Autor Tópico: É possível um amplificador fornecer mais watts do que consome?  (Lida 9956 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Jefferson

  • Zelador
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1853
  • Aprovação: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://ryan.com.br
Esta mensagem foi movida de outro tópico, onde era off-topic.

Pelo que vi aqui muitos aqui são formados em elétrica ou eletrônica acredito eu. Perguntei para varios técnicos em elétrica e eletrônica se é possivel que um aparelho de som que consuma 150W por exemplo de energia elétrica possa produzir mais Watts de som?? Todos foram unânimes em dizer que sim. Pois não existe uma relação direta de consumo na tomada com potência rms de saída.

Alguém aqui sabe de alguma coisa??

Você quer dizer: consumir 150W e fornecer 151W+ continuamente de som?  No caso de PMPO, sim, pois aí o céu (e a cara de pau do fabricante) é o limite. Mas potência RMS? A não ser que meu conhecimento da medição tenha uma séria falha isso é impossível. Eu diria que no melhor caso o amplificador consome 15% a mais do que fornece em potência RMS.
« Última modificação: Maio 05, 2009, 02:12:41 am por Jefferson »
http://jefferson-ryan.blogspot.com
http://ryan.com.br

Se o que você escreve não merece sua atenção, vai merecer a atenção de quem?!

Offline Jefferson

  • Zelador
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1853
  • Aprovação: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://ryan.com.br
Re: É possível um amplificador fornecer mais watts do que consome?
« Responder #1 Online: Maio 05, 2009, 02:18:13 am »
Aqui tem uma explicação técnica que confirma o que eu disse acima:

http://www.rocketroberts.com/techart/powerart_a.htm


O trecho relevante é este:

Citar
AC Power Consumption: On the back of many amplifiers you may see a label that shows (for example) "1000 watts". This is NOT the output power capability of the amplifier. This is (in almost all cases) the amount of AC power that the amplifier requires from the 120 VAC wall socket for nominal operation at full output using normal music signals. The amplifier's output power must always be less than this AC power requirement specification, because the amplifier cannot deliver more (or even as much ) power that it takes from the wall socket.
http://jefferson-ryan.blogspot.com
http://ryan.com.br

Se o que você escreve não merece sua atenção, vai merecer a atenção de quem?!

FORUM.RYAN.COM.BR

Re: É possível um amplificador fornecer mais watts do que consome?
« Responder #1 Online: Maio 05, 2009, 02:18:13 am »

Offline rafalibrenz

  • Seeder
  • Colaboradores
  • Papagaio
  • *
  • Mensagens: 356
  • Aprovação: +28/-0
    • Ver Perfil
    • Blog
Re: É possível um amplificador fornecer mais watts do que consome?
« Responder #2 Online: Maio 05, 2009, 06:56:08 am »
Mas é meio simples... Dizer que o amplificador fornece mais watts RMS do que consome em energia elétrica é dizer não só que não há perda mas também que há ganho de potência nos componentes.

Alguém já viu um amplificador com mais de 100% de eficiência? Seria mais ou menos como alimentar uma cidade inteira apenas com a energia obtida através de um dínamo acoplado a uma rodinha onde corre um hamster.

Ou será que estou enganado?

Offline Pangadaywalker

  • Novato
  • *
  • Mensagens: 23
  • Aprovação: +0/-0
    • Ver Perfil
Re: É possível um amplificador fornecer mais watts do que consome?
« Responder #3 Online: Maio 05, 2009, 02:11:53 pm »
O que as pessoas quiseram dizer, das quais eu perguntei, é que não existe uma relação direta de energia consumida com potenica sonora gerada (não existe uma fórmula para ligar os dois valores diretamente).

Como eu não entendo lhufas de elétrica estou totalmente perdido.

Sei que um aparelho não pode fornecer mais energia do que consome. Mas no caso 1W de energia elétrica (segundo essas pessoas) pode fornecer mais de 1W de energia sonora. Pois estas energias não tem relação direta uma com as outras.

Um exemplo que me foi falado (espero conseguir produzir a linha de pensamento). Se você pegar um macaquinho que bate num tamborzinho e ligar um motor de carrinho de controle remoto nele para faze-lo bater sem parar com uma pilha de 1,5V. Ele pode consumir 1W de energia da pilha mas produzir mais que 1W de barulho.

Acho que é mais ou menos isso. Não estou aqui afirmando que um lado está certo nem outro. Estou apenas tentando entender.

Outro exemplo. Sei que a sony não é da mais confiáveis e acho que ela posta no manual pontecia RMS em pico 300W com distorção harmonica de 0,07% de potência sonora. 420 se for com THD de 1%.

Mas creio que a energia consumida seja a média de 150W. Creio ser uma jogada de marketing para parecer que o aparelho consome pouca energia mas ao mesmo tempo é potente. Claro que musica e filmes a potência consumida varia muito e acho que se for medir um pico de energia no aparelho irá mostra muuuuito mais do que 150W. Mas vai saber né....

Espero que tenha conseguido colocar a idéia que me passaram.


ps: desculpe, outra coisa. Não é continuo. Como falei anteriormente o consumo varia dependo várias coisas. Por isso acho que o manual é apenas uma jogada de marketing mostrando potência sonora em pico e consumo em média.
« Última modificação: Maio 05, 2009, 02:25:53 pm por Pangadaywalker »

Offline rictad

  • Hacker Honorário
  • Colaboradores
  • Papagaio
  • *
  • Mensagens: 285
  • Aprovação: +59/-0
    • Ver Perfil
Re: É possível um amplificador fornecer mais watts do que consome?
« Responder #4 Online: Maio 06, 2009, 12:57:57 am »
Um exemplo que me foi falado (espero conseguir produzir a linha de pensamento). Se você pegar um macaquinho que bate num tamborzinho e ligar um motor de carrinho de controle remoto nele para faze-lo bater sem parar com uma pilha de 1,5V. Ele pode consumir 1W de energia da pilha mas produzir mais que 1W de barulho.

Complementando o que o rafalibrenz falou, de forma contínua, isso é fisicamente impossível. W é uma unidade de Potência, o que representa a Energia por unidade de tempo. A Energia pode ser de qualquer tipo: sonora, luminosa, elétrica, etc. E energia só pode ser transformada, nunca criada. Então, definitivamente, é impossível.

No entanto, pode ser feito de forma não contínua, a exemplo do PMPO que o Ryan citou. Se você armazenar a energia elétrica por um tempo e, de uma única vez, transformá-la em cinética, o macaquinho poderá dar uma batida muito forte (teoricamente, até pode explodir o tambor). Neste caso, o que se faz é diminuir a variação de tempo após a transformação de energia, e não aumentar a energia. Esse o princípio do PMPO, que é uma forma de medição válida, mas que é usada de forma enganadora pelos fabricantes. E também é a base dos explosivos químicos, em geral, como o TNT. Neste caso, PMPO seria uma forma correta de medir a potência do explosivo e RMS seria enganador. Em RMS, um palito de fósforo possui uma potência de queima muito maior que a de um estalinho, mas se for vendido como bombinha, vão querer processar o fabricante.

Offline Jefferson

  • Zelador
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1853
  • Aprovação: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://ryan.com.br
Re: É possível um amplificador fornecer mais watts do que consome?
« Responder #5 Online: Maio 06, 2009, 01:38:10 am »
ela posta no manual pontecia RMS em pico 300W

Não existe potência RMS em (ou de) pico. Ou é RMS ou de pico. RMS não significa "contínua", mas medições RMS em "picos" não tem lógica.

Edit: a não ser, talvez, se for informada a duração desse pico.

Mas creio que a energia consumida seja a média de 150W. Creio ser uma jogada de marketing para parecer que o aparelho consome pouca energia mas ao mesmo tempo é potente.

Não. Ela trapaceia somando a potência máxima de cada canal para dar a potência máxima total. Quando na verdade nunca todos os canais poderão estar na potência máxima ao mesmo tempo.

ps: desculpe, outra coisa. Não é continuo. Como falei anteriormente o consumo varia dependo várias coisas. Por isso acho que o manual é apenas uma jogada de marketing mostrando potência sonora em pico e consumo em média.

Se você não está falando de potência contínua (RMS), então desista de qualquer comparação com a potência consumida (e qualquer vínculo com o mundo real). Cada fabricante mede inventa potência de pico do seu (mirabolante) jeito, por isso potência PMPO é chamada entre técnicos de "Potência do Marketing Para Otários" (edit: na verdade sou eu quem chama assim - confira no Google. Normalmente é Potência Máxima Para Otários). Ela já foi uma medição séria, com regras (entre 1,4 e 2 vezes a potência RMS), mas se transformou em uma aposta entre os fabricantes para ver quem consegue ser mais cara-de-pau.

É possível, sim, se ter uma potência de pico maior que a nominal de um amplificador, mas a média da saída é sempre inferior à média consumida.
« Última modificação: Maio 06, 2009, 02:21:03 am por Jefferson »
http://jefferson-ryan.blogspot.com
http://ryan.com.br

Se o que você escreve não merece sua atenção, vai merecer a atenção de quem?!

Offline Pangadaywalker

  • Novato
  • *
  • Mensagens: 23
  • Aprovação: +0/-0
    • Ver Perfil
Re: É possível um amplificador fornecer mais watts do que consome?
« Responder #6 Online: Maio 07, 2009, 10:28:39 am »
Ok entendi...

Bom realmente não sabemos como eles medem. Gostaria de poder medir a media de potencia consumida do meu aparelho. Apenas como curiosidade.  :rtfm:

Vlw por todas as explicações e pela paciência. Sei que as vezes explicar algo para um leigo se torno uma tarefa difícil.  :angel:

FORUM.RYAN.COM.BR

Re: É possível um amplificador fornecer mais watts do que consome?
« Responder #6 Online: Maio 07, 2009, 10:28:39 am »