DivX

Como reprocessar um AVI com o Virtualdub

Para livrar-se de QPEL, GMC, Matrizes Customizadas, Packed Bitstream etc., ou para converter entre codecs

[This page in English][Download do VirtualDub 1.5.10]

Texto publicado em 04/01/2005 e ainda requer ajustes. Este texto é auxiliar do meu review do Philips DVP642K/78

Para um filme que tem apenas Packed Bitstream, existe um modo melhor: use o MPEG4Modifier. É muito mais rápido e não muda mais nada no filme.

Neste tutorial, precisamos do Virtualdub original. Não use o VirtualDubMod, o Nandub ou outra versão paralela, pois os menus não seguem a mesma estrutura e as reações do programa idem. Precisamos também do codec DivX 5 instalado ou do XviD.

Neste tutorial eu usei o DivX PRO Trial, mas você também pode tentar o DivX Free. A versão que usei do XviD foi a 1.0.2.

Tenha em mente também que:

Reprocessar o vídeo sempre provocará uma perda de qualidade e nunca um ganho. A exceção é quando seu original for especialmente ruim e você estiver usando técnicas e filtros especiais para remover defeitos do original ou se vocë estiver corrigindo um defeito. Mas isso foge do escopo deste tutorial. O que quero dizer é que simplesmente passar de um codec para outro não vai melhorar a imagem. Vai sempre haver uma pequena perda que pode ou não ser perceptível.

O objetivo deste tutorial é mostrar o modo mais simples e rápido de remover QPEL e GMC, Matrizes Customizadas e Packed Bitstream (tudo de uma vez) mantendo o filme com o mesmo tamanho em bytes do original. Mas em teoria, um filme sem QPEL e GMC deveria ser maior que sua versão com QPEL e GMC, com a mesma qualidade. Se você quer uma conversão com a minima perda possível em relação ao original, o processo é mais complexo e demorado e envolve basicamente mexer com as opções do codec escolhido (DivX ou XviD). Mas isto não está descrito neste tutorial. Faça uma conversão “de teste” e veja se o resultado satisfaz você.

Primeiro, precisamos de uma ajudinha do GSPOT. Abra o AVI no GSPOT e anote a bitrate original:

Execute o Virtualdub e abra nele o AVI problemático.

No menu Audio. Certifique-se de que estejam marcadas as opções “Source Audio” e “Direct stream copy”.

Source Audio diz ao VirtualDub para usar o audio do AVI original. Você poderia trocar o audio por outro usando WAV audio ou simplesmente retirar o som clicando em No Audio

Direct stream copy diz ao VirtualDub para passar o audio direto do original para a cópia sem reprocessá-lo

No menu Video, marque “Fast Recompress” e em seguida clique em “Compression…”

Agora você terá que escolher entre usar DivX (a seguir) ou XviD

Usando DivX 5 PRO

Nesta janela, selecione o Codec DivX 5 e depois clique em “Configure”

Agora, você fará uso da bitrate que você anotou lá no início. Também certifique-se de que o perfil (profile) selecionado seja o “Home Theater”. Se você não estiver usando o DivX PRO, esta opção pode não existir. Simplesmente ignore e siga em frente.

Dê OK para sair desta tela e OK de novo para sair da tela de codecs. Agora salte a parte a seguir e volte ao Virtualdub

Usando XviD

Selecione o codec XviD. Se houver mais de um, certifique-se de escolher o que tem o FOURCC code “xvid”. Clique em Configure.

1) Escolha o Profile “AS @ L5″. Só escolha outros (principalmente o “unrestricted”) se souber exatamente o que está fazendo;

2) Eu prefiro “single pass” por ser mais rápido. Você pode testar com as soutras opções porque elas não afetam a compatibilidade com o DVP642;

3) Clique neste botão até que esteja escrito nele “Target bitrate (kbps)”;

4) Insira a bitrate que obteve com o GSPOT.

5)Clique neste botão…

1) Estas duas opções tem que estar desativadas!

?) Eu ainda não estou bem certo de que o default “2″ para esta opção seja seguro. Talvez seja necessário colocar “1″, mas ainda tenho que pesquisar.

[10/10/06] Desmarque “Packed Bistream” se quiser um resultado compatível com todos os players de mesa

Quantization Type precisa ser “H.263″ ou “MPEG”. Não use “Custom”.

Clique na aba Aspect Ratio

Certifique-se de que esteja assim, pois do contrário seu vídeo ficará totalmente inutilizado para o DVP642.

Dê OK para sair desta tela, OK para sair da COnfiguração e OK de novo para sair da tela de codecs.

Por favor, note o processo pareceu mais complicado para o XviD que para o DivX porque eu fiz você entrar em várias telas para certificar-se de que as configurações estavam corretas, (na verdade, eu simplifiquei demais a parte do DivX) mas uma vez que você se certifique disso e não mexa mais, todas as vezes que você for reprocessar um filme terá apenas que inserir a bitrate e mais nada!

De volta ao VirtualDub

Agora vamos começar o processo:

Sim. No Virtualdub o processamento é iniciado quando você manda salvar o arquivo. Não existe um botão START :)

Dê um nome para o arquivo destino e clique em OK.

O processo vai inciar:

Veja em “Total Time (estimated)” quanto tempo você tem para sair e tomar um cafézinho :)

Quando o processo tiver terminado. Abra o arquivo resultante no GSPOT. Você verá que GMC e QPEL se foram. Se tudo tiver ocorrido OK, sua cópia deverá estar quase com o mesmo tamanho do original.

Veja também:

Como reprocessar um filme para sincronizar o áudio com o vídeo

5 comments to Como reprocessar um AVI com o Virtualdub

Deixe uma resposta

  

   - O e-mail neste site serve apenas para que o blog possa lembrar que você já comentou antes. Não é usado como prova de identidade.)

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Siga as Regras de Participação, ou seu comentário será ignorado.