DivX Players

DVD/DivX/MPEG4 Player Philips DVP5100K/78

Este review está dividido em páginas. Certifique-se de ler também:

  • Firmware do DVP5100
  • Tabela Comparativa Comentada – Mostra um resumo das capacidades do DVP5100, comparando-o com outros aparelhos do mercado. Não deixe de consultar a tabela, porque lá estão citadas e explicadas muitas características e limitações do aparelho que não pretendo repetir aqui.

Este review basicamente compara o DVP5100 com seu antecessor, o Philips DVP642. Muita coisa que você verá nesta página foi copiada e adaptada, quando necessário, de meu review do DVP642.

Como de costume eu não me ocupo em repetir aqui o que está escrito no manual a não ser que seja relevante para o que estou explicando. Por isso, leia os manuais oficiais. Manual em Português e Manual em Inglês

Informações Gerais :

  • O DVP5100K/78 surgiu à venda no Brasil repentinamente no final de abril de 2005. Ao contrário do DVP642, que só veio a estar disponível no país quando já era um dos itens mais vendidos na amazon.com, com vários reviews publicados e já havia gente ansiosa no Brasil à espera dele, desta vez não há nenhuma informação prévia disponível sobre o DVP5100.
  • Curiosamente, ele não é comercializado nos Estados Unidos. Não existe modelo americano do aparelho. E os modelos disponíveis no mundo são:
1 DVP5100/00 Bélgica, França e Holanda
2 DVP5100/02 Bulgaria, Suiça, República Tcheca, Dinamarca, Finlândia, Grécia
Hungria, Noruega, Polônia, Romênia, Suécia, Eslováquia e Ukrânia
3 DVP5100/05 Reino Unido e Irlanda
4 DVP5100K/13 Singapura
5 DVP5100K/69 Hong Kong, India, Malasia, Filipinas, Singapura e Tailândia
6 DVP5100K/75 Australia, Nova Zelândia
7 DVP5100K/78 Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Panamá, Peru, Paraguai,
Uruguai e Venezuela (em outras palavras: America do Sul)
8 DVP5100K/93 Taiwan
9 DVP5100K/96 China, Taiwan
  • O “K” significa um modelo com Karaokê;
  • Segundo o que pode ser visto aqui, o DVP5100 recebeu sua certificação DivX em 03/03/2005. Trata-se, portanto, de um produto bem recente;
  • O DVP5100 é baseado em chipset Mediatek! Isso significa, entre outras coisas, que você pode ressuscitar esse player mesmo que aplique um firmware desastradamente!
Etiqueta na parte de trás do aparelho. Eu apaguei o meu número de série, como sempre.

Note o consumo de apenas 10W (66% do consumo do DVP642) e que tem fonte automática. Funciona no Brasil inteiro!

O consumo reduzido me fez voltar a pensar em adaptar um desses para o carro.

De cima para baixo: LG DK8321N, Philips DVP642 e Philips DVP5100. Eu acho o DVP5100 mais elegante que o DVP642, mas é difícil comparar com o LG, que tem um design completamente diferente. Dependendo dos outros aparelhos em seu “rack”, um pode combinar melhor que o outro,

O DVP5100 tem exatamente a mesma largura do DVP642, é um pouco mais baixo e tem uma profundidade de 3cm a mais. Desnecessáriamente, como você verá nas fotos de seu interior.

As Conexões

Estas são todas as conexões disponíveis no DVP5100. Note que estão faltando algumas conexões comumente encontradas em outros aparelhos, incluindo o DVP642:

  • Saída S-Video
  • Conexão Digital Óptica

Faltam também algumas conexões só encontradas em alguns modelos específicos de DVD Player:

  • porta VGA
  • Saída 5.1 decodificada

*Uma saída 5.1 já decodificada é uma saída analógica com seis conectores só para o áudio, dispensando você de ter que ter um receiver (HT) com entrada digital e decodificador. Algo assim permitiria a ligação do DVP642 a sistemas 5.1 mais simples e baratos, como o Creative Inspire 5200 (R$ 359 no ML) ou amplificadores separados.

O DVP5100 por dentro. Clique para ver o original ampliado.

Visão completa. Os circuitos do DVP5100 são ainda mais compactos que os do DVP642 e como ele é 3cm maior, fica essa impressão de “vazio”.
Close na fonte e circuito do microfone (karaokê). Assim como no DVP642, a placa de Karaokê tem um pequeno circuito SMD oculto sob ela.
Close na CPU. Embaixo do dissipador de alumínio está o processador Mediatek. Clique na foto para ver uma cópia ampliada e comentada.
Close no drive (no jargão dos DVD players de mesa, o nome correto é “loader”). Note que, embora alguns aparelhos DVD usem drives de DVD ROM comuns (IDE) como loader, o DVP5100 não usa.

Por usar um mecanismo de slot o aparelho pode ser usado em qualquer posição, incluindo “de pé” ao lado do televisor ou preso na parede (não, eu não estou brincando!).

O DVP5100 não tem absolutamente nenhum orifício de ventilação. Ou esse é um erro gritante de projeto, ou realmente o aparelho tem um baixíssimo consumo e não tem problemas com aquecimento, ao contrário do DVP642.

Você pode ver pela imagem acima que o DVP5100 também não tem o rasgo para ejeção de emergência. Existe uma alavanca de ejeção no fundo do loader, mas como o fundo do aparelho é completamente fechado você precisa abri-lo e remover o loader para fazer a ejeção, caso um disco seu fique preso.

[05/12] Um colega de fórum avisou que o aparelho dele tem o rasgo de ejeção no fundo. Então é possível que a Philips tenha corrigido o erro nos novos lotes fabricados

O Controle Remoto

O controle remoto é exatamente o mesmo do DVP642. Não apenas “parece” o mesmo. Tanto que estou usando o controle do meu DVP642 e nem desembalei o que veio com o DVP5100.

Usa duas pilhas pequenas comuns, AA. Na foto estou usando alcalinas, mas geralmente é um desperdício usar esse tipo de pilha em um controle remoto doméstico.

O Display

O DVP5100 tem um display do tipo VFD (Vacuum Fluorescent Display) básico, de sete caracteres, bem semelhante ao usado no DVP642, mas com uma diferença: brilha até uns 30% mais (é bem perceptível a diferença) e pode ter seu brilho reduzido no setup. É o primeiro aparelho que testo a ter essa funcionalidade.

Aparentemente, a 70% do brilho máximo ele fica com o mesmo brilho do DVP642.

O Slot

Ao contrário do que eu pensava, não há nenhum risco de sujar os discos com impressões digitais por causa do mecanismo de slot. A foto ao lado mostra exatamente o quanto do disco fica para fora quando você dá EJECT. É mais do que suficiente para pegar o disco apropriadamente.

Também ao contrário do que eu pensava, o aparelho é capaz, sim, de usar mini-discos. Fiz um teste com o aparelho aberto e pude perceber que o mini-disco é tracionado e ejetado sem nenhum problema aparente. Mas eu só testei isso com um mini-disco redondo

Realmente não gostei do mecanismo de slot, embora seja um pouco menos ruim do que eu imaginava.

Não é possível inserir por acidente um disco, de nenhum tamanho, quando já existe um no aparelho. Duas grandes travas de plástico bloqueiam a entrada do slot quando há um disco lá dentro. Isso só pode ser visto desparafusando o loader.

No DVP642 e todos os outros DVD players que já testei, apertar o botão EJECT com o aparelho desligado liga o aparelho e ejeta a bandeja. No DVP5100 não adianta apertar o botão de Eject que mesmo que haja um disco dentro do aparelho este não liga;

Às vezes o aparelho não aceita o disco que empurramos. Você sente como se o mecanismo estivesse desligado e você o estivesse forçando. É necessário puxar o disco e empurrar de novo.

A troca da bandeja por um slot é vantajosa?

No geral, eu creio que não. Mas quem decide é você.

Prós do slot

  • O aparelho pode ser colocado em qualquer posição, incluindo de cabeça para baixo;
  • Em teoria, você tem menor possibilidade de quebrar alguma coisa, porque todo o mecanismo fica dentro do aparelho. Se você já esbarrou na bandeja esquecida aberta de um dvd player ou notebook sabe do que estou falando;
  • Vem com o efeito “que legal!” junto 🙂

Contras

  • Existe a possibilidade de arranhar, mesmo que de leve, todos os seus discos. Bandejas não arranham discos; E lembre-se que discos graváveis praticamente atraem arranhões, ao contrário dos discos originais;
  • Eu nunca vi um disco “enganchar” em uma bandeja obrigando a desmontagem do aparelho, mas já vi isso acontecer em auto-rádios. Isso pode acontecer com o DVP5100 e a desmontagem vai ser necessária porque não existe jeito de alcançar a alavanca de ejeção de emergência por baixo do aparelho.

Com o aparelho desligado, inserir um disco no slot não liga o aparelho automaticamente, como eu esperava.

Desbloqueio de região:

Sem disco no aparelho, Aperte [System Menu]

Vá até a página de Preferências e aperte [OK] para entrar na página. Esta página fica desabilitada quando há um disco no aparelho

Digite no remoto [1] [3] [5] [5] [6] [6]. Vai aparecer a seguinte tela:

Selecione a região que você quer com os botões que tem as setas para cima e para baixo. Região 0 = todas.

Aperte System Menu de novo para sair.

Os Menus

Os menus são apenas um pouco menos toscos que os do DVP642 e decepcionantes se comparados aos menus de um LG DK8321N (que usa o mesmo chipset).

Exemplo de menu:

Apenas cerca de 14 caracteres dos nomes são exibidos. Três a mais que no DVP642, mas ainda decepcionante se consideramos que o chipset Mediatek permite nomes de mais de 50 caracteres.

[05/12] Os novos firmwares Umbanda Violento aumentam esse limite para até 45 caracteres!

1) Esta área não é usada na navegação. É reservada para exibir o preview de fotos e as tags ID3 dos arquivos MP3, mas fica completamente vazia durante a navegação. No DVP642, é usada para mostrar subpastas e arquivos dentro da pasta atual.

2) Apenas quatro arquivos/pastas são exibidos de cada vez, contra sete do DVP642 e oito do LG DK8321N

3) Nas versões de firmware anteriores à 12.0C, não aparece absolutamente nada e este campo fica sempre vazio. Já da versão 12.0C em diante aqui aparece a pasta onde você está.

4) Só tem serventia quando está rodando um MP3. Mostra que ponto da música está tocando.

5) Só tem serventia quando está rodando um MP3. Exibe a duração total da música.

6) Mostra o número da pasta/arquivo atual e quantos existem no diretório

7) Esta moldura fica sempre vazia. É apenas decorativa;

8) Esta faixa fica sempre vazia, a não ser quando exibe mensagens brevemente da tecla MODE;

No quesito navegação, esse menu espartano faz o DVP5100 perder até mesmo para o DVP642. Só leva alguma vantagem para MP3 e JPG.

MP3

Comparado ao DVP642, o DVP5100 apresenta diversos aperfeiçoamentos com relação à execução de MP3

No retângulo direito, você pode ver as tags ID3 sendo exibidas. Perceba que infelizmente a Philips só exibe 14 caractres de cada tag, o que reduz bastante a utilidade das mesmas, mas é melhor do que nada (o caso do DVP642).

O VU bargraph no top (em verde e laranja) fica movendo-se de acordo com a música.

À esquerda e acima, os indicadores mostram o tempo decorrido, o tempo total e a bitrate do arquivo.

Ao contrário do DVP642, o aparelho não trava quando você está ouvindo um MP3. Você pode até sair do diretório para escolher outro, se quiser.

Compatibilidade Geral

Reproduz também WMA, além do MP3.

Compatibilidade com DivX

O aparelho tem problemas de fluidez ao exibir AVIs XviD com Packed Bitstream (PB). A solução é a mesma de sempre (siga o link).

[05/12] As versões 4.X do firmware Umbanda Violento corrigem o problema do PB no DVP5100, às custas de alguns efeitos colaterais que, pelo menos para mim, são irrelevantes.

O DVP5100 não tem o mesmo problema que o DVP642 tem com Matrizes Customizadas.

O aparelho é compatível com QPEL, ao contrário do DVP642, mas só é compatível com GMC de um Warp Point, assim como todos os outros aparelhos do mercado, incluindo o DVP642.

Curiosidades:

  • O manual em Português diz que o aparelho NÃO SUPORTA QPEL e GMC (Pág13 do PDF)
  • O manual em Inglês e diz que o aparelho SUPORTA!! (Pág18 do PDF). [11/05] Um visitante me escreveu para avisar que o manual em espanhol também afirma a compatibilidade com QPEL e GMC;

Time Search / GOTO

Infelizmente, ao contrário do DVP642, o aparelho não tem função Time Search para DivX embora exista para DVD (acessível pelo menu). Mas existe uma possibilidade que a função exista e possa ser acessada pelo controle remoto de outro aparelho. O philips DVP720, que é parecido com o DVP5100 mas não é vendido no Brasil, também aparentemente não tinha Time Search para DivX, mas foi descoberto que outro controle remoto conseguia acessar a função. Isso ainda precisa ser investigado.

Sem a função, o usuário é obrigado a chegar a um ponto qualquer de um filme usando os botões de avanço e retrocesso. Isso é especialmente incômodo em DivX, que não tem suporte a capitulos, como nos DVDs.

http://forum.doom9.org/showthread.php?t=79054&page=2

I read that the function (search/mode) of the remote control of the SEG DVX88 worked like GOTO on the Philips 720. I have a oneforall universal remote control and i decided to program this function (went to a store w/ Seg machine and just learned this function w/ the oneforall). It worked, i have now goto on my Philips 720. The subtitles still disapear. Hope it will be fixed. See you

ZOOM OUT

Como já era de se esperar, o DVP5100 tem exatamente o mesmo problema com overscan que o DVP642 (como eu estou cansado de repetir, o problema é na TV e não no DVD player).

Porém, no DVP5100 é possível contornar isso usando o zoom reverso:

Francamente, eu não consigo imaginar por que alguém iria querer afastar a imagem mais do que isto, mas o DVP5100 ainda tem dois passos de ZOOM reverso:

Seria preferível que o zoom tivesse passos intermediários entre 1 e 1/2, para reduzir o tamanho da moldura preta.

O ícone que você vê nas imagens mostrando o passo de zoom desaparece após 2 ou 3 segundos no meu aparelho. Se no seu aparelho ele permanece na tela, você está com uma versão desatualizada do firmware.

Essa única funcionalidade já torna o DVP5100 o melhor aparelho do mercado brasileiro para se assistir animes. Porque até agora não apareceu nenhum outro capaz disso, embora seja uma funcionalidade do chipset Mediatek que poderia ser implementada nos aparelhos da LG e da Pioneer.

[05/12] O GOTEC 5990 também tem Zoom Reverso, mas tem diversos pequenos problemas que me fazem recomendar o DVP5100

Controle de Volume

O DVP5100 é o único aparelho dos que testei a contar com um controle de volume acessível pelo Controle Remoto. A função é acessada apertando-se uma vez a tecla MODE, e começa considerando o volume atual como o máximo, ou seja: você só começa “reduzindo” o volume

LEGENDAS DivX

O aparelho apenas carrega legendas automaticamente (não é possível fazer seleção manual, como no DVP642) e para que uma legenda DivX seja carregada, precisa satisfazer algumas exigências:

  • Precisa ter o mesmo nome do filme (desprezam-se as extensões)
  • A exigência anterior inclui o respeito à CapITaliZaçÃO do nome 🙂
  • O nome do arquivo precisa ter, desprezando a extensão, 42 caracteres ou menos (limitação contornada nos Firmwares Umbanda)

O problema das quebras de linhas

Se o texto da legenda não couber na tela, não é quebrado automaticamente.

106
00:09:02,000 –> 00:09:05,003
Sabe, todo mundo acha que astrologia é um monte de besteiras,

Veja como a linha acima aparece no DVP5100:

Agora, o mesmo trecho em um LG DK8321N com firmware br0max:

E no DVP642 com firmware Bruno:

A comparação acima, do ponto da aparência da legenda, não é justa. Eu estou comparando o firmware original do DVP5100 com firmwares aperfeiçoados dos dois outros aparelhos.


Apresentou uma vez o mesmo problema estranho de perda de legendas ao dar um FF que acontece com o DVP642, com um detalhe surpreendente: o mesmo disco que apresentou esse problema no DVP5100 eu testei em seguida no DVP642 e as legendas não desapareceram, mesmo indo para trás e para diante no mesmo trecho do filme. No DVP5100 as legendas sumiram e não voltaram mais.

Esse problema intermitente com legendas acontece com freqüencia pequena e segundo relatos no exterior, acontece com todos os aparelhos e ninguém até hoje sabe por que ocorre ou como resolver.

Aparenta não ter o bug do DVP642 que limita o tamanho dos arquivos das legendas. Testei com legendas srt de até 193KB

Tem o mesmo bug do DVP642 que faz com que o final da legenda anterior apareça depois da atual.

Carrega apenas 5 legendas externas. As demais são ignoradas.

Dessas 5 legendas, uma (e apenas uma) pode ser vobsub.

Legendas Vobsub

Ao contrário do DVP642, é compatível com legendas Vobsub, mas com o habitual problema de cor que só é corrigido nos dois LGs com firmwares modificados. Infelizmente lê apenas a primeira legenda interna Vobsub enquanto o LG DK8321N é capaz de ler no mínimo três.

[05/12] Com os Firmwares Umbanda 4.X aparentemente é possível carregar várias legendas do Vobsub

Bug estranho: num Vobsub com três legendas. O DVP5100 só me permitiu ver a primeira, em Português, mas ocasionalmente exibiu na tela frases da legenda em inglês.

Uma legenda Vobsub tem que ter o mesmo nome do filme, sem subextensões. Assim:

filme.avi
filme.1.srt
filme.2.srt
filme.idx
filme.sub
Funciona
filme.avi
filme.1.srt
filme.2.srt
filme.3.idx
filme.3.sub
Não funciona. E é por isso que não dá para ter duas legendas Vobsub externas para um mesmo filme. E como o DVP5100 só carrega a primeira legenda interna de um Vobsub, você é obrigado a misturar Vobsub e legendas texto se quiser ter mais de uma legenda.

Hardware

O flat cable usado no DVP5100 para conectar o loader à CPU é exatamente o mesmo usado no DVP642. Eu testei usando o cabo de um no outro.

O circuito de Karaokê não é só um potênciômetro e um jack de microfone, conforme se pode ver ao examinar a placa por baixo:

Ligando o aparelho no carro

Minha idéia é aproveitar o baixíssimo consumo (10W) do aparelho, o fato do loader ser do tipo slot e o reduzido tamanho da CPU para desmontar todo o aparelho e remontá-lo, sem a fonte e o display, numa caixa bem menor. A placa CPU pode ficar embaixo do loader e o conjunto inteiro pode ocupar um espaço pouco maior que o de um auto-rádio. O problema no momento é garantir que eu possa me livrar da fonte e alimentar o aparelho com apenas 12V. Abaixo, um resumo das minhas experiências nesse sentido.

O Circuito Integrado usado na fonte é um DL0165R

O DVP5100 tem as seguintes linhas de alimentação:

  • +5V
  • +3.3V
  • +12V
  • -12V
  • -24V

Eu consegui com sucesso operar o aparelho sem a linha de -24V. O display se apaga (na verdade fica aceso, mas muito débilmente) porque essa tensão é usada para alimentar o filamento do VFD. Eu não testei o Karaokê, mas a julgar pelo que está escrito na placa, ele também precisa dos -24V. Não tem problema, a não ser que você pretenda fazer uma sessão de Karaokê no seu carro 🙂

A linha de -12V é usada apenas para alimentar o amplificador operacional da saída de áudio estéreo. Sem ela o aparelho funciona normalmente, mas sem áudio. Eu medi o consumo dessa linha e ele é de cerca de 5.5mA (o que dá 66 milésimos de Watt em 12Volts), com o aparelho em operação.

Isso torna as chances de operar o aparelho inteiro com uma única fonte de +12V (a bateria de um carro, por exemplo) bem altas. Vejamos novamente:

Tensão Nominal Tensão Medida Consumo Medido Comentário
+12V +11.3 108 a 110mA A tensão da bateria. Pode ser necessário estabilizar. O fato do aparelho funcionar com um pouco menos de 12V ajuda muito.
+5V +5.29 Pode ser obtido com um divisor de tensão simples ou com um CI 7805 de R$ 1,00
+3.3V +3.42 Pode ser obtido a partir dos +12V ou dos +5V com um divisor de tensão simples ou com um CI regulador
-12V -12.09 5.5mA -12V é algo que pode ser gerado a partir de um simples gerador de tensão negativa, graças ao baixo consumo de corrente
-24V Desnecessário, já que o display e o karaokê podem ser dispensados.

Meu próximo teste será construir o gerador de tensão negativa e testar se ele aguenta fornecer os 5.5mA sem provocar nenhum problema no áudio.

Velocidades reais de avanço em Mpeg4

  • A 8X : 5,3X
  • A 16X : 11X
  • A 32X : 18X

Outros testes (ainda estou organizando esta seção!)

Não tem o (raro) problema do DVP642 que faz algumas imagens ficarem azuis

O DVP5100 é o primeiro player que testei que não apenas não tem problemas com um aspect ratio diferente de “square pixels”, como também respeita o aspect ratio e dimensiona a imagem de acordo.

Ao apertar o botão Power para ligar, se houver um disco no aparelho, o DVP5100 leva 10 segundos entre o momento que aparece a mensagem LOAD no display até o momento em que o disco começa a girar. Somando-se a isso o tempo realmente necessário para indexar o disco, o DVP5100 tem o pior tempo de inicialização que já vi.

Depois que o aparelho já está ligado e você troca o disco, esse tempo cai para três segundos + indexação.

Lembre-se:

Tempo total = tempo de tracionamento + tempo para começar a rodar o disco + tempo para indexar

Algumas vezes, ao usar FF a 2X, o aparelho congela segundos depois de iniciar o avanço. Volta ao normal quando se aperta PLAY

Mesmo dando FF a 4X as legendas continuam aparecendo na tela.

Assim como no DVP642, não existe absolutamente nenhuma indicação na tela quando se passa de um AVI para outro.

O controle remoto responde tão rapidamente quanto o do DVP642.

Assim como no DVP642, se apertar e segurar o botão STOP do remoto, o disco é ejetado.

Página do suporte da Philips sobre o DVP5100K/78, onde você pode pegar os manuais, fotos do aparelho e, quando disponível, atualizações do firmware.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>