Fui obrigado pelo Android Studio a instalar um SSD

Nos meus computadores eu nunca senti nenhuma necessidade de usar SSD, principalmente diante do problema espaço em disco. Meu HDD de boot do desktop usualmente tem de 1TB a 2TB e na época que comprei meus HDDs de 2TB (2011) eles custaram R$229. Vai tentar comprar um SSD hoje com essa capacidade. O outro problema é que uso todas as portas SATA da máquina e relocar os 2TB para outro lugar não é tão simples.

Mas o fator realmente importante: nunca achei meu computador lento. Uso Core i3-3220 (terceira geração) com 16GB de RAM e placa-mãe Intel DH67CL.

Aí veio a necessidade de usar o Android Studio. Pense num negócio lento! Era simplesmente inviável desenvolver com ele do jeito que ficou ao ser instalado na minha máquina. Parecia até estar ignorando meus cliques ou travado. O único indício de que havia algo rolando que eu precisava esperar (note o evidente problema na interface com o usuário) era a atividade do meu disco C: ficar colada em 100%. Abrir o emulador era coisa para ir visitar o banheiro enquanto esperava.

Não é realmente uma surpresa, visto que esse mostrengo é baseado no IDE (Integrated Development Environment) Intellij IDEA, que é desenvolvido em Java (além do propósito dele ser programar em Java, o próprio programa é escrito nessa linguagem). E os meus leitores da época do G&G devem lembrar o que penso da p**ra do Java como usuário Windows e técnico de manutenção. Na época que estava na faculdade o Intellij era o “melhor” IDE para quem tinha a paciência de um monge e como eu não sou nem monge nem masoquista usava o Eclipse, que também não é lá essas coisas no quesito agilidade.

Mas fazer o quê? Coloquei um de meus HDDs em um adaptador SATA-USB 3.0 para liberar uma porta SATA e clonei minha instalação do Windows para um SSD Kingston A400 de 240GB. O Android Studio ficou tolerável. Não me atrevo a dizer que ficou rápido, pois rápido mesmo é o Delphi 7.  E vale salientar algo interessante: minha máquina não pareceu ficar mais rápida em nenhuma outra atividade. Ou seja: se acabar minha necessidade de usar o Android Studio o SSD cai fora.

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Surpreso positivamente por um SSD Multilaser Axis 400

Um cliente tem um notebook ASUS que estava apresentando os seguintes tempos de boot:

  1. 1min para a mensagem de boas vindas;
  2. 2min para exibir o desktop;
  3. 2min50s para abrir o explorer (Win+E logo ao exibir o desktop);
  4. 4min para destravar o Gerenciador de Tarefas (abria antes disso, mas as tarefas ficavam sem atualização) ;
  5. 4min45s para aparecer a janela do Google Drive (abria automaticamente a cada boot);
  6. 6min para a atividade de disco cair a 95%;
  7. 14min para atividade de disco cair a menos de 50%.

Indiquei que ele comprasse um SSD Imation na Lognet, por ser o mais barato de uma marca que para mim tem alguma credibilidade. Quando me chamaram para fazer a instalação, o que me entregaram foi um Multilaser Axis 400 de 120GB, que hoje, por R$164, é o mais barato SSD à venda na lognet. Eu fiquei olhando para a caixa avaliando se deveria ou não dizer ao cliente que não podia garantir o resultado ao instalar “aquela desgraça”. Acabei decidindo por instalar, porque só o que ele ia perder com o cancelamento da minha visita era quase o valor do SSD e a decisão de comprar “aquela desgraça” não fora minha.

Após fazer a clonagem do HDD original e instalar o SSD no notebook, fiquei de queixo caído: o tempo para alcançar o ponto 4 da lista acima caiu para 35 segundos.

“Aquela desgraça” pode até ter outros problemas, mas ser lerdo ao dar boot não é um deles.

6 comentários
  • Matuto - 125 Comentários

    Um cliente meu que tem uma pequeno restaurante usa um Notebook Compaq CQ-25, que veio com esse SSD da Multilaser. Após um tempo de uso e ainda na garantia, o SSD começou a travar e ao rodar o HD Tune mostrei para ele vários setores defeituosos. Como no restaurante não é somente o dono que utiliza o notebook, eu não sei se o problema foi causado por mau uso ou se o SSD é “safado” mesmo.

    Eu resolvi o problema simplesmente formatando o SSD e reinstalando o Windows 10, porém o notebook começou a apresentar um outro problema e o cliente optou por deixa-lo na reserva e comprou um notebook da Dell.

    Eu ainda prefiro pagar 100 reais nos SSD’s da KingDian, que tem loja no AliExpress do que esse da Multilaser.

  • Jefferson - 6.302 Comentários

    Eu ainda prefiro pagar 100 reais nos SSD’s da KingDian, que tem loja no AliExpress do que esse da Multilaser.

    Um amigo comprou desses SSD (se não me engano é essa marca mesmo) na aliexpress e está satisfeito até agora. Parece bem atraente se o que você quer é rejuvenescer uma máquina para passar à frente.

    • Matuto - 125 Comentários

      Particularmente eu recomendo esses SSD’s da KingDian. Eu tenho quatro deles aqui (três Sata-III e um mSata) e todos ainda funcionando bem.

      O primeiro que comprei para “testar” foi um de 60gb e só apresentou problema uma vez, que formatando foi resolvido e hoje fica num notebook de testes.

      Se eu não me engano, três ou quatro clientes também compraram e estão satisfeitos, por indicação minha.

      Evidentemente que se um cliente me perguntar qual o melhor SSD, eu recomendaria os da Kingston sem dúvida, mas o preço desses KingDian são muito atrativos e a qualidade não é ruim.

      *OBS: Eu notei que as vezes um SSD com setores defeituosos “pode” ter como solução uma simples formatação “normal” (não é a rápida) pelo Windows. Se a minha memória não está falhando, acredito que por 3 ou 4 vezes já resolvi dessa forma o problema.

      • Jefferson - 6.302 Comentários

        Uma formatação normal tem como característica justamente tornar indisponíveis os clusters onde encontrar setores ruins então, sim, é bem provável que uma formatação não-rápida “resolva” o problema, escondendo-o. Se não me engano chkdsk/f faz o mesmo efeito sem apagar os arquivos (exceto os afetados pelo defeito).

  • Luciano - 444 Comentários

    Você deve se lembrar, inclusive houve um post aqui no seu blog com minha duvida e a solução. Aqui uso um I5-2400 (segunda geração) e com um HDD para boot ele era insuportavelmente lento.

    Depois de colocar o SSD, a diferença foi brutal.

    O tempo aproximado pra chegar até o passo 4 da sua lista aqui é coisa de 35 a 40 segundos também.

    Me estranha no post posterior a este você dizer que no seu I3 não fez diferença.

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Ontem eu percebi por que “gamers” insistem em usar SSD

Não me interprete mal: eu sei a diferença que um SSD pode fazer. Eu só achava que a relação custo-benefício não era boa num PC que já tem especificações muito boas. Meu computador onde faço tudo hoje é um mero Core i3-3220 com 16GB de RAM e quatro HDDs. Até a semana passada era um Core i5 e raramente noto diferença. Durante o meu dia de trabalho no computador não há nenhum momento que me faça pensar: “eu seria mais produtivo com um SSD”.

Mas eu montei um computador para o meu sobrinho de 7 anos jogar que é um Core i7 de segunda geração com 8GB de RAM, placa de vídeo dedicada Geforce GTX650 e dois HDDs e achei que seria suficiente (é mais do que o mínimo necessário para jogar Fortnite), mas para minha surpresa ontem eu liguei o computador à noite para fazer um teste e ele iniciou insuportavelmente lento. Quando fui checar a causa, era o instalador do Fortnite usando toda a capacidade do HDD de boot, numa atualização que levou o que me pareceu uma eternidade.  E somando comentários de meu sobrinho com minha observação, parece que o Fortnite atualiza múltiplas vezes por semana e toda vez uma cópia inteiramente nova do jogo (que hoje tem 16GB) é baixada e instalada.

Agora eu vejo que foi tolice deixar o jogo se instalar no HDD de boot. E entendi por que um “gamer” pode achar um SSD atraente.

Eu definitivamente não vou colocar um SSD no computador do garoto. Desliguei as atualizações automáticas para o jogo e configurei para o “launcher” da Epic Games não mais iniciar junto com o Windows.  Afinal, meu sobrinho ultimamente tem jogado Lego Worlds e é inaceitável ter que esperar que outro programa se atualize para poder usar o computador.

1 comentário
  • Snow_man - 283 Comentários

    Aproveitar pra comentar:
    sempre peço a cliente pra evitar usar computador de trabalho para jogar.

    Mas é impressionante como chega pc com sistema bugado, que às vezes é o principal da empresa, que tinha alguém usando pra jogar e acaba dando bronca; ou quem empreste o notebook pra um filho, sobrinho, pra jogar.

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »

Decidi usar SSDs como opção para estender a vida útil de PCs

Eu não consegui ainda achar a relação custo benefício da compra de um SSD boa em condições normais. Por exemplo, meu PC principal é um i5 de 2a geração e nos últimos anos meu problemas de desempenho sempre foram resolvidos aumentando a RAM e agora tenho 16GB. Mas depois das sugestões de Jorge Mendonça e Marcelo feitas neste post no contexto de salvar um PC muito lento eu decidi testar o SSD quando o problema não é falta de RAM e a troca da placa-mãe e processador é uma solução inviável ou muito cara. E os resultados foram muito bons até agora.

Notebook HP Core i7  com HDD original, rodando Windows 7 e o maldito gbplugin

  • 46s até o login
  • 1min25s até aparecer o desktop
  • 9min40s até abrir o Microsoft Outlook

Sim, quase 10 minutos para conseguir abrir o Outlook, que era a principal reclamação do cliente. Mas “abrir” não significa “usar”.  Até o computador “se aquietar” e ficar usável o cliente ainda tinha que esperar vários outro minutos.

Após a troca do HDD por um SSD Kingston

  • 33s até o login
  • 46s até o desktop
  • 2min10s até abrir o Microsoft Outlook

O cliente ficou muito satisfeito com o resultado.

Você achou esse caso aí lento? Esse ainda era usável. Eu peguei outro PC do mesmo cliente que era simplesmente intolerável e após colocar um SSD Lexar NS100 nele o PC ficou “normal”.

O terceiro caso era de um PC cujo usuário reportava problemas esporádicos de lentidão ao usar o sistema comercial da empresa e eu não conseguia flagrar. Após trocar experimentalmente o HDD por um SSD o usuário disse que os problemas sumiram.

Tenham em mente que em todos os casos eu clonei o HDD original. Não estou comparando uma instalação carregada com uma instalação nova, porque isso seria estúpido. ;)

23 comentários
  • Claudio - 46 Comentários

    Legal :)

    Aqui (uso pessoal) eu não tenho mais micro sem um SSD como disco de sistema faz anos. Isso me permitiu manter micros antigos usáveis por muito mais tempo, e micros modernos absurdamente rápidos.

    Até pouco tempo atrás meu setup “padrão” era um SSD de 256GB para o disco de sistema (normalmente um Samsung 850 Pro), mas com o preço caindo bastante, já dá pra pensar em nem ter mídia magnética na máquina – meu maior HD, um WD Passport de 2TB, está num Raspberry Pi que serve a função de NAS, Plex Server e Backup “L1” (rede local).

  • Ricardo - 133 Comentários

    Eu não sei se ainda é válido, mas eu já ouvi relatos que clonando o HD (ou em versões mais antigas do Windows), a desfragmentação automática ficava ligada mesmo no SSD, o que acabava reduzindo a vida útil por excesso de escrita. Chegou a verificar esse ponto?

  • Jonathas de Paiva - 2 Comentários

    Como eu disse no meu comentário do post “Western Digital e outros estão usando tecnologia inferior nos HDDs sem avisar os compradores”.
    Quem experimenta usa SSD nunca mais quer voltar usar HD comum, não existe comparação (que não seja financeira) entre ambos.
    Eu li em algum lugar e concordo plenamente, o melhor upgrade a se fazer em qualquer maquina nos dias de hoje é a compra de um SSD.
    Muitas pessoas tem preconceito com SSD alegando que a vida útil dele e muita pouca, o que é uma inverdade, esse artigo do Clube do Hardware analisa muito bem isso:
    https://www.clubedohardware.com.br/artigos/armazenamento/mitos-do-hardware-13-durabilidade-de-ssds-r36718/

  • Matuto - 125 Comentários

    Esse assunto me interessa. Eu comecei colocando um SSD Kingston no meu desktop principal, de 128gb mesmo. Com o Windows 7 o meu Dual core ficou muito rápido para iniciar, desligar e abrir os softwares. Então eu comprei um SSD da WD, também de 128gb para um segundo desktop, com Windows 10 e também me surpreendi com a velocidade. Hoje coloquei SSD em todos os notebooks daqui do laboratório pois não aguento mais a lentidão de HD Sata. Inclusive recomendo os SSD da KingDian, que vendem no Aliexpress. Tem um preço bom, chega rápido (30 dias em média) e não tive problemas utilizando 3 deles, por mais de 1 ano (e contando). Só um de 60gb da Kingdian que começou a apresentar setores defeituosos e travar, mas uma simples formatação no Windows 7 resolveu o problema.

    No meu caso, os SSD de 128gb resolvem o problema porque nos desktops coloco HD’s Sata para armazenamento e nos notebook de trabalho não preciso de muita coisa fora o sistema operacional e alguns GB para instalar os softwares básicos.

    E pra quem precisa de mais espaço no notebook, pode comprar um caddy de 12mm ou 9mm e colocar o antigo HD Sata junto com o SSD (fiz isso num notebook Positivo meu).

    • Jefferson - 6.302 Comentários

      E pra quem precisa de mais espaço no notebook, pode comprar um caddy de 12mm ou 9mm e colocar o antigo HD Sata junto com o SSD (fiz isso num notebook Positivo meu).

      Isso não funciona com todos os notebooks. Estou surpreso que tenha funcionado justamente com um Positivo.

      • Claudio - 46 Comentários

        Isso não funciona com todos os notebooks.

        Podes elaborar um pouco nesse ponto? Desconhecimento meu mesmo … Eu já fiz o seguinte upgrade em 6 notebooks da família, entre Lenovo e HP, e em todos funcionou:

        – colocar um SSD como disco principal
        – remover o combo CD/DVD-RW
        – instalar no lugar um adaptador para disco SATA
        – mover o antigo HD (normalmente bem maior que o novo SSD) para o adaptador e usar como disco adicional

        A única ocasião em que tive problema foi com um adaptador comprado via Amazon Marketplace que sempre me causava “tela azul” ao iniciar, mesmo em modo de segurança e mesmo atualizando a BIOS. Troquei por outro adaptador que tinha aqui e tudo se resolveu, marquei aquele como defeituoso mas não tive outra oportunidade de investigar mais `a fundo.

        Offtopic: esse post “bombou” bastante nos comentários. Poderia ser interessante se o plugin usado para enviar notificações de novos comentários fosse um pouco menos “afoito em mostrar serviço”. Talvez umas duas notificações por dia com o resumo dos comentários? Acho um pouco “spammy” enviar imediatamente um aviso por comentário, mesmo que eu tenha voluntariado para isso :D

        • Jefferson - 6.302 Comentários

          Podes elaborar um pouco nesse ponto? Desconhecimento meu mesmo …

          Eu posso estar errado. Minha experiência nisso se limita ao fato de que todas as minhas tentativas de usar um adaptador desses falharam. Assumi que o BIOS do notebook precisava suportar a detecção de um segundo disco rígido interno. Porém eu só tenho um adaptador e testei apenas em computadores da família.

          Poderia ser interessante se o plugin usado para enviar notificações de novos comentários fosse um pouco menos “afoito em mostrar serviço”.

          Eu vou colocar isso na lista de coisas para olhar, mas essa lista é grande :)
          A faculdade está tomando todo o meu tempo que de outra forma eu consideraria “livre”. Eu tenho um professor de Estudo Dirigido que só se apresentou 20 dias atrás e já está me cobrando que eu entregue meu trabalho nesta sexta.
          Lamento dizer isso mas por ora é mais fácil resolver se desinscrevendo.

          • Claudio - 46 Comentários

            Lamento dizer isso mas por ora é mais fácil resolver se desinscrevendo.

            Nem pensar, o valor dessas discussões é muito superior ao pequeno inconveniente de lidar com alguns emails que, de qualquer forma, o GMail agrega em uma thread – e então nem incomoda muito. Foca na faculdade e trabalho e deixa isso para quando sobrar tempo :)

      • Matuto - 125 Comentários

        Jefferson, acabei de receber um caddy da Lognet. O Knup de 9.5mm, modelo KP-HD010. Testei em dois notebooks e ele funcionou normalmente:

        1- Notebook Positivo Stilo XR2995;
        2- Notebook Dell Inspiron 3442.

        Eu comprei pra uma cliente e usei de cobaia aqui no laboratório.

        Eu só não sei se os outros caddys “genéricos” funcionariam também.

  • Antonio - 2 Comentários

    Estou usando o SSD abaixo há 10 anos, e até agora não apresentou um problema sequer.
    Hoje ele é considerado lento, mas é mais que suficiente para meu uso de Office e navegação.

    Intel SATA SSD 80GB SSDSA2MH080G2C1

    Comprado em 26/04/2010 por 399,30 “DÓLARES” (isso mesmo: U$ 399,30) na Kabum (Doeu muito no bolso daquela época, mas pelo tempo que já usei valeu a pena).

    Inicia o win10 em menos de 15s em um Core i3-530 também com 10 anos e 8Gb de RAM, em placa mãe de boa qualidade(Asus P7H55D-M EVO) daquela mesma época, com Fonte Corsair VX Series CMPSU-450VX.

    Acredito que posso usar mais uns 5 anos pelo menos.

    Neste caso, tudo que gastei (+- U$ 1.100,00) em hardware de boa qualidade na época, confirma que o caro sai barato afinal de contas.

  • Marcio - 14 Comentários

    Oi Jeferson que software você usa para clonar os drives?
    SSDs realmente melhoram muito a resposta do PC. Tenho um da Samsung a mais de 5 anos em um dos meus PCs e nunca tive problemas.
    Pena que com essa disparada do dólar os preços deram uma boa subida. Os de 250 gb estavam bem acessíveis e são o suficiente para a grande maioria dos casos. Os melhores são os que tem cache de ram interno como os da Samsung, a linha mx500 da crucial e a linha kc600 da Kingston por exemplo.

    • Jefferson - 6.302 Comentários

      Acronis Trueimage. Eu o uso para backup de clientes. O que sinto falta nele é uma facilidade maior de navegar pelas imagens. Uma capacidade de montar a imagem diretamente em uma máquina virtual seria excelente.

      • Matuto - 125 Comentários

        Eu utilizo o Acronis True Imagem também, desde a versão 2009 eu acho. Porém a versão 2019 está com alguns problemas, pelo menos nas imagens que tentei criar ou restaurar. Por isso recomendo a versão 2016 ou 2013.

  • Alisson Teles Cavalcanti - 72 Comentários

    Estou escrevendo aqui, mas peço desculpas se não é o local adequado. Gostaria de compartilhar algo inusitado que me ocorreu hoje pela primeira vez em décadas instalando Windows e ao menos 5 anos instalando hackintoshes. Meu computador (note Acer Travelmate P455-MG, i7 4510U) simplesmente parou de reconhecer pendrives bootáveis. Testado com windows 10 e ao menos dois pendrives com OSX. Todos funcionavam perfeitamente, e um deles é literalmente a mesma imagem que utilizo há quase 5 anos pra instalar o Yosemite em minhas máquinas, sempre com sucesso.

    O problema iniciou hoje à tarde quando tentava instalar o High Sierra no meu computador. Baixei uma imagem modificada do sistema (Niresh High Sierra), que não terminou de dar boot e interrompi forçando o desligamento. Daí notei que o pendrive sequer era listado entre as opções de boot. Noutro note, o mesmo funcionava normalmente. Depois testei com outros pendrives, mesmo resultado. Revirei a bios tentando todas as opções possíveis e nada. Cheguei a pensar que ela havia sido corrompida pela tentativa de instalação.

    Daí vem a parte que me gelou a espinha. Minha esposa tem um computador exatamente igual, com windows 10. Neste note, o boot via pendrive funcionava com o mesmo pendrive anterior. Tive a ideia de instalar o HS no computador dela, trocando os HDDs, assim teria o sistema funcionando em meu computador. Assim fiz, mas novamente o instalador não prosperou, e notei que entrou em um loop qualquer observando as mensagens na tela, mesmo sintoma que fez no meu computador, me obrigando novamente a forçar o desligamento.

    A partir daí, o computador de minha esposa passou a também não reconhecer os pendrives para boot . Já desesperado, dei boot no meu computador com o HDD dela e fiz a reescrita da BIOS pelo windows. Nenhum resultado. Nada mais funcionava, o único dispositivo reconhecido para boot era o HDD em ambos os notes.

    Por fim, uma luz no fim do túnel. Após várias tentativas frustradas, quando já estava partindo pra procurar outro note, percebi que, após dar boot no windows e deixá-lo em hibernação , o boot via pendrive voltava a funcionar. Porém, aparentemente basta reiniciar que o problema volta. Iniciei uma instalação do Yosemite (imagem original apple), e quando o instalador reinicia o computadr para prosseguir com a instalação, novamente para de reconhecer o pendrive para boot, obrigando a novamente dar boot e hibernar o windows. Nunca vi isto em minha vida…

    Resta dizer que este computador me acompanha há pelo menos 3 anos, e já perdi a conta de quantas vezes dei boot por pendrive para instalar, reinstalar, reparar, etc, inclusive com desligamentos forçados no meio de tentativas de instalação de SOs.

    Alguém Já viu algo parecido? Como última alternativa para deixar o computador usável, instalarei um windows nele só para “restaurar” o boot via pendrive. Só posso imaginar que algo nesta instalação do Niresh High Sierra fez algo na Bios que nem resetando aos parâmetros originais resolve.

    • Jefferson - 6.302 Comentários

      Estou escrevendo aqui, mas peço desculpas se não é o local adequado.

      Não se preocupe. Esse problema é suficientemente interessante para ser movido para seu próprio post.

      Eu notei que você não mencionou a configuração de boot do notebook (UEFI ou legacy) embora tenha mencionado ter mexido nas configurações, nem que tipo de boot seus pendrives suportam. Eu suspeito que sejam todos UEFI. Você também não mencionou ter testado o boot via CD/DVD. Isso é importante para saber que capacidade exata foi perdida: dar boot via USB? UEFI? Legacy?

      Eu tenho a impressão de já ter esbarrado em algo parecido, mas não consigo me lembrar dos detalhes.

      • Alisson Teles Cavalcanti - 72 Comentários

        Grato pelas respostas, Jeferson. O note tem apenas duas opções, “Legacy” ou “UEFI” (esta, por sua vez, permite escolher entre “secure” ou “non secure”). Em qualquer uma das opções o problema persiste. Todos os pendrives têm boot UEFI, sendo que os do OSX só UEFI, enquanto que o do windows eu suspeito que seja UEFI/MBR, pois foi gerado pelo utilitário da microsoft a partir de uma ISO original do W10 64 bits.

        Quanto ao boot via CD/DVD, não testei porque removi o drive do meu computador para colocar um caddy pra um segundo HDD por não mais usar, e o da minha esposa está danificado. Não utilizo mídia ótica há algum tempo. Mas tenho o drive aqui, e se preciso posso tentar. Tenho o Hiren’s Boot DVD aqui.

        Uma atualização sobre o problema. Depois de escrever aqui e depois de mais uma tentativa frustrada de instalar o Yosemite (quando pede pra reiniciar, o boot via pendrive morre), eu recoloquei o caddy com um antigo HDD que utilizava há tempos e que é bootável, pois tem o clover instalado. O pendrive voltou a aparecer!!!!! Macacos me mordam…

        Eu agora tenho uma forte suspeita. Quando o problema apareceu, tanto no meu computador quanto no computador de minha esposa só havia um HDD. Eu havia removido o caddy pra não haver confusão na hora de instalar o SO. No computador dela, ainda restava o drive CD/DVD avariado. Agora eu acho que na verdade bootar o windows não era o pulo do gato, mas simplesmente haver um HDD bootável presente. Eu imagino que, se o note não enxerga nenhum HDD instalado com boot via UEFI (ou MBR, mas não tenho nenhum no momento aqui pra testar), ele simplesmente ignora qualquer dispositivo bootável via USB. Após o boot windows, como neste note (não sei se em outros) algumas funções ele só habilita após um reinício, eu acredito que o boot via USB só seja habilitado após detectar um HDD com boot UEFI válido e haver um ciclo completo de boot.

        Enfim, aparentemente tudo voltou ao que era antes. Ufa! :yahoo: De qualquer modo, caso queira, posso investigar mais.

        Forte abraço!

    • Jefferson - 6.302 Comentários

      Se não tiver nada que certamente suporte boot legacy, eu sugiro o Sergei Boot CD, que suporta boot UEFI e Legacy. Você pode gravar em disco ou criar pendrive bootável usando o RUFUS.

    • Jefferson - 6.302 Comentários

      Se baixar o Sergei for muito demorado, você pode acelerar criando um pendrive de boot com o AIO Boot. Acho que você não precisa integrar nada. Basta deicar o inatalador instalar o bootloader no pendrive que este, até onde lembro, já terá suporte a boot Legacy e UEFI.

Clique para comentar
(Prefira clicar em "Responder" se estiver comentando um comentário)

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »