Análise da placa NVR 4K 16 canais H.265 XiongMai NBD8016S-KL-V2

Este é um trabalho em andamento e largas mudanças podem ser feitas no texto. Para facilitar a localização dessas mudanças, como esta página já vai enorme, eu vou escrevê-las em vermelho e deixar um comentário avisando que mudanças foram feitas. Mas ao fazer novas mudanças eu poderei colocar em preto as mudanças anteriores, então é recomendável se inscrever no post e checar rapidamente as mudanças feitas.

No meu review anterior de um NVR, em 2014, não havia ainda nenhum chinês esperto o bastante para vender essas placas no varejo, mas isso mudou algum tempo atrás, com uma grande variedade dessas placas sendo oferecida no Aliexpress. Eu estava desde fevereiro do ano passado tentando me decidir se comprava ou não e acabei tendo que apressar a decisão porque comprei duas câmeras que meus mini-NVRs não suportam. Eu já queria um novo NVR porque oito canais já não é mais o bastante para a quantidade de câmeras que tenho na casa. Fiquei indeciso entre os modelos de 16 e 32 canais, mas com o de 32 atualmente custando quase o dobro (a diferença não era essa um ano atrás), decidi que seria melhor comprar o de 16 primeiro e quando eu finalmente ultrapassar as 16 câmeras comprar outro. Se até lá não tiverem inventado a compressão H.266 e for hora de trocar tudo novamente.

E já que toquei no assunto, é bom lembrar que a compressão determina a largura de banda necessária para receber a transmissão das câmeras e quanto espaço a gravação ocupa no HDD, que por sua vez define quantos dias de gravação você pode ter num dado disco rígido. Por exemplo, um cliente que possui um DVR de 16 canais Intelbras que grava em h.264 precisou instalar um HDD de 8TB para poder ter pelo menos os últimos 21 dias.  A maioria dos DVRs e NVRs (assim como as câmeras IP) em uso atualmente usa o padrão h.264 mas o mercado já oferece muitos modelos h.265 e segundo este fabricante, com a mudança para H.265 e deixando o resto todo igual, a economia de espaço é de 22%. No caso do meu cliente ele poderia teoricamente gravar mais quatro dias no mesmo HDD somente trocando o DVR.

É preciso ter uma coisa em mente ao comprar um gravador anunciado como “4K”: isso significa que o aparelho suporta câmeras 4K, mas é sempre necessário observar um equilíbrio entre o número de câmeras e a resolução que você deseja gravar. Não espere comprar por meros 30 dólares um NVR que possa gravar sequer oito câmeras 4K ao mesmo tempo. Segundo esta calculadora, enquanto uma câmera 1080p numa dada qualidade requer 3.5Mbps de banda, uma câmera 4K nas mesmas condições requer 18Mbps. Um aparelho para gravar apenas oito câmeras 4K precisaria de (8×18=) 144Mbps de banda. E a maioria das redes só suporta 100Mbps. Mesmo que o processador fosse capaz de manipular todos esses dados você teria dificuldade para achar um HDD que suporte isso num regime de 24×7. 16 câmeras, então, parece até impossível a menos que existam múltiplos HDDs dentro do aparelho. E isso só para gravar! Qualquer DVR ou NVR precisa ter uma reserva de banda no projeto ou não será capaz de reproduzir enquanto está gravando. Faz mais sentido comprar diversos equipamentos, cada um dando conta de um conjunto de câmeras.

O datasheet desta placa diz que ela tem uma “access bandwidth” de 72Mbps. Ou seja: na melhor das hipóteses, mesmo sendo um aparelho de 16 canais, você só poderia ter quatro câmeras 4K gravando com boa qualidade. E até disso eu duvido que ele seja capaz.

 

 Sistema  Processador principal  Hi3536E
 Sistema Operacional  Linux embarcado
 Recursos do sistema  Gravação em tempo real multicanal simultânea, reprodução, operação de rede, backup USB
 Interface  Interface com operador  Interface de operação por menu gráfico colorido de 16 bits true color.
Suporta operação com mouse.
 Preview  1/4/8/9/16
 Video  Entrada de vídeo  16 *4K (bandwidth de acesso 72Mbps)
 Compressão de vídeo  H.265AI/H.265+ (compatível H.265/H.264)
 Qualidade de visualização  Max: 4K
 Qualidade de reprodução  4K/5M/4M/3M/1080P
 VR  Sem suporte
 Detecção de faces e silhueta humana  Suporta (depende da câmera)
 Audio  Compressão de áudio  G.711A
 Intercomunicador  Sem suporte
Gravação
e
Reprodução
 Modo de gravação  Manual > Alarme > Detecção dinâmica > Temporização
 Reprodução local
(tempo real + não tempo real)
 4K (1 * tempo real) /5M (1+1) /4M (2+1) /3M (3+1) /1080P (5+1)
 Modos de busca  Busca por hora, data, evento, canal e face
 Armazenamento da gravação  HDD e rede
 Modos de backup  Backup pela rede, HDD USB, gravador USB, gravador SATA
 Interface externa  Saída de vídeo  1  VGA e 1  HDMI
 Saída de áudio  jack 3.5mm
 I/O de alarme  0/0
 Interface de rede  1 porta RJ45 ethernet 10/100Mbps
 Interface USB  2 portas USB 2.0 + conector para um porta extra
 HDD  1 SATA de até 14TB
 ESATA  não
 Interface serial  não
 Outros  ONVIF  Suporta
 Alimentação  12V/2A
 Consumo de energia  Menor que 10W sem HDD
 Ambiente de operação  Temperatura 0-55 graus Celsius, Umidade relativa:10-90%, Atm: 86-106kpa
 Dimensões  118mm*46mm
 Peso  Cerca de 44g

Usa bateria CR2032. Fácil de achar e trocar.

O público alvo da placa são “fabricantes” (mais para “montadores”) de NVRs. Para um NVR “completo” só é preciso acrescentar o gabinete com ventilador, teclado, receptor IR, fonte e controle remoto. O fabricante é a XiongMai. Usa o serviço de nuvem XMEye. Em “XMEye” o “XM” provavelmente é uma abreviação de “XiongMai”.

 

O fabricante tem site, com especificações, software e firmware, mas no caso deste modelo as especificações estão trocadas com as de outro e dá medo usar o firmware que está lá. A página do produto é esta, mas como você poderá constatar, a foto não corresponde (note a posição do conector SATA). A placa cuja foto corresponde é a NBD8016S-ULA-V2, mas quando você olha o datasheet, é da outra placa. Uma bagunça. Software aqui.


A interface gráfica usada nessa placa é a mesma usada em diversos outros modelos.

 

Ao mover o mouse para a parte inferior da tela este menu aparece. As opções são Mute, Output Adjust, Network, HDD Info, PTZ Control, Playback, Record Conf., Net Detect e Version. Todas são atalhos convenientes para telas que você pode acessar por outros caminhos também.

Este é o menu que pode ser acessado clicando com o botão direito em qualquer lugar da tela. A única opção que depende de onde você clicou é IPC Param.

Estas são as opções de Split Menu. Ao contrário do mini-NVR, ao reiniciar este NVR lembra o layout escolhido. Não é preciso escolher seu layout favorito toda vez que faltar energia. LockScreen leva você até a opção Auto Logout da tela General.

Sempre que você move o mouse, se o NVR estiver conectado à “nuvem” XMEye esta mensagem “Connected” em vermelho vai aparecer no topo da tela.

Se você estiver com o admin logado, movendo o mouse para o topo da tela é isso que aparece. A leitura do QR Code (propositalmente corrompido por mim) no celular Android o leva automaticamente para baixar o XMEye Pro no Google Play. De dentro do app, ler o mesmo QR Code permite a adição fácil do NVR, pois nele estão criptografados todos os dados necessários: usuário, senha e número de série.

As quatro opções Deflate servem para ajustar as margens da imagem. Em Image Style, o brilho, contraste, saturação, matiz e nitidez  são ajustados. O efeito de Beautiful parece ser o mesmo que o de Standard. Você vai notar que algumas das imagens estão mais claras que outras. Isso ocorreu porque o NVR estava configurado como bright.  Contra-intuitivamente, standard é mais claro que bright. Eu prefiro a versão mais clara mas eu já estava muito adiantado neste review quando descobri isso. Se quiser fazer sua própria combinação clique em Customize.

Ao clicar com o botão direito na imagem de uma câmera e escolher o item “IPC Param.” no menu, se a câmera for compatível se abre esta janela onde você pode fazer diversas configurações (como mirror e flip) na própria câmera. Se a câmera não for compatível você receberá a mensagem “Failed to get the configuration“.

No exemplo a gravação do extra stream de todas as câmeras está desligada (Stop) e a do main stream segue o agendamento (Schedule) feito na tela Record Conf.

Menu Main Menu

Sim, o Main Menu tem um item também chamado “Main Menu”. São quatro opções: Playback, Record Conf., Network e Date Time.

Menu Main Menu -> Sub Menu Playback

São seis opções: Common Playback, Sync Playback, Dayparting, Smart Express, Smart Search e Face Search.

No playback você pode procurar por pontos de detecção de movimento. A linha do tempo de cada câmera mostra onde movimentos foram detectados.
Para usar esse recurso, a detecção de movimento tem que ser habilitada na câmera.

Durante o playback você tem o equivalente a uma função Timeshift. Se, por exemplo, você abrir o playback às 19:20 para ver um evento que ocorreu às
19:15 e deixar rolando, o vídeo vai continuar executando indefinidamente (aparentemente), como se você estivesse vendo a câmera sempre 5 minutos no passado.

Commom Playback – Você escolhe até 9 câmeras para visualizar e o período. Você pode colocar cada câmera em um tempo diferente na timeline. Não encontrei modo de sincronizar
todas as câmeras com precisão nesse modo.

Sync Playback – Você escolhe até 9 câmeras para visualizar e o período. Na tela seguinte você precisa escolher de novo que câmeras quer ver. Nesse modo, ao contrário do anterior
a visualização é toda sincronizada, mas as timelines são todas mescladas (você não vê que câmera gerou o alarme), a escolha das câmeras é espantosamente demorada (vários segundos
para cada câmera) e somente mostra períodos comuns a todas as câmeras selecionadas. Por exemplo, se uma câmera tiver ficado desligada num determinado período, parecerá que todas
as câmeras ficaram desligadas no período. Mas uma vez definidas as câmeras é tudo rápido. Se você não precisar de uma visualização sincronizada, usar o modo “Common playback” é muito mais ágil mesmo tendo que clicar na timeline de cada câmera para tentar colocá-las no mesmo horário.

Em Dayparting você pode acompanhar apenas uma câmera de cada vez, mas até 16 imagens dela em intervalos distintos. Útil para locais de pouco movimento onde você quer ver se algo de interessante ocorreu mais rapidamente sem precisar acelerar (o que muitas vezes faz com que você perca algo). Por exemplo, se você escolher 4 seções no intervalo das 12 às 16h, a primeira seção vai começar a reproduzir automaticamente às 12h, a segunda às 13h, a terceira às 14h e a quarta às 15h. Para escolher o intervalo você deve arrastar sobre os quadradinhos verdes com o mouse (não é clicando em cada um).

Smart Express usa detecção e alarmes. Não uso isso.

Smart Search usa detecção e alarmes. Não uso isso.

Face Search usa detecção de rostos. Nenhuma de minhas câmeras fica localizada em uma posição onde isso seja viável e ainda não testei isso experimentalmente. Não sei se depende da câmera ou é um processamento feito inteiramente pelo NVR.

Aqui você determina como as gravações começam e terminam. No exemplo o NVR está programado para gravar os eventos Regular, Detect e Alarm da câmera 1 em um período apenas que dura o dia inteiro.  Eu não testei ainda, mas suponho que em Length você determina o tamanho com que cada segmento gravado é armazenado no HDD interno (no exemplo, 60 minutos). Advanced tem as opções Show Desktop, Copy, Paste, Default e Record Conf.

Eu esbarrei em um bug ao tentar configurar para obter IP por DHCP: Não passa no Net test depois. Como eu não me imagino usando endereço dinâmico no que é basicamente um servidor, isso não é problema para mim.

A leitura do QR Code (propositalmente apagado por mim) no celular Android o leva automaticamente para baixar o XMEye Pro no Google Play. De dentro do app, ler o mesmo QR Code permite a adição fácil do NVR, pois nele estão criptografados todos os dados necessários: usuário, senha e número de série.

  • Net Card tem atualmente apenas a opção “Wired Nic” (conexão cabeada). Eu suponho que a adição de um adaptador Wi-Fi compatível fará essa opção aparecer aqui;
  • Media Port (default 34567) é a porta que você precisa conhecer quando configurando o NVR em algum app;
  • HTTP Port (default 80) é a porta para acessar o NVR em um navegador. Note que você pode desabilitar esse acesso;
  • Network Encryption possivelmente determina se vai ser usado o protocolo HTTP ou HTTPS, mas não estou certo disso. As opções são “No Limited“(?), “Remote Login Need encryption” e “Net Login need Encryption“;
  • HS Download significa “Download de Alta Velocidade” mas não sei o que implica ativar essa opção. Desmarcado por default;
  • Transfer Policy tem as opções “Adaptive”, “Quality Preferred” (default) e “Fluency preferred”.  Eu suponho que aqui você escolha se prefere acompanhar as imagens remotamente com máxima qualidade ou com máxima fluidez;
  • GB 28181 é um padrão chinês de interconectividade para segurança pública. Eu suponho que não nos interesse e vem “desativado” por default;

NetService abre a janela seguinte:

Esta tela parece apenas informativa, mas ao mover o mouse sobre os itens vai descobrir que pode clicar neles e alterar as configurações. Você pode configurar:

  • PPPoE : Usuário, senha e IP;
  • NTP: Servidor, porta e intervalo;
  • E-mail: Servidor SMTP, porta, criptografia, usuário, senha, remetente, destinatário e título da mensagem;
  • IP Filter: Você pode configurar uma lista branca e uma lista negra. Eu ainda não estou certo do propósito. Seria quem pode ter acesso ao NVR?
  • DDNS: Você pode configurar o seu próprio servidor ou escolher entre os pré-definidos CN99, DynDNS, Oray, No-IP e MYQ-SEE. A cada 90s o NVR manda duas mensagens UDP para o servidor indicado na porta 3702. Você pode acompanhar isso com o Wireshark.
  • FTP: IP do servidor, porta, usuário, senha, comprimento máximo do arquivo e diretório;
  • ARSP: Tipo (apenas DNS), IP do servidor, porta, usuário, senha e intervalo;
  • AlarmServer: Nome do servidor, porta e se você quer notificar sobre alarme e log;
  • Wireless Config: Provavelmente em NVRs que tem suporte a colocar um SIM card. Suporta os tipos EVDO, TD-SCDMA, WCDMA, CDMA1.x, GPRS e 4G, Wireless AP, número a discar, usuário, senha e endereço IP;
  • UPNP: Porta HTTP, porta TCP e porta Mobile. Requer que o roteador esteja com UPNP habilitado;
  • WiFi: Permite localizar redes Wi-Fi e conectar-se a elas. Requer um adaptador compatível;
  • RTSP: Porta;
  • Cloud: MTU;
  • Mobile Reported: Apenas habilitar ou desabilitar;
  • USB tethering: Apenas habilitar ou desabilitar.

Menu SYSTEM

Tem seis opções: General, Encode, Backup, Snapshot Conf. Display e Account.

  • Machine Name é um nome qualquer. Ainda não estou certo de que em que situações ele aparece;
  • DVR No. É o número do DVR. O default é zero;
  • Em Language você tem a opção de mais de 20 idiomas, incluindo o português brasileiro. O português usado nesse NVR até que é aceitável, mas eu prefiro em inglês. Por exemplo, a opção “DVR No”, que faz sentido imediato para mim, é traduzida como “Endereço do Controle”, que não faz nenhum sentido para mim;
  • Video Standard é o padrão de vídeo na saída. Eu não estou certo agora de que isso faça alguma diferença nas saídas HDMI e VGA;
  • Storage Full determina o que você quer que aconteça quando o HDD ficar cheio. “Overwrite” determina que o NVR vá apagando as gravações mais antigas e “Stop Record” que o  NVR simplesmente pare de gravar;
  • Auto Logout determina o tempo que um usuário pode ficar logado. 0=indefinidamente. Útil se você não quer que o admin seja esquecido logado no NVR;
  • Se Startup Wizard estiver habilitado o NVR vai exibir um assistente de configuração sempre que for ligado.

Eu suponho que aqui seja configurado como cada canal é gravado. A única opção para “Compression” é H.265X e D1 parece ser a resolução máxima. As outras opções são HD1, CIF, VGA, QVGA e ND1. O botão Advanced só tem a opção “Show Desktop”.

Em Backup aparecem todas as mídias conectadas onde você pode fazer o backup das gravações. Se você só tiver o HDD interno, nenhuma opção vai aparecer. Você pode usar HDDs formatados com NTFS. Se você estiver com a janela aberta ao colocar a mídia externa, precisa clicar em Detect para que seja detectada. O botão Backup o leva para a janela onde você pode escolher as câmeras, horários e container:

Nesta tela você pode adicionar “tarefas” de backup e processá-las todas de uma vez. Você escolhe a câmera, o horário, o tipo de gravação (All, MD, Alarm/MD, Manual e General) e o stream (main stream, extra stream e snapshot).

MD: Motion Detection (detecção de movimento).

Se você tiver habilitado alarme e detecção de movimento em uma câmera e tiver habilitado a gravação desses eventos na tela Record Conf. nesta tela você vai ter a opção de fazer o backup desses eventos, que é feito em arquivos separados. Eu nunca consegui fazer a detecção de movimento e o alarme funcionarem direito com minhas câmeras por isso desativei essa opções para não tumultuar a tela de backup. Se ao tentar usar essa tela você acabar inundado por arquivos pode ser esse o problema. Observe o que aparece escrito na coluna Type. “R” como no exemplo, significa “regular“.

Você pode escolher entre H.26X, AVI e MP4 . A única diferença entre as opções é o container, por isso o tamanho do arquivo em todas as opções é praticamente o mesmo.

  • O formato AVI é conveniente e mais “universal”, mas ao enviar pelo whatsapp ele aparece como um arquivo para baixar. O Windows também não vai conseguir exibir uma miniatura do vídeo no explorer. Quando você escolhe AVI  e está usando a interface web, um diretório oculto é criado na pasta onde você pediu para gravar o backup com todos os arquivos no formato .h264 e em seguida é feita a conversão para .AVI. Isso significa que você precisa do dobro do espaço livre. O diretório oculto é apagado automaticamente quando a conversão termina.
  • Usando o container MP4 o arquivo poderá ser reproduzido sem sair do whatsapp. Não testei se tem o mesmo problema de exigir o dobro do espaço livre que o AVI tem.

Você pode mudar a resolução do arquivo para reduzir o tamanho (o limite do whatsapp é 64MB) usando esta ferramenta online. Testado com AVI e MP4.

De uma forma geral podemos dizer que a resolução de um arquivo aumenta com o quadrado da resolução, então se você diminuir a largura da imagem pela metade o tamanho cai para um quarto.

Eu precisei fazer um backup de 12GB e levou duas horas para copiar para um drive NTFS no formato MP4 com 8 câmeras gravando ao mesmo tempo (apenas 1.6MB/s). O problema de fazer isso no console é que você fica impedido de usá-lo (visualizar as câmeras no monitor) enquanto o backup não terminar. Essa é uma limitação comum a todos os NVRs e DVRs que conheço. Ao fazer o backup via interface web você nem bloqueia o console e enquanto está processando um arquivo você pode visualizar e copiar os já processados.

Quando você faz o backup via interface web não parece existir opções de cortar apenas o segmento que você deseja e você precisa copiar em trechos de uma hora por câmera (isso parece ser configurado em Main Menu -> Record Conf.)

Menu ALARM

Tem três opções: Intelligent Alert, Abnormality e o sub menu Traditional Alarm.

Video Blind ocorre quando a visão da câmera é obstruída. O sinal de vídeo chega ao NVR mas nada é discernível na imagem.  Existem seis níveis em “sensitivity“. Você pode programar o período em que o alarme é válido e gravar videos e fazer snapshots de qualquer câmera que você quiser (obviamente fazer videos e snapshots da câmera obstruída faz pouco sentido). Supostamente você pode mandar por FTP, e-mail, escrever no LOG e notificar no app. Eu suponho que “PostRec” seja o tempo de gravação. O item “Alarm” tem três opções: Buzzer, Voice Prompts e Shutdown. Advanced tem as opções Show Desktop, Copy, Paste, Default e Record Conf.

Video Loss ocorre o sinal de vídeo não chega ao NVR.  Você pode programar o período em que o alarme é válido e gravar videos e fazer snapshots de qualquer câmera que você quiser. Supostamente você pode mandar por FTP, e-mail, escrever no LOG e notificar no app. Eu suponho que “PostRec” seja o tempo de gravação. O item “Alarm” tem três opções: Buzzer, Voice Prompts e Shutdown.

Eu suponho que essa opção depende de receber um sinal de alarme vindo das câmeras.

Eu não consegui habilitar nenhuma das opções na janela “Intelligent”.

Menu ADVANCED

Tem seis opções: HDD Info, Upgrade, AutoMaintain, Restore, Import/Export, Digital. Log, BPS e Version

Aqui você pode preparar o HDD. Até agora só usei a opção “Format Storage”.

Supostamente o firmware é o mesmo para várias placas NVR, incluindo modelos que suportam mais de um HDD. “All” mostra a soma de todos. Para usar várias das opções você precisa antes selecionar  o HDD (no exemplo, a segunda linha). “Read Only” torna o disco “somente leitura” (provavelmente para quando você quer proteger o que já foi gravado). “Read/Write” habilita a escrita no disco.  “Partition” permite dividir o disco em uma partição de gravações e uma de imagens. Ainda não estou certo do que significam as opções Recover, Redundant e Snapshot. Clicar em “View Recording Times o leva à próxima tela:

Nesta tela você pode constatar rapidamente quantos dias de gravação o HDD está mantendo com a configuração atual. No exemplo eu tenho as gravações do dia 7 ao dia 12. Ou seja: os últimos cinco dias em um HDD de 500GB.

A primeira seção é para o upgrade do próprio NVR. Na seção seguinte, “Camera Upgrade”, você pode atualizar o firmware das câmeras conectadas ao NVR, se forem compatíveis. Das oito câmeras atualmente conectadas ao meu NVR apenas uma me permite usar a opção, mas ainda assim nada acontece.

Em “Upgrade Position” aparece uma lista das mídias compatíveis detectadas, no formato /dev/sdbx. Em “Upgrade File” uma lista dos arquivos de upgrade, tanto para o NVR quanto para as câmeras.

Em Auto-Reboot System você pode programar para que o NVR reinicie automaticamente todos os dias ou em um determinado dia da semana. Isso pode ser útil caso você tema que o NVR trave se passar muito tempo ligado.  Em Auto-Delete Old Files você determina que o NVR apague automaticamente gravações após X dias, mesmo que haja espaço.

Aqui você pode restaurar o default de algumas seções do NVR, seletivamente.

Em Device Name aparece uma lista das mídias compatíveis conectadas. Você pode exportar o log e importar/exportar a configuração do NVR. Dada a complexidade que pode ter a configuração é muito útil você guardá-la de tempos em tempos em uma mídia externa.

 

Aqui você encontra opções que não estão disponíveis em Channel Set mas ainda não sei qual o propósito.

Advanced tem as opções Show Desktop, Copy, Paste e Default

Mostra em tempo real quanto cada canal está consumindo de banda em Kb/s (kilobits) e MB/h (megabytes).

 

A leitura do QR Code (propositalmente apagado por mim) no celular Android o leva automaticamente para baixar o XMEye Pro no Google Play. De dentro do app, ler o mesmo QRCode permite a adição fácil do NVR, pois nele estão criptografados todos os dados necessários: usuário, senha e número de série. Se você não estiver vendo o botão UPGRADE é porque o NVR ainda não fez contato com o servidor de atualização, que é um evento diferente da conexão com a nuvem do fabricante. Isso pode levar horas. O botão aparece e funciona mesmo que você tenha a versão mais recente, sinalizado por “Has the latest firmware” como mostra a imagem acima.

O upgrade começa imediatamente após apertar o botão e não pode ser interrompido. Então só clique se tiver certeza. Leva pouco mais que um minuto e não apaga sua configuração.

 

RTSP

Transmissão

Transmite a imagem das câmeras no seguinte endereço RTSP:
rtsp://<endereco>:554/user=<usuario>&password=<senha>&channel=<canal>&stream=0.sdp?

Onde 0 = main stream e 1 = substream
exemplo:
rtsp://10.0.0.111:554/user=admin&password=suasenha&channel=1&stream=0.sdp?

Você também pode usar uma forma simplificada:
rtsp://10.0.0.111:554/main
rtsp://10.0.0.111:554/sub

Vai pedir a senha interativamente e só exibe o canal 1

Você pode usar o VLC (mídia -> Abrir fluxo de rede) para testar ou monitorar canais do NVR no PC sem um software específico.

A porta (554) pode ser alterada na janela NetService.

Recepção

Não consegui ainda encontrar uma opção para incluir fontes RTSP no NVR manualmente, ao contrário do que pode ser feito no mini-NVR desde o firmware V4.0[20140417].
Você não pode inserir o URL RTSP, mas certas fontes compatíveis funcionam assim mesmo. Testado com um DVR e um NVR Intelbras. Se for compatível provavelmente o NVR vai
achar o dispositivo na busca e você só vai precisar preencher o canal, usuário e senha


A interface web

A interface web funciona com o chrome, desde que seja a versão 44 ou inferior, com o Firefox versão 51 ou inferior e com om IE, requerendo a instalação deste plugin. Esse plugin é uma versão atualizada do mesmo controle requerido por algumas câmeras que tenho, que provavelmente também são da Xiongmai.

Ambos, Firefox e Chrome, são as últimas versões a suportar plugins NPAPI e pedem para carregar o “npmedia addon”. Você precisa ficar atento para desbloquear a execução.


 

 

 

2 comentários

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »