IPhone Mail travado em “Verificando” ao configurar um servidor de email

Esse problema me assombra há muito tempo. Aparentemente não existe um tempo limite configurado e o programa fica “verificando” a conta indefinidamente se você deixar.

Um cliente pode ter encontrado a solução ontem ou acidentalmente ou por já estar acostumado com as frescuras do iOS. Eu entreguei o telefone a ele frustrado dizendo que não saía daquilo e era preciso fechar a app na marra. Menos de um minuto depois ele me devolveu o telefone dizendo que desligou o Wi-Fi e a verificação da conta ocorreu com sucesso.

Com o telefone usando apenas a rede celular eu consegui terminar as configurações sem dar mais esse problema.

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Iphone Mail: Erro “O endereço do remetente era inválido” ao enviar

Sim, remetente inválido. E não, eu não estava escrevendo os endereços de e-mail errado.

Encontrei esse erro bizarro ao configurar duas novas contas de e-mail no iPhone de um cliente. Eu já acho o programa de email do iPhone terrível (não há nada no iPhone ou Mac que eu admire) mas a cada versão a Apple consegue me surpreender com mais um problema bizarro, que não acontece em nenhum outro lugar.

Aparentemente a causa era configuração incorreta de porta no servidor SMTP nas novas contas. O iPhone não dá a opção de escolher a porta na primeira configuração (apenas permite definir host, usuário e senha)…

Colocar um botão “Configurações Avançadas” seria submeter o usuário de iPhone médio a um horror indescritível. Autoria da imagem: Hostinger

 

…e ao testar a configuração sinaliza que está correta. Mas na hora de mandar um e-mail ele naturalmente não consegue se conectar e aparentemente tenta enviar a mensagem pelo servidor de email da conta iCloud. Obviamente não funciona porque por questões de segurança hoje você não pode enviar, por exemplo, um e-mail com remetente @ryan.com.br  através de uma conta @icloud.com a não ser que isso seja especialmente configurado; e até onde sei só quem permite esse arranjo hoje é o gmail, que me permite enviar emails com remetentes @ryan.com.br desde que eu prove que controlo as contas antes.

Então o correto seria o programa sinalizar que o servidor SMTP configurado para a conta falhou, e não dar essas mensagens bizarras. Mas parece ser esperar muito do conceito de “Just Works” da Apple.

Na hora de editar o servidor SMTP, aí sim aparece a opção de mudar a porta, entre outras coisas. Depois de muito fuçar nessas configurações (o problema parece nunca ser resolvido imediatamente quando se trata do programa Mail do iPhone) finalmente o problema desapareceu.

 

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

A Microsoft deveria informar melhor sobre os riscos dos Perfis Temporários

Quando por alguma razão esquisita o Windows não consegue entrar no seu perfil e cria um perfil temporário, uma mensagem como esta é exibida (Windows 10):

Você entrou com um perfil temporário.

Não é possível acessar os arquivos. Os arquivos criados no perfil serão excluídos depois que você sair. Para corrigir isso, saia e tente entrar mais tarde.

A palavra chave aqui é “criados”.

Um usuário avançado sabe exatamente o que significa “criado” nesse contexto mas o usuário médio, não.

Um cliente teve um problema no computador dele onde somente os arquivos da pasta “documentos” sumiram. Eu concluí que a sequencia de eventos foi a seguinte:

  • Windows entra com um perfil temporário por alguma razão;
  • Usuário pode ou não ter visto a mensagem. Isso não importa muito nesse caso;
  • Usuário entra em pânico ao não encontrar os seus arquivos;
  • Usuário faz uma busca no HDD inteiro e acha os documentos sob c:\usuários\[nome do usuário]\Documentos;
  • Usuário move os arquivos para o perfil atual. E aí “já era”.

Os problemas que vejo, culpa da MS, são três:

  • O usuário médio não entende necessariamente copiar ou mover como “criar” arquivos. Mesmo que ele tenha visto a mensagem, possivelmente não mudaria o resultado;
  • A MS deveria deixar mais claro que o perfil é temporário, como deixa claro quando você está no Modo de Segurança. Por alguma razão, ao pegar o notebook dele, eu entrei pelo menos duas vezes no perfil sem tomar conhecimento de que era temporário. Nenhuma mensagem apareceu que eu tenha visto. Talvez porque o Windows estava demorando tanto para iniciar que quando eu voltava a olhar para a máquina a mensagem já havia sumido.  Apenas ao tentar executar certos comandos como administrador eu fui informado disso. Eu só não teria cometido o mesmo erro dele porque ao localizar os arquivos eu descobriria por que os arquivos tinham “sumido” e o estado em que o Windows estava. Não é o caso do usuário médio. O papel de parede do perfil deveria sinalizar “PERFIL TEMPORÁRIO” , “TODOS OS ARQUIVOS COPIADOS/MOVIDOS/CRIADOS AQUI SERÃO PERDIDOS”. Não é exatamente por falta de espaço na tela que a MS não faz isso;
  • O Windows poderia muito bem, ao fazer a operação de cópia, avisar de novo o usuário do risco que estava correndo. E ao tentar dar logoff avisar de novo.

Além de tudo isto, mudar a mensagem para que diga que o perfil inteiro será apagado, sendo tecnicamente verdade ou não, poderia dar uma idéia mais clara das consequências.

5 comentários
  • Claudio - 44 Comentários

    Não conhecia essa de perfil temporário, e achei extremamente preocupante, justamente pela confusão que vc descreve aqui. Sempre que eu configuro o windows em algum micro aqui em casa eu ignoro a insistência para logar com conta microsoft e crio usuários locais – todos não-admin, e um “root” que somente eu tenho a senha, especialmente para as tarefas de administração.

    Será que esse comportamento de usar um perfil temporário é conseqüência de uma falha ao autenticar um usuário MS (cloud) durante o login?

    • Jefferson - 6.253 Comentários

      Eu ainda não achei uma resposta definitiva para a razão do login em um perfil temporário.

      Para mim, falha de autenticação deveria impedir o acesso ao Windows e, até onde sei, o Windows mantém um cache de senhas e na eventualidade de não pode autenticar com o servidor ele compara a senha digitada com a última senha guardada no cache. Um membro de domínio pode passar “x” meses (existe um limite) sem conseguir achar o servidor de domínio.

      Mas isso não explica por que a mensagem diz “saia e tente entrar mais tarde”.

      É mais provável que a entrada no perfil temporário seja provocada pelo Windows não conseguir ler algum arquivo importante do perfil ou entrada do Registro, porque um dos métodos para resolver o problema é entrar e sair do Modo de Segurança, ou às vezes simplesmente reiniciar (já usei os dois métodos). Segundo o blog da Auslogics:

      Why does Windows 7 Load a Temporary Profile
      There are many reasons why this happens, but mainly, it is the result of corrupted profile files and folders. On the other hand, certain anti-virus programs or operations can be delaying the loading of the profile.

  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Estava pensando aqui que em vez de entrar com um perfil temporário seria muito mais útil o Windows reiniciar no Modo de Segurança. Eu pensei que o perfil fosse criado para dar uma oportunidade de fazer a manutenção necessária para resolver o problema, mas muitos comandos propositalmente não funcionam no perfil, mesmo executando como administrador. Por exemplo, o seguinte comando powershell necessário para consertar a barra de tarefas é recusado especificamente por você estar em um perfil temporário:

    Get-AppXPackage -AllUsers | Foreach {Add-AppxPackage -DisableDevelopmentMode -Register “$($_.InstallLocation)\AppXManifest.xml”}.

  • Snow_man - 283 Comentários

    Jeff, geralmente é alguma corrupção no windows mesmo, por atualização, instalação de algum software ou driver, ou só ruindade do windows mesmo.

    Pra mim a solução mais eficiente é criar logo um novo usuário e mover os arquivos do perfil antigo para o novo; soluções de reiniciar, ou mexer no registro, tem baixo percentual de resolução.

  • Matuto - 122 Comentários

    Apesar de nos meus computadores com o Windows 10 eu não fazer, eu concordo com você que a melhor solução é criar logo um usuário novo e copiar os arquivos.

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

A impressora multifuncional HP Neverstop 1200w não suporta o Windows XP

Para a maioria dos usuários domésticos isso não é problema mas nas empresas, principalmente no setor industrial, o XP ainda está presente e isso vira uma dor de cabeça. Acabei de vir de um cliente que é uma usinagem (fabricação de peças em metal) e onde dois dos três computadores rodam o Windows XP. E que me pediu para instalar uma impressora dessas. Não deu.

Até tentei dar um jeitinho, dizendo que o sistema era o Windows 7 de 32 bits para poder baixar.  Mas o software se recusou a instalar.

Uma das máquinas vai ser um transtorno para fazer um upgrade, mas parece ser possível. Já a outra roda um software específico, o Fikus, para uma máquina de eletroerosão a fio Agie Charmilles  que foi fornecido quando o sistema operacional mais recente era o Windows Vista e requer um dongle USB. E já me anteciparam que no Windows 10 eles já testaram e não funciona. Ou seja: para satisfazer a impressora eu tenho que avançar a versão do Windows, mas para satisfazer um software imprescindível eu talvez não possa avançar muito, se puder avançar.  Vão comprar dois computadores novos para que eu possa experimentar sem mexer nos que estão em uso, mas possivelmente eu vou ter que instalar o Windows 7 de 32 bits neles. Ou seja: continuar à beira da obsolescência. Vai ser um trabalho cansativo de tentativa e erro.

É claro que o Fikus tem uma versão que roda no Windows 10, mas esse upgrade provavelmente vai custar os olhos da cara. Eu nem preciso perguntar para saber, porque além de ser algo para usar na indústria (bote uma etiqueta com o nome “industrial” e você já pode cobrar 100% a mais), a página do produto tem muito blá-blá-blá sobre o que o software é capaz de fazer e nada de menção a preço.

Pois é. Caro.

Vão me chamar de “velho antiquado”, mas eu teria preferido escolher uma impressora compatível também com o XP.

Minha solução como programador seria fazer uma gambiarra: criar um software operando em duas partes: cliente e servidor. O servidor ficaria ligado na máquina onde a impressora pode ser instalada e o cliente nas máquinas Windows XP. Para imprimir na 1200w o usuário imprimiria como PDF e salvaria numa pasta específica monitorada pelo software cliente, que ao detectar o arquivo, automaticamente (existe uma API no Windows para monitorar pastas) enviaria o arquivo para o software servidor, que então imprimiria na 1200w. Mas achei melhor nem sugerir.

Alguém conhece uma solução pronta que permitiria contornar esse problema? Pode até ser que exista uma solução simples que não está me ocorrendo agora.

1 comentário
  • Claudio - 44 Comentários

    Normalmente essas impressoras laser suportam PCL padrão, e várias inclusive imprimem PDF. Em tese deveria ser possível usar um driver genérico PCL “in-box” do Windows e apontar para uma porta IP da impressora (assumindo que a impressora tem um IP fixo setado nela ou no DHCP).

    Vc não vai conseguir usar os recursos de scanner e talvez algumas funções mais avançadas da impressora (frente-e-verso, configuração de densidade de tonner, etc), mas deve conseguir imprimir com essa “gambiarra”.

    Uma outra opção que funcionava bem no XP (mas faz anos que não testo) é usar o “HP Universal Print Driver” (http://hp.com/go/upd) – se bem que olhando o link aqui parece que versões recentes somente tem download para Windows 64 bits, acho que para rolar em XP vai ser preciso achar uma versão mais antiga. Uma coisa legal do UPD é que depois que vc “detecta” a impressora, é possível solicitar ao software para instalar ela no sistema, isso configura uma impressora no Windows usando o mesmo driver, mas sem a interface dinâmica de busca de impressoras do UPD, vai direto para a porta de rede onde a impressora foi localizada. Fica parecendo o driver “nativo” da impressora.

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Botão Assinaturas do Outlook 2007 não responde

Quando você quer editar a assinatura da sua conta de e-mail, clica no botão e nada acontece.

Como eu estava com o Windows 64 bits, resolvi criando a seguinte chave no registro:

HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Classes\Wow6432Node\CLSID\{0006F03A-0000-0000-C000-000000000046}\LocalServer32

e preenchendo o valor “padrão” com o caminho para Outlook.exe.

Se você estiver usando o Windows de 32 bits o caminho é:

HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Classes\CLSID\{0006F03A-0000-0000-C000-000000000046}\LocalServer32

Em qualquer caso, se a chave já existir certifique-se de que o valor padrão aponta para o executável correto.

Isso supostamente funciona também com o Outlook 2010 e versões mais recentes.

Outras dicas que encontrei aqui foram:

  • Limpe o seu diretório TEMP, geralmente em %localappdata%\temp e teste se resolveu
  • Execute o Outlook no modo de segurança com “Outlook /safe” e teste se o botão Assinaturas funciona nesse modo

No meu caso nenhuma das duas opções acima surtiu efeito.

 

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Com dar ao Windows 10 e Windows 8.1 o “menu F8”, para entrar no Modo de Segurança

Entre outras coisas.

Essa é uma informação velha que eu tenho há muito tempo mas nunca tive tempo ou saco para escrever sobre isso. A maioria de vocês já deve saber mas vou publicar assim mesmo porque “vai que…”.

Um dos maiores empecilhos para a manutenção de máquinas com versão do Windows da 8 em diante é a dificuldade imensa para entrar no menu de inicialização que no Windows XP e Windows 7 você acessaria teclando F8 no final do POST. Esse menu entre outras opções úteis te dá a oportunidade de entrar no Modo de Segurança e desabilitar o reinício automático para ver o que danado diz a mensagem do BSOD. Do Windows 8.1 em diante você só tem a oportunidade de acessar isso lá no final daquele modo do Windows de recuperação em que ele entra automaticamente depois de tentar dar boot três vezes sem sucesso. O problema é que além de ter que esperar por isso ser extremamente demorado, em muitos casos o Windows não percebe que houve problema algum e nunca entra nesse modo. Um “atalho” para forçar isso é sempre apertar o botão de reset um pouco depois de ver o logotipo do Windows até que o SO “aceite” que há algo errado e entre nesse modo.

Mas existe um jeito bem melhor.

Basta dar o seguinte comando em um prompt de Administrador:

bcdedit /set {bootmgr} displaybootmenu yes

Você pode fazer isso com o Windows funcionando, preventivamente, ou em um prompt do modo de recuperação quando se deparar com um problema. Após dar esse comando, toda vez que o Windows iniciar irá exibir a tela do gerenciador de boot com opções. Normalmente o computador vai fica parado nessa tela esperando uma decisão sua mas você pode rodar o msconfig e definir um tempo para iniciar automaticamente. Eu defino 5s porque existem monitores que demoram tanto a dar imagem ao mudar de modo de vídeo que se você der um tempo menor pode nem ver a tela antes de iniciar o Windows automaticamente.

Eu ainda não sei se isso afeta a hibernação de drivers do Windows (se deixa o boot mais lento). Até onde eu tenha notado, não.

Para desativar basta dar o seguinte comando:

bcdedit /set {bootmgr} displaybootmenu no

 

 

1 comentário
  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Eu fui verificar se esse comando afeta o tempo de boot em uma máquina da bancada e a conclusão foi que não afeta, porque o menu só é exibido se o windows for reiniciado e não desligado. Ou seja: somente em situações onde os drivers já não estão mesmo em hibernação.

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Erro NMI HARDWARE FAILURE no Dell Optiplex 380

O problema, que impossibilitava o uso do computador, ocorria tentando rodar o Windows 8.1 tanto pelo HDD interno quanto por um drive USB (Sergei Strelec), o que deixou claro que não era um problema de software. Desabilitei itens de hardware no setup do BIOS (tecla F2) até descobrir que era causado pela placa de rede embutida (internal NIC). Deixando-a desligada o problema sumiu.

Nesse modelo Dell você pode desabilitar até os slots PCI (todos de uma vez), algo que eu nunca tinha visto.

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Ruminações diversas, julho-2021, segunda parte

1)Um cliente meu tem 14 câmeras de vigilância Intelbras ligadas a uma única fonte de 12V. Essa fonte pifou no dia 15 de junho às 1h48 da madrugada (verifiquei pela última gravação) e ninguém notou. Quando fui à empresa ontem fazer manutenção no servidor me deparei com o LED da saída da fonte piscando e temi pelo pior: depois de quase 30 dias com a saída da fonte ligando e desligando uma vez a cada dois segundos, (pense em ligar e desligar um aparelho qualquer 40 mil vezes por dia) poderiam estar todas queimadas. Mas após a troca da fonte está tudo funcionando.

2) Peguei um notebook rodando Windows 10 que, entre outros problemas, estava ficando parado numa tela preta antes do login por uns 20s e tendo entrado no Windows ao clicar na caixa de pesquisa não acontecia nada, nem conseguia digitar nela. Os dois problemas sumiram ao desabilitar o driver de vídeo. Bom, a tela preta permaneceu mas pelo menos ficou acompanhada daquele símbolo do Windows 10 que significa “Espere. Eu provavelmente não travei ainda.” Com a atualização do driver de vídeo (usando o pacote Snappy) o problema foi resolvido e até o tempo em que a tela ficava preta foi reduzido para 3s.

6 comentários
  • Marcelo Neuri Haag - 70 Comentários

    Falando do Windows 10: quais são as suas expectativas quanto ao 11? Neutras (a opção mais otimista) ou as piores possíveis (lhe conhecendo bem)? :lol:

    • Jefferson - 6.253 Comentários

      Não tenho expectativas :lol:
      Eu nem uso o Windows 10 e a maioria das máquinas onde dou manutenção roda Windows 8.1.

    • Wagner de Castro - 13 Comentários

      Algumas pessoas que fazem edição de ISO do Windows já relataram (em vídeo) que se remover o “pacote de embelezamento” do Windows 11, ele fica exatamente igual ao 10, tanto na barra de tarefas quanto no menu Iniciar.
      Como ainda não saiu a versão final, penso que isso pode melhorar, até porque para implementar a prometida compatibilidade com Android, muita coisa vai ter que mudar.
      Eu particularmente só vou usar e ter uma opinião formada quando a RTM sair.

  • Snow_man - 283 Comentários

    Não sei se é o mesmo defeito, mas peguei 2 máquinas esses dias, um notebook e um desktop, mesmo problema: inicia o windows, mas termina na tela preta ANTES da tela de login, não exibe erro nem tela azul, não resolveu com restauração do windows, nem ponto de restauração.

    Tive que formatar.

  • Matuto - 122 Comentários

    Esse Windows 10 ainda é uma desgraça!

    Eu fiz vários testes e percebi que tanto ele funciona bem em computadores/notebooks antigos, quanto funciona mal em computadores/notebooks novos. É muito estranho!

    No meu notebook de trabalho, um Acer com Win10 atualizado do Win7 original, ele agora pegou “mania” de dar tela azul ao ligar o notebook de um dia pro outro. Isso acontece pelo menos uma vez por semana e pra resolver eu simplesmente reinicio ou no máximo eu entro no Modo Seguro, e depois reinicio. E o problema some por dias.

    Eu realmente só uso o Windows 10 porque preciso aprender a resolver os problemas que ele dá, pra resolver os problemas dos clientes e pagar meus boletos!

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Como recuperar emails de uma conta Windows Live Mail (WLM) deletada por engano

Isso se baseia no fato de que ao apagar uma conta o WLM não apaga os emails. Estou assumindo que a conta seja POP3 e acabo de fazer isso para um cliente.

Crie de novo a conta, mas não coloque a senha ainda, para que não baixe emails.

Verifique em Arquivo -> Opções -> Email -> Avançado -> Manutenção -> Pasta de Repositório qual a pasta onde as mensagens do WLM são armazenadas. Geralmente está em C:\Users\[nome do usuário]\AppData\Local\Microsoft\Windows Live Mail mas não conte com isso. Eu, por exemplo, costumo configurar essa pasta em outro lugar, geralmente outra partição.

Feche o WLM

Nessa pasta ordene as sub-pastas por data de modificação, a pasta mais nova deve ser a conta que você acaba de criar. certifique-se de que dentro dela as pastas “Inbox” e “Sent Itens” estão vazias.

Procure agora nas outras pastas, começando pelas mais novas, qual é a pasta da conta que foi apagada. Você vai se deparar com um monte de arquivos .eml, que são as mensagens de email individuais. Você pode abrir um deles com um duplo clique e checar pelo conteúdo se você está na conta certa. O usuário da conta normalmente é o mais capacitado a fazer essa avaliação.

Ao achar a pasta com as mensagens da conta apagada, copie (você pode mover, mas isso é arriscado) as mensagens da pasta “Sent itens” para a pasta de mesmo nome vazia da conta nova. Repita o processo para a pasta Inbox.

Abra o WLM

Na conta nova, abra a pasta Itens Enviados. As mensagens devem começar a aparecer como se estivessem sendo baixadas nesse momento.  Se isso não acontecer você fez algo errado. Aguarde terminar.

Faça o mesmo para a Caixa de Entrada.

Nesse ponto, se seu programa de email estiver configurado para apagar as mensagens do servidor ao recebê-las você não precisa fazer mais nada a não ser colocar a senha para começar a receber as mensagens novas, mas se não for assim você vai se deparar com um possível problema: todas as mensagens no servidor serão baixadas novamente e você pode acabar com uma duplicação gigante de mensagens e todo o SPAM que você já tinha apagado vai voltar para assombrar você (ou o usuário).

Por via das dúvidas faça o seguinte:

No WLM, crie uma pasta dentro da conta. Por exemplo, dê a ela o nome “backup”. Mova as mensagens da Caixa de Entrada para essa pasta.
Termine de configurar a conta para baixar as mensagens.
Quando o download de mensagens terminar, compare o conteúdo da pasta backup com o novo conteúdo da Caixa de Entrada. Apague todas as mensagens da Caixa de Entrada que você já tem no backup (isso pode ser feito com menos de meia dúzia de cliques, usando click para marcar a primeira e SHIFT+click para marcar a última) e depois mova o conteúdo da pasta backup para a Caixa de Entrada.

 

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Servidor Dell Windows 2019 dando erros 0x80004005 e 0x80070035 ao acessar compartilhamentos

A partir do servidor tentar acessar outra máquina pelo nome dá o erro:

0x80070035 – The network path was not found

E pelo IP dá o erro:

0x80004005 – Unspecifed error

O problema só acontecia em um punhado de máquinas da rede. Encontrei um monte de tutoriais recomendando fazer coisas que me deixaram com um pé atrás, porque eu não sabia como reverter (eram comandos Powershell) se não resolvesse. E eu não gosto da idéia de ficar deixando rastros dos meus chutes. Encontrei a dica de como resolver nesta página e com os termos usados encontrei este artigo da MS com a explicação e o tutorial.

Isso também acontece com o Windows 10 a partir da versão 1709

  1. Execute gpedit.msc.
  2. Abra Computer Configuration > Administrative Templates > Network > Lanman Workstation.
  3. Clique com o botão direito em Enable insecure guest logons e selecione Edit.
  4. Selecione Enabled e OK.

Se for essa a causa do seu problema você deve ganhar acesso imediatamente. Não é necessário reiniciar. Se não for essa a causa é só usar o mesmo caminho e selecionar Disabled.

Esse problema só impedia acesso a um punhado de máquinas do cliente. Como todas rodam Windows 8.1 e nesse cliente o padrão é não deixar o Windows atualizar eu suponho que as máquinas que negavam acesso são justamente algumas que foram atualizadas por alguma razão. Eu não pude checar porque resolvi remotamente e só tinha acesso ao servidor.

 

 

8 comentários
  • Jefferson - 6.253 Comentários

    Minutos depois o cliente me ligou dizendo que não podia fazer o acesso inverso: da máquina Windows 8.1 para o servidor Windows 2019. O erro era: “Falha de Logon: não foi concedido ao usuário o tipo de logon solicitado neste computador”

    Como eu não tinha muito tempo para resolver o problema, resolvi aplicando o que é explicado aqui, que simplifico (não precisei de todos os passos) a seguir:

    No servidor Windows 2019

    1 – Execute gpedit.msc.
    2 – Expanda até Configuração do Computador > Configuração do Windows > Configurações de Segurança > Diretivas Locais > Atribuição de Direito de Usuário
    3 – Procure pela opção “Negar acesso a este computador pela Rede” e remova o usuário “Convidado” (Guest) da lista.

    Funcionou imediatamente mas não estou satisfeito com as implicações disso e outro dia vou ver como resolver de outra forma.

  • Trabalhador Anonimo - 19 Comentários

    A própria MS está “banindo” versões antigas do Windows com o server 2019 para forçar uma atualização geral para Windows 10.
    Eu acho um tiro no pé, mas vai entender!
    Até mesmo MSTSC – acesso remoto – tem dado problema quando acesso de windows 8.x para traz um servidor 2019.

    • Jefferson - 6.253 Comentários

      Reforçar a segurança é sempre bom. Já percorremos um longo caminho desde a segurança ridícula do Windows 9x e até conseguimos achar graça da segurança default do XP (o “compartilhamento simples de arquivos” é uma temeridade). O problema é quando o servidor vem com o mesmo default não importando o tamanho e requerimentos de segurança da empresa

  • Panda S - 2 Comentários

    O jeito é aproveitar e atualizar para o Windows 10 enquanto é gratuito

  • Ygor Almeida - 129 Comentários

    Ryan,

    Acho que para esses casos com Windows 10. A ideia é o LTSC ou LTSB. Que aplicam apenas patches de segurança criticos sem “features” e etc.

    Da wikipedia

    Enterprise LTSC

    Enterprise LTSC(Long-Term Servicing Channel) (anteriormente LTSB (Long-Term Servicing Branch)) é uma variante de suporte de longo prazo do Windows 10 Enterprise lançado a cada 2 a 3 anos. Cada lançamento é compatível com atualizações de segurança por 10 anos após seu lançamento e intencionalmente não recebe atualizações de recursos. Alguns recursos, incluindo a Microsoft Store e aplicativos agrupados, não estão incluídos nesta edição.[11][1][3] Esta edição foi lançada pela primeira vez como Windows 10 Enterprise LTSB (Long-Term Servicing Branch).[12] Existem atualmente 3 lançamentos do LTSC: um em 2015 (versão 1507), um em 2016 (versão 1607) e um em 2018 (versão 1809).[13]

    — Particularmente utilizo LTSC versão 1809 de 2018 – em equipamentos críticos de Produção, IHS’s, e outras máquinas que fazem SCADA para ambiente de produção.

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »