AIO Boot simplifica muito a criação de pendrives de manutenção no Windows

AIO Boot faz quase tudo por você. Basta executar o programa e indicar o seu pendrive e os ISOs de manutenção como o Ultimate Boot CD, o Hiren’s Boot CD e o Sergei Strelec WinPE que o programa faz a formatação, instala o bootloader e integra o conteúdo dos ISOs no pendrive. O autor é vietnamita e o inglês dos tutoriais dele não é muito claro, mas uma vez que você saiba o que fazer, operar o programa é muito fácil.

Ao executar pela primeira vez o programa vem em vietnamita.

Clique em LANG e escolha outro idioma. Não existe português, mas existe inglês e espanhol. Eu prefiro inglês:

Por default e para sua segurança o programa não inclui HDDs na lista. Se quiser que inclua, marque “Use Hard Disk Drive”. Se o drive não estiver formatado, marque “Format to FAT32”. Se você realmente quiser “limpar” o drive clique em AutoPartition que novas opções para particionar e formatar o drive aparecerão.  Por fim, escolha qual o drive e clique em OK.

O programa irá copiar os arquivos necessários para sua operação para o pendrive.  Quando terminar o label será AIOBOOT e este será o conteúdo:

Quando terminar ele também executará automaticamente o programa AIOCreator.exe, mas se isso não acontecer basta executar manualmente.

Para integrar o Hiren’s BootCD, o Sergei Strelec WinPE ou o Ultimate Boot CD, basta ir na aba Integration, escolher “Special Pack” e escolher na lista qual o pack que você quer integrar:

Isso é necessário para que o programa saiba que arquivos procurar e onde colocá-los. Por causa disso nem todas as versões do Hiren’s são compatíveis, porque existem diferenças drásticas entre versões. As versões 15.1 e 15.2 funcionam, mas não a 15.1 rebuild v2.0 (acusa “invalid file“). Não dá para ter mais de uma por uma limitação do próprio Hiren’s.

Escolha o ISO clicando no botão “…” e depois clique em OK. O tempo para fazer a integração varia.

Nomes de arquivo ou caminho não podem ter caracteres de acentuação como o apóstrofo de “Hiren’s” e o programa reclamará disso. Basta renomear retirando os caracteres proibidos.

Outras opções

O programa diz suportar boot por arquivos .VHD (disco de máquina virtual), mas nas duas vezes que tentei, com Windows XP e Windows 7, deu o erro “No such command: /AIO/Tools/grub4dos/bootvhd.g4b“. Tentei uma versão velha do AIO Boot, 0.0.5.16, e um VHD com Windows XP mas ao escolher a opção no menu o programa volta para o menu.

À medida que eu me familiarizar com outras opções adicionarei comentários.

19 comentários
  • Jefferson - 6.301 Comentários

    Notar que o esquema de integração “Special Pack” usado pelo AIO Boot não faz nada para reduzir a superfície de ataque por vírus ao remover os arquivos do ISO original para diretórios completamente desprotegidos no pendrive. No esquema “VHD” pelo menos o arquivo de drive virtual é copiado como está, o que requer que o vírus saiba como infectar arquivos VHD.

  • Jefferson - 6.301 Comentários

    A versão 15.2 “rebuild by Proteus” do Hiren’s foi aceita pelo AIOCreator, mas o boot pelo Mini Windows 7 não funcionou. Mas nem o Mini XP funciona se você particionar o pendrive como FAT32+ExFAT.

    O LiveCD linuxmint-18.1-kde-64bit.iso funciona, mas apenas com partição única FAT32.

  • Jefferson - 6.301 Comentários

    A versão 15.1 rebuild2.0 do Hiren’s que tenho não integra porque em vez dessa estrutura, que é comum desde a versão 10.0:

    +HBCD
    HBCDMenu.cmd

    Tem a seguinte:

    +BOOT
    +DLC1
    +TOOLS
    DLCMENU.CMD
    ISOLINUX.BIN
    ISOLINUX.CFG
    GRLDR

    Analisando alguns arquivos, consegui fazer essa versão diferente funcionar usando o seguinte procedimento:

    Integrar uma versão aceita, para que as modificações necessárias nas configurações sejam feitas;
    Remover HBCD e HBCDMENU.CMD
    Copiar BOOT (requerido para que o Mini Win7 inicialize) DLC1 e DLCMenu.cmd do ISO para a raiz do pendrive;
    Modificar o arquivo /AIO/Menu/Main.cfg susbstituindo a referência a /HBCD/Menu.lst por /DLC1/MENU.LST

    • Jefferson - 6.301 Comentários

      verifiquei o que muda entre uma instalação virgem e a integração do Hiren’s e apenas duas coisas são feitas:

      É criado o arquivo texto \AIO\menu.ipxe
      O seguinte texto é acrescentado a \AIO\Menu\Main.cfg:

  • Jefferson - 6.301 Comentários

    Em teoria, é possível ter várias versões suportadas diferentes do Hiren’s no pendrive desde que você encontre um meio fácil de alternar entre os diretórios HBCD e o modo mais fácil de fazer isso é renomeando.

  • Eduardo - 7 Comentários

    Uso o YUMI pra criar pendrive com diversos packs de ferramentas, incluindo hiren´s boot ultimate. Acho o mais completo e eficiente.
    https://www.pendrivelinux.com/yumi-multiboot-usb-creator/

  • Felipe Torres - 1 Comentário

    UBCD e Hirens eu conheço, mas seria legal se fizesse um post sobre esse Sergei Strelec WinPE, suas utilidades e considerações pessoais. Abraço. :)

    • Jefferson - 6.301 Comentários

      Eu uso o Sergei Strelec WinPE apenas raramente, quando os Mini-Windows do Hiren’s não dão conta ou quando eu desconfio que não darão conta. Eu nem consigo me lembrar dos programas que vem instalados, que são muitos, porque só uso para poder usar o Windows Explorer. Ele vem com boot de quatro versões do Windows (Windows 8 e 10, 32 e 64 bits) e eu sempre consigo acessar o HDD da máquina com uma delas.

  • Daniel Plácido - 51 Comentários

    Eu já testei muitos programas destes e foi difícil encontrar UM único que fizesse o que eu preciso (alguns resolviam o problema com um sistema mas não funcionavam com outro), e cheguei no WinSetupFromUSB que resolveu meus problemas.
    (este AIO Boot não conhecia, mas já salvei em minhas ferramentas para caso precise testar uma outra alternativa).

    Em um HD externo criei uma partição NTFS com instalação do Windows XP, 7 e 10, Hirens, e Ubuntu, alterei as permissões de segurança para esta unidade ficar somente leitura e já tem quase 1 ano nunca tive problemas (antes de deixar como somente leitura, sempre que eu instalava o Win 7 (se não me engano), ele corrompia o boot e tinha que refazer tudo novamente.

    • Jefferson - 6.301 Comentários

      Você conseguiu fazer os “Mini Windows” do Hiren’s dar boot usando o WinsetupfromUSB? Eu gosto da forma como o WinsetupfromUSB opera, copiando o ISO original sem fazer extração, mas aparentemente os “Mini Windows” não são compatíveis com esse método de boot. E a falta deles é um “deal breaker” para mim.

      • Daniel Plácido - 51 Comentários

        Somente o Hirens que ficou meio “bugado”, ele não carrega sozinho o Menu do HBCD, então já deixei a pasta dele na raiz da unidade, daí quando o sistema inicia eu abro e executo o EXE do Menu.
        Só tive este empecilho, mas com os outros softwares eu tinha problemas maiores pra ter a instalação dos Windows juntas então foi o que me serviu melhor, uso o HBCD 15.2.

  • Matuto - 125 Comentários

    Eu utilizo aqui o Xboot vs1.0. Ele copia as imagens ISO pra uma pasta chamada “images” na raiz do pendrive e os menus ficam em arquivos com extensão “lst”, que podem ser editados para modificar os nomes da opções. Ele funciona bem com o Acronis True Image, HDD Regenerator, MemTest, Kaspersky Rescue Disk e o Hiren’s Boot CD 15.2 (mas é necessário copiar a pasta “HBCD” pra raiz do pendrive, se não alguns softwares não funcionam).

  • Snow_man - 283 Comentários

    Desde ontem estou ruminando pra comentar aqui, porque gostei do software indicado;

    Qual a minha intenção: pegar um hd de notebook, colocar em um case, e ter um multiboot onde possa instalar XP, 7 aio, e 10 home e pro, todos x86 e x64; e ainda aproveitar espaço livre do hd (caso sobre) pra deixar instaladores de programas.

    • Jefferson - 6.301 Comentários

      Nunca encontrei uma opção de instalar o XP sem ser por mídia óptica que funcionasse direito.

    • Matuto - 125 Comentários

      Eu tenho uns três HD em cases diferentes, porém só uso pros softwares que falei no comentário anterior (Acronis True Image, Hiren’s Boot CD, Kaspersky Rescue Disk, HDD Regenerator e outro que não lembro agora). O espaço livre uso pra deixar instaladores do Office e outros softwares básicos e também pra um pequeno backup de cliente, se necessário.

      Instalar um sistema operacional eu nunca tentei dessa forma.

  • AIO Boot - 1 Comentário

    Thank you for a very useful article. I am the author of this tool. I have added your link to my site.

    https://www.aioboot.com/en/useful-links/

  • Jefferson - 6.301 Comentários

    É possível dar boot diretamente por arquivos ISO, mas isso pode ou não ser simples.

    Segundo o autor, basta colocar seus arquivos ISO bootáveis dentro do diretório AIO\Files que ao ser selecionado o item “Boot from ISO” no menu o AIOboot vai listar tudo dinamicamente.

    No caso do Hiren’s bootCD, eu testei a 15.1 rebuild e a 15.2 e só consegui dar boot pela primeira, usando a opção “Open with Loopback” que o menu oferece e depois selecionando o arquivo grldr (bootloader do Grub4DOS). O que sugere que qualquer ISO que tenha esse arquivo na raiz vai funcionar.

    • Jefferson - 6.301 Comentários

      Eu me enganei. Ao selecionar o arquivo ISO no menu o conteúdo dele realmente é exibido, levando você a crer que é por ele que está sendo dado o boot, mas após selecionar “grldr” os arquivos são procurados no pendrive, fora do ISO. Como eu tinha a mesma versão do Hiren’s extraída no pendrive a execução ocorreu normalmente me dando a ilusão que estava ocorrendo pelo ISO.

  • Jefferson - 6.301 Comentários

    As versões mais recentes podem criar arquivos IMG a partir de arquivos ISO e dar boot por eles. Testado com a versão mais recente do Sergei Strelec. Você pode colocar o arquivo .IMG em qualquer lugar do drive mas fica mais conveniente se colocar na raiz. Tenha em mente que para ter arquivos com mais de 4GB você vai precisar formatar o drive como NTFS o que anula a compatibilidade do AIO com UEFI.

    A vantagem disso é não ter, por exemplo, os arquivos e diretórios espalhados pelo drive, como ocorre na integração normal do Sergei Strelec. E você fica um pouco mais resistente contra vírus, porque não é comum um vírus saber infectar um arquivo .IMG.

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »