é possível carregar enquanto uso o Waze. O telefone continua descarregando mesmo plugado, embora provavelmente descarrega mais devagar.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 6.164 Comentários

    A carga da bateria dura facilmente quatro dias com o telefone em standby. Tirei o telefone do carregador na sexta às 13h e às 17h30 do domingo ainda tenho 38% de bateria. O acesso 3G está desligado, não usei o Waze e só falei ao telefone por cerca de três minutos e consultei alguns emails. O WiFi sempre está ligado.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Carlos Dias - 1 Comentário

    Tenho um E5 e tenho o mesmo problema com o GPS. Fica constantemente piscando o ícone do GPS tentando travar os satélites e só depois de muito tempo funciona, mas cai com frequência. Ainda estou na dúvida se isso é um problema de série ou específico do meu celular, mas muita gente anda reclamando do GPS.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • JÚNIOR - 1 Comentário

      Deve ser de série, pois o meu sempre teve esse problema de GPS

      VA:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 6.164 Comentários

      Dois meses se passaram e o GPS tem dias que funciona mais ou menos e tem dias que está terrível. Dia ensolarado, com pouquíssimas nuvens no céu, região sem prédios altos, celular num suporte junto ao pára brisas com visão direta para o céu e o GPS perde o fix de repente quando eu estou esperando ele me avisar onde fazer uma conversão. Por várias vezes eu tive que parar o carro e tentar me situar no mapa e descobrir o caminho do jeito tradicional.

      Já perdi o caminho com o GPS desse celular mais vezes que com todos os meus outros GPSs juntos.

      Para contornar o problema eu montei um GPS bluetoth e deixei de usar o do celular. Mas antes de terminar a garantia eu vou reclamar isso à Samsung. Não posso me dar ao luxo de levar o aparelho para a assistência agora porque não tenho outro.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 6.164 Comentários

    Talvez seja coincidência, mas nunca recebi tantas mensagens da minha operadora (OI) avisando que perdi ligações por estar fora da área de cobertura. Estou desconfiado agora de que como telefone esse celular também tenha problemas.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 6.164 Comentários

    Eu esqueci de comentar aqui que o carregador original do SM-E500M pifou mais de um mês atrás. Essa parece ter sido a pior das compras de telefone Samsung que já fiz.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Sandro - 1 Comentário

    Estou com o mesmo problema com o GPS. Vou tentar devolver o aparelho para as Americanas. Além disso, não tem bússola nem sensor de luminosidade, ou seja, não ajusta o brilho da tela automaticamente. Inadmissível, na minha opinião, para um aparelho 4G.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 6.164 Comentários

      Se puder devolver, devolva. O GPS não vai melhorar e até agora não tem nenhuma atualização de firmware da Samsung que possa dar alguma esperança.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Lufloresta - 4 Comentários

    Qdo tento salvar um número na agenda telefônica demora muito…As vezes nem salva ou eu cancelo pra tentar salvar de novo e salva várias X. ..outro dia numa rodovia, tentei salvar rápido pra ligar q precisava d socorro…Não salvou….sabem d algo sobre isso?

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 6.164 Comentários

      Você configurou o telefone para salvar contatos onde? No chip? No telefone? Na sua conta Google? Isso provavelmente não é problema do telefone.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
      • Lufloresta - 4 Comentários

        Depende de cada contato….eu escolho na hora de salvar…e qlqr um q eu salve…demora dois ou mais minutos pra salvar….uma eternidade….

        VA:R_U [1.9.13_1145]
        Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
        • Jefferson - 6.164 Comentários

          Se todas as opções demoram demais, meu palpite é que você tem instalada uma app de terceiros que está interferindo com o processo. Muitas apps hoje adoram saber quais seus contatos (facebook, por exemplo) e configuram o Android para serem avisadas toda vez que um contato novo é criado. Se uma dessas apps receber a notificação e demorar muito para processar, isso pode acontecer. Eu desinstalaria apps uma a uma, começando pelas mais prováveis, até resolver o problema.

          Ou partiria para a ignorância e formataria o telefone. Mas aí você não saberia que app é e acabaria instalando-a de novo.

          VN:R_U [1.9.13_1145]
          Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
          • Lufloresta - 4 Comentários

            Não conseguia te responder…Não sei pq deu pau….mas valew a dica…desinstalei aplicativos e voltou mais ou menos ao normal…pq as X apago um número nos contatos…mas ele ainda aparece no whatsapp. …enfim…o q me preocupa agora é q o cel não tá recolhendo meu chip…e fica pedindo pra reiniciar. …aff….

            VA:R_U [1.9.13_1145]
            Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Jefferson - 6.164 Comentários

    Finalmente saiu uma atualização para o E5. Meu aparelho recebeu automaticamente e acabo de instalar. Não está claro o que mudou, porque a versão do Android continua a mesma (4.4.4) mas a primeira coisa que vou testar é o GPS.

    VN:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 6.164 Comentários

      A atualização não consertou o GPS.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 6.164 Comentários

      A atualização foi provavelmente relacionada com o Stagefright. A Google repassou os patches para a Samsung no último dia 5.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
      • Felipe - 1 Comentário

        Jefferson se tiver uma solução pro proema do gps posta aqui, perdi a nota fiscal do meo E5 não consigo levar na garantia nem consigo negócio no celular e usu muito o gps dou taxista =/

        VA:R_U [1.9.13_1145]
        Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Sandro - 3 Comentários

    Olá Jefferson,
    Quanto ao GPS, segui uma dica do Youtube e instalei o aplicativo “Status do GPS”. Este app tem uma opção de gerenciar o estado do A-GPS. Nessa opção é necessário redefinir e depois baixar a base de dados do A-GPS. Depois, nas configurações, eu habilitei a atualização diária da base dados. Parece que resolveu o problema. O GPS está funcionando perfeitamente. Fiz testes com o aparelho parado e andando de carro com ele fixado no vidro. Mesmo com o tempo nublado (Curitiba) o Waze navegou sem problemas.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Sandro - 3 Comentários

    Também gostaria de registrar um elogio às Americanas. Fiz a reclamação inicial e eles imediatamente me deram a opção de devolver o aparelho e estornar o pagamento, inclusive bancando a postagem nos correios para a devolução. Mas depois de aparentemente ter resolvido o problema com o GPS desisti de devolver. Quanto ao aparelho não ter sensores de luminosidade e bússola entendo que a culpa foi minha. Se queria essas funções deveria ter pesquisado melhor… No mais não tenho do que reclamar do E5.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Klaus - 1 Comentário

    Olá. Alguém teve problema com o botão home do galaxy E5? Estou com o meu há dois dias, comprado também nas americanas, e percebi que o botão home encontra-se meio inclinado, como se uma parte estivesse trancada pra dentro. Mas tem o seu funcionamento normal. Alguém com o mesmo problema? Não sei se peço a teoca do aparelho (que provavelmente vai demorar, além de precisar da vistoria deles) ou vou até uma autorizada pedir garantia… Obrigado

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Cinthia Dias - 1 Comentário

    Olá. Eu comprei meu galaxy E5 pelo submarino e chegou ontem.
    Mas não ativei meu chip ainda, porque tive que trocar para nano e a porcaria da Tim está com problemas :( Não sei se é por causa disso que o Wi-fi dele está estranho. Não entra na net do apto. Só entra pelo conecttfy através do meu computador ou pela rede da faculdade. A mãe de uma amiga teve o mesmo problema com o Moto G2 e, ao pesquisar, descobrimos que é um problema na versão do Android. Achei que isso pudesse ter ocorrido comigo por causa da versão, mas até agora não ouvi ninguém; você saberia resolver?

    Outra coisa que tá me incomodando é a câmera dele.Todos falam bem delas, mas tô achando que a resolução delas é péssima :(
    Tentei mudar algumas configurações, mas nada mudou :(
    Sabe de algo?

    Obrigada
    :)

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • simone - 1 Comentário

    comprei e odiei. ele esquenta (ja chegou a 70 graus ) e fica reiniciando sozinho. agora ele parou de receber e enviar sms. fora que paguei $30 no nano chip ese manda lo para garantia vou ter que pagar mais 30 pro chip comum e depois mais 30 pra voltar pro nano.tinha o grand duos g1 e amava masja estava muito velhinho, precisava ser substituído. … ah se arrependimento matasse….

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Rodrigo Gomes Pereira - 2 Comentários

    Comprei o E5 em Julho-15. Nunca consegui usar o gps dele. Me senti lesado pela Samsung por isso. Estou pensando em mover uma ação contra ele para reaver meu dinheiro. Ja fiz contato e eles sempre vem com o mesmo papo… “Precisa levar em uma autorizada” Palhaçada! Propaganda enganosa vender um aparelho desse dizendo q o mesmo tem gps.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Moises Fontana - 6 Comentários

    Olá!

    No final de semana do natal fiz minha primeira viagem utilizando o GPS do E5 e realmente, a coisa foi feia. Ele simplesmente não funcionou, então fui atras de uma solução e por incrível que pareça, algo que eu jamais acreditaria que seria uma solução aceitável resolveu o meu problema, está funcionando até o momento.

    Link da fonte da dica.
    http://www.sammobile.com/forum/showthread.php?t=27091&p=124950&viewfull=1#post124950

    Aqui a dica para quem não quiser acessar o referido link.
    1. Update Maps with the latest
    2. Open Aplication Manager – All – Maps – Forced Stop – Clear Cache – Clear Data.
    3. Aplication Manager – klick 3 point right up button – Reset Apps Reference – Re Start.

    Se não entender inglês joga no google tradutor que fica fácil.

    Em tempo. Estou utilizando Android Lollipop 5.1.1, instalei a versão do link abaixo, a correção do GPS foi feita utilizando esta versão do Android, não se se funcionaria no 4.4.4
    http://forum.xda-developers.com/galaxy-e-series/general/rom-e500m-5-1-1-android-lollipop-m-t3256987
    Utilizei o programa Odin para instalar a ROM, no google é fácil encontrar tutoriais de como utilizar o programa.

    Obs. No Lollipop 5.1.1 a Samsung retirou a opção Outdoor da tela, se este detalhe for importante para você, não recomendo o update.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Moises Fontana - 6 Comentários

      Bem, depois de alguns testes mais aprofundados devo dizer que embora o procedimento por mim feito tenha resolvido o lock do GPS (ele até acha sinal rapidinho, tipo uns 20 segundos), ele está longe, muito longe de funcionar da forma ideal.

      Caminhando com o smartphone no bolso ele perde conexão com os satélites, se eu caminhar na “sombra” de um edifício ele perde o sinal, se eu tirar ele do parabrisa do carro ele perde conexão, enfim, é impossível confiar no GPS deste aparelho.

      Baita sacanagem da Samsung vender uma tralha dessas.

      VA:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • MARIAN' - 1 Comentário

    Bom dia,
    Já é a 2ª vez que acontece isso no meu celular. Tenho um galaxy E5 e não consigo receber chamadas, cai na caixa postal. Já desativei aquele modo de rejeitar ligações e nada.
    O que fazer ?

    Obrigada

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Ricardo Bock - 1 Comentário

    Mesma coisa com o GPS do meu E5 comprado agora em Janeiro de 2016. Atualizou pro Lollipop e o gps ficou uma porcaria. Só com auxilio do GPS Test para fixar em satélites, mas não é 100%

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Rodrigo - 2 Comentários

    A samsung comercializa este aparelho como tendo GPS (sistema de navegação por satélite). A verdade é que isso não existe nesse aparelho. Já levei meu aparelho por duas vezes à autorizada para tentarem resolver este problema. Na primeira vez, disse ao técnico o mesmo que já havia dito para a atendente da samsung em um contato recente… “Na minha opinião, e olha que não entendo muito, este aparelho faz no máximo uma triangulação de antenas para da uma localização aproximada”. Na segunda vez que levei à autorizada samsung, em pinheiros, o técnico abriu o jogo e disse que a localização desse aparelho é feita pelo sinal da operadora (pelo chip) e que ele não possui uma bússola interna e nem um giroscópio, que são primordiais para o funcionamento do gps de qualquer smartphone.
    Ou seja, propaganda enganosa da samsung. Esse lixo de aparelho me deixou na mão por diversas vezes. Fui obrigado a comprar um receptor de satélite externo para poder usar o waze nesse aparelho.
    Lamentável!!!
    Se vc vai comprar um aparelho e precisa constantemente do gps, assim como eu, nem pense em comprar esse modelo.
    Só mais um detalhe, o técnico disse que outros modelos da samsung tbm estão sendo fabricados assim… sem bússola e sem giroscópio.
    CUIDADO!

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 6.164 Comentários

      Bússola e giroscópio são úteis mas não são imprescindíveis. Se você estiver se deslocando a pé, sem bússola o uso fica bem prejudicado, mas nos deslocamentos em veículo só faz falta de vez em quando. E geralmente quando você está parado, porque o Waze só sabe para que lado o carro está voltado quando este começa a se mover.

      O giroscópio é útil se você estiver usando o telefone para alinhar antenas de satélite. Usando Waze? Acho que não faz diferença.

      Sei disso porque meu GPS externo não tem nem bússola nem giroscópio.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • monica - 1 Comentário

    tenho um samsung E5 e ele parou de carregar e nao quer ligar mais oque sera que ouve , sera preciso levar pra arrumar …

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • silvio - 1 Comentário

    Esse sansung e5 em materia de gps é um a verdade porcaria.Nao funciona.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Samsung Galaxy S3 Neo Duos GT-I9300I – Opinião

GT-I9300I_ryan.com.brAtenção: dependendo da fonte pode ser difícil ter certeza, mas o código do produto é cercado por duas letras “i” maiúsculas. E a Samsung com seu absolutamente confuso critério para nomear aparelhos, tem mais de um aparelho chamado “neo duos”. Sempre olhe o código de modelo para ter certeza de que se trata do mesmo.

Esta é uma análise em andamento. Ainda tenho o aparelho. Posso editar este post sem aviso.

Foi comprado em 21/10/14 por R$719 + R$8,99 de frete no Extra, à vista. Meu aparelho é da cor grafite.

Algumas características relevantes:

  • Resolução da tela: 720 x 1280 pixels (~306 ppi);
  • Android v4.3;
  • Flash: 16 GB;
  • RAM: 1.5 GB

Veja a lista completa no GSM Arena

Pontos positivos

  • Bateria removível;
  • GPS funciona bem (tão bem quanto o do GT-I9082L). Fix rápido e não precisa estar vendo o céu (eu uso o aparelho preso atrás do quebra-sol do carro);
  • Suporte a dois SIM;
  • Suporte nativo à identificação das operadoras de todos os números de telefone, de todos os contatos;
  • Resolução da tela é adequada;
  • RAM livre parece suficiente;
  • Interface ágil (única exceção é a app de SMS);
  • Câmera traseira suficiente para as fotos do dia-a-dia (tão boa quanto a do GT-I9082L), mas ainda longe de suficiente para substituir uma câmera sony ou canon;
  • O foco automático dessa câmera funciona bem para objetos próximos. Nenhuma dificuldade para capturar códigos de barras e para mandar fotos legíveis de documentos via whatsapp ou email;
  • Grava chamadas muito bem com o Automatic Call Recorder;

Pontos negativos

  • Precisei cortar meus chips porque o danado usa micro-SIM;
  • Relativamente instável. De vez em quando ele reseta sozinho enquanto no meu bolso;
  • Não gosto do fato de que os botões “menu” e “voltar” apagam e ficam praticamente invisíveis quando não estão sendo usados. Aliás, a Samsung parece ter uma preferência estranha por interfaces invisíveis (ou quase). Por exemplo: mesmo com a sala iluminada ainda tenho dificuldade para identificar os botões frontais na minha TV Samsung;
  • Botão de “voltar” às vezes requer dois ou três toques para funcionar;
  • Diversas apps pré-carregadas pela Samsung ficam executando automaticamente sem motivo aparente (eu não uso nenhuma delas). Eu tive que desativar “BlurbCheckout”, “TripAdvisor” e “Uno” para elas pararem de me aborrecer (direta ou indiretamente, pelo uso da RAM). Só não desativei outras porque não sei que efeito isso pode ter no funcionamento do telefone (dessas três obviamente o telefone não precisa);
  • Não é compatível com SMS Contact Resolver. A app não dá erro algum, mas também não processa SMS algum. Isso pode ter algo a ver com a versão do Android;
  • Não posso mais usar alguns dos meus scripts Tasker porque essa versão do Android bloqueia diversas funcionalidades que existiam em uma versão anterior;
  • App de SMS estranhamente lenta. Leva vários segundos até que eu possa ler um SMS recente. Mas depois que a app “destrava”, tudo fica normal até chegar outro SMS; Update 27/08/15: Isso pode ter sido culpa da instalação da app “SMS Backup and Restore” ou alguma outra app;
  • A bateria dura pouco. É comum eu ter que botar para carregar duas vezes no dia se eu estiver usando o Waze. Se não me falha a memória, usando o Waze o consumo é de aproximadamente 1% por minuto;
  • E para piorar, não consegue carregar a bateria enquanto usa o Waze. Pior que isso: superaquece. Houve uma ocasião em que tentei carregar o telefone no carro em um dia quente e vi pela primeira vez na vida um telefone reclamar de superaquecimento na bateria. Isso era tão simples com o GT-I9082L que eu achava que qualquer telefone também era capaz. Combinado com o mau desempenho da bateria, eu algumas vezes tenho que escolher entre usar o Waze e carregar o telefone. Com o GT-I9082L eu freqüentemente chegava ao meu destino com o telefone carregado. Com o Neo Duos eu muitas vezes preciso deixar o telefone plugado em alguma tomada nas dependências do cliente enquanto estou trabalhando.

A bateria do GT-I9300I é do modelo EB-L1G6LLU de 2100mAh. É apenas ligeiramente diferente da bateria do GT-I9082L (tem um contato a mais) e trocando as baterias os dois telefones funcionam e carregam normalmente.

Eu tentei fazer o root deste aparelho em dezembro, mas cometi um erro e quase me dei mal. Ainda não fiz nova tentativa, em parte porque não consegui baixar ainda a versão mais recente do firmware de uma fonte confiável.

Exemplo reduzido de foto tirada casualmente com a câmera. Iluminação artificial:

GT-I9300I_exemplo_CameraTraseira_Indoors_20141109_133629_ryan.com.br

Mesmo na versão original maior não dá para ler o que está escrito nas etiquetas.

VN:R_U [1.9.13_1145]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
7 comentários
  • Diogo - 13 Comentários

    Esse do celular reiniciar pode ser por causa dos chips cortados. Ja tive problema assim com o meu Galaxy Duos, foi só trocar pra os micro-SIMs de verdade que o problema parou.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
  • Intruder_A6 - 194 Comentários

    Tenho um S3 Neo na cor grafite comprado a pouco mais de 2 meses e já tive o desgosto de ver ele comecar a descascar. Mas no resto ele é um bom telefone com uma boa tela e um ótimo custo benefício (comprei por menos de 600 reais pelo site ZOOM). Acho que não é possível comprar nada no mesmo nível por este preço.

    VA:R_U [1.9.13_1145]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Saulo Benigno - 279 Comentários

      @Intruder_A6, nesse nível mesmo não, na verdade você pode comprar um de nível melhor e mais barato, o Redmi 2 da Mi (mi.com), preço oficial R$499 ;)

      VA:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
      • Intruder_A6 - 194 Comentários

        Ainda sou meio refratário aos celulares chineses mas dizem que este fabricante produz coisas boas. A Samsung que se cuide!

        VA:R_U [1.9.13_1145]
        Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    • Jefferson - 6.164 Comentários

      O meu também começou a descascar, mas só nos lugares onde bateu quando deixei cair no chão (deslizou do bolso da camisa quando abaixei ou caiu do quebra-sol do carro).

      Sinto falta da robustez dos antigos nokias. Depois do celular sair quicando pelo asfalto e parar alguns metros longe os sinais de dano ainda não eram tão evidentes. Com esses novos, basta cair do bolso.

      VN:R_U [1.9.13_1145]
      Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
      • VR5 - 397 Comentários

        Acho (ACHO) que com o lançamento mundial do Windows 10 (e então a versão 10 do Windows Phone) a Microsoft vai investir em Lumias mais robustos. Ainda tenho o meu “véio” Lumia 900 e realmente ele é forte! ;)

        VA:R_U [1.9.13_1145]
        Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.

Não faça comentários sem relação com os posts. Comente neste post para assuntos genéricos

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »