Se você tinha alguma dúvida de que a Mozilla tem uma fixação doentia pelo Chrome…

  1. Tudo começou com o sistema de releases freqüentes e sem sentido;
  2. Depois a interface mudou de tal forma que muitas vezes eu sou incapaz de dizer só de olhar se o browser aberto na minha frente é o Chrome ou o Firefox (a Mozilla jogou fora a  identidade do FF);
  3. Agora a Mozilla anuncia que o FF vai começar a suportar extensões do Chrome e o suporte a extensões próprias eventualmente será abandonado.

Mozilla:  uma empresa que já foi líder e hoje faz tudo ao seu alcance para se tornar irrelevante!

Ainda bem que ainda temos o Pale Moon, porque eu não consigo agüentar o Chrome.

15 comentários
  • Vagner "Ligeiro" - 29 Comentários

    Jefferson, isso é do motor de renderização. Não é que o “Firefox” vai virar o Chrome, mas sim que vai usar a mesma base que o Chrominium usa para mostrar as páginas. É o WebKit.

    Não tem nenhuma notícia, mas pelo que sei, o motor de renderização do Chrome é o chamado “Blink”, e é feito pelo próprio Google.

    Tenho usado o Opera, que é o mesmo motor do Chrominium, e acho bem mais estável e prático. O Firefox no meu note as vezes renderiza de forma esquisita e lenta. O Opera funciona redondo e com umas 10 abas abertas.

    O porém nisso tudo é que, ao que noto, quem é “usuário de risco” (geralmente o pessoal que procura pirataria na internet e usa os primeiros links que aparecem), tem um problema sério com quem usa Chrome (não vi isso no Opera ainda) – alguns adwares conseguem modificar facilmente a interface e comandos do Chrome para poder

    • Jefferson - 6.281 Comentários

      Jefferson, isso é do motor de renderização. Não é que o “Firefox” vai virar o Chrome, mas sim que vai usar a mesma base que o Chrominium usa para mostrar as páginas. É o WebKit.

      Ué… mas se o browser vai usar as extensões do Chrome (e abandonar as próprias) e adotar o mecanismo de renderização do Chrome, o que falta para “virar o Chrome”?

      Se parece um pato, anda como um pato…

      • Vagner "Ligeiro" - 29 Comentários

        Não entendo esta visão preconceituosa sua. A diferença entre Opera, Chrome, Chrominium e Firefox está na apresentação e também como o software é integrado.

        Possivelmente o Firefox pode adotar o WebKit, mas ao mesmo tempo trabalhar com ele de forma mais segura, o que seria ideal em comparação ao Opera e ao Chrome, e também manteria o legado de ser estável e seguro.

        Chrome hoje não é estável e seguro.

        O Opera, que uso, funciona bem.

        Usei o PaleMoon por um tempo, mas acabei ficando no Opera. Isso pode no final acabar em uma discussão subjetiva aqui.

        • Jefferson - 6.281 Comentários

          Preconceito?

          Eu não gosto do Chrome
          Eu não gosto do Opera

          Firefox segue de perto os passos do Chrome. Copia a UI, adota os complementos, abandona seus complementos, joga fora sua identidade como browser…

          É preconceito então eu não gostar da idéia? Eu é que não entendo por que você não entende. Basta seguir minhas tags “Firefox” para ter uma idéia do que eu espero de um browser. O Chrome só me atende no celular.

          • Vagner "Ligeiro" - 29 Comentários

            Preconceito é você já esperar algo pensando que vai ser daquela maneira, e assim ter um viés negativo a este algo.

            Se vê negativamente um Firefox com WebKit, bem, é sua visão, e noto um preconceito. Só aproveitei o espaço para tentar dar uma outra visão. Só que como falei, acaba isso sendo subjetivo, já que vai mais do jeito de usar e experiência individual do que de fatores técnicos. Não dá para mudar uma opinião assim.

            PS: Não vejo o Mozilla tendo uma fixação doentia, mas sim, devido a querer atingir um maior público que não o aceita, muda a interface para chegar próxima a quem já está em outras plataformas. “O artista vai onde o povo está”…

            • Jefferson - 6.281 Comentários

              Vagner, a Mozilla não começou a copiar o Chrome hoje, nem ontem. Isso começou há muito tempo e coincidentemente ou não a reputação, a usabilidade e o market share do Firefox vem descendo rolando ladeira abaixo (era de 18% há dois anos e agora não passa de 12% no desktop). A Mozilla vem irritando usuários de longa data e desenvolvedores de extensões a torto e a direito.

              Esse artista está *abandonando o seu público* para ir atrás de um público que não o quer.

              Mas você espera que eu olhe para mais um movimento *nessa mesma direção* e pense “ahhh… desta vez a Mozilla pode ter razão…”.

              Daqui a pouco você vai me dizer que eu tenho que dar *mais uma* chance ao Linux, porque a visão atual que tenho dele “deve ser preconceito” e não estar fortemente baseada em minha experiência e necessidades pessoais.

              Vagner, esse é simplesmente o oposto da minha abordagem natural do mundo. Parafraseando uma frase muito conhecida: “Decepcione-me uma vez e a vergonha é sua. Decepcione-me duas vezes e a vergonha é minha”.

              • Vagner "Ligeiro" - 29 Comentários

                Tenho uma visão diferente da sua, que deixo para terminar este dialogo, pois já vi que não tem conversa aqui…

                “Decepção é o que mais existe no mundo, pois idealizamos demais e ficamos confortáveis naquilo que julgamos como tal… mas na hora que tudo desmorona, o que sobra?”

                Prefiro me adaptar a cada adversidade, do que esperar o outro me agradar ou se decepcionar… No mundo dos certos, todos estão errados. E no mundo dos errados, todos estão certos. ;)

                • Jefferson - 6.281 Comentários

                  Tenho uma visão diferente da sua

                  E tem todo o direito, caramba! Quando você finalmente perceber que *eu também tenho*, nós voltamos a conversar sobre o assunto.

                  • Vagner "Ligeiro" - 29 Comentários

                    Quando você fecha um argumento falando que “não presta”, sem deixar espaço para contra argumentar, não dá para conversar.

                    Deixei uma opinião sobre a experiência que eu tive e uma opção que pode ser que surpreenda ou não você. Não estou falando que você não tem direito de contra opinar.

                    Você tem direito de não gostar. Falar mal, depende… obviamente alguém vai vir e falar “olha, não é bem assim”, tal como faço agora. Retrucar falando “não gosto”, “è ruim”, “Números indicam que estou certo e você errado” só estraga a conversa.

                    Eu não quero ganhar uma discussão, só quero mostrar que há outros pontos a serem vistos.

                    “Ah, eu não gosto do Linux”, “Ah, eu não gosto do Chrome”. Total direito seu, e inegável. Só que se ficar enviesado só nesta visão, e isso digo como um leitor que gosta de seus textos, acaba lhe restringindo em uma pequena parte confortável do universo da informática.

                    Eu não lido com Linux (e admito – por pura preguiça), mas já operei um pouco e sei que uma hora posso precisar operar um deles – lembrando que Android é base Linux e muitos roteadores também. Não vou ficar criticando a toa.

                    Eu não uso o Chrome por motivos similares ao seu – necessidade de uso de mais abas, dificuldade de uso do mesmo e lentidão.

                    Usei o Opera, que é a mesma engine, e a experiência para mim é melhor. Mas boa parte das pessoas que atendo usa o Chrome, por isso tenho sempre que estar de olho nisso. E fora de casa, costumo usar o Chrome.

                    Usei o Firefox e tive alguns problemas de experiência de uso. O mesmo se deu no uso do Pale Moon (baseado em dicas que peguei aqui neste blog). Mas não renego que são bons navegadores, só eu que não me adaptei. Mas não falo mal e nem digo que não gosto.

                    Se eu não quisesse sua opinão, era eu simplesmente renegar a audiência e ser -1 nas estatísticas. E se algum amigo meu perguntasse se seus textos são bons, a recomendação seria negativa se fosse assim. Não é.

                    Então por favor peço que entenda um pouco os outros lados dos leitores. O blog é seu e a opinião é sua, mas isso não significa tratar mal quem passa por aqui, certo? ;)

    • Jefferson - 6.281 Comentários

      O Opera funciona redondo e com umas 10 abas abertas.

      E o Palemoon funciona redondo com 775 abas abertas ;)

  • Intruder_A6 - 194 Comentários

    Eu, por alguma misteriosa razão, continuo tendo problema de vazamento de memória mesmo usando o Palemoon, tem vezes que ele consome 5GB e às vezes até 8GB, e fica bem ruim, me obrigando a reiniciá-lo, não sei o que você faz de diferente que não tem problema???

    • Jefferson - 6.281 Comentários

      Deve ser o tipo de site que você visita. Você usa Flash no browser? Eu não uso há muito tempo e meu Palemoon está usando apenas 1.2GB hoje.

      Você usa o Facebook? Aquela timeline virtualmente sem fim pode ser problemática. Acho que eu abro o Facebook no máximo uma vez por semana e só olho as notificações e saio.

  • Intruder_a6 - 194 Comentários

    Uso o flash, e não sei como não precisar dele, tem alternativa que o substitua ??? O facebook, uso até menos que você.

    Eu gostaria de poder me ver livre do flash (no firefox ele vivia travando, mas no Palemoon ele resiste bem mais tempo sem me dar problema) mas tem alguns sites que visito em que o flash faz falta.

  • Intruder_A6 - 194 Comentários

    Desabilitei o flash no Palemoon, e vou observar o que vai acontecer.

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »