Levei uma surra vergonhosa de um switch Intelbras SF800

 

Um cliente precisou transformar um ponto de rede distante em dois e era mais barato instalar um switch do que passar um novo cabo.  Deixei um switch meu emprestado, procurei o switch mais barato disponível na Lognet que não fosse de uma marca vagabunda demais e passei o link para o cliente comprar. Era um Intelbras e na minha visita seguinte o switch estava lá. Aproveitei para instalar e para minha surpresa não havia conectividade. Todos os três cabos acendiam os respectivos LEDs mas não havia tráfego. Troquei as portas e nada mudou no comportamento. Coloquei o meu switch de volta, avisei ao cliente que o switch recém comprado estava com defeito e que era para eles trocarem. Como já havia se passado mais de uma semana desde a compra a Lognet disse ao cliente que precisava levar na autorizada local da Intelbras e como se tratava de um switch barato o cliente preferiu comprar outro igual.

Semanas depois, eu passei lá  e troquei o switch. Funcionou na primeira tentativa, mais uma vez confirmando que o primeiro switch estava com defeito (HA!).

Passados seis meses, o cliente não tinha levado o switch ainda para a garantia. Decidi trazer para casa e dar uma olhada. Na minha primeira tentativa o switch funcionou (ué…), mas então eu decidi transferi-lo para outro lugar da casa onde eu poderia testar 24/7 e assim que instalei lá não funcionou.

Foi só aí que me dei conta do que estava escrito em cima: SF800 VLAN ULTRA.

Peraí… VLAN é um recurso que realmente pode isolar portas, mas esse é um switch “burro” (não-gerenciável)… como pode ter uma VLAN?

Dei uma olhada no manual online e estava lá: esse switch implementa uma VLAN “fixa” que isola as portas de 2 a 7, só permitindo a comunicação com a porta 1.

Macacos… me… mordam…

Se ignorância matasse este blog estaria órfão agora. Reordenei os cabos para que o cabo “WAN” fosse ligado à porta 1 e o problema sumiu.

Ainda bem que não passei pela vergonha de ouvir do cliente que a Intelbras disse que o suposto “técnico” da empresa não sabia usar o switch…

 

20/10/2021: O SF800 existe desde pelo menos julho de 2010 (encontrei-o numa tabela de preços da época por R$35) e já teve esta aparência:

A foto é do sub-modelo “Q” mas o SF800 “base” da época é idêntico, sem a palavra “QoS”. O fato do modelo base (sem VLAN fixa) existir há mais de 11 anos ajuda a explicar minha falta de atenção.

10 comentários
  • Claudio - 46 Comentários

    Se eu entendi corretamente, com esse “switch” todas as portas (de 2 a 7) tem conectividade com a WLAN, mas nenhuma conectividade entre sí?

    Consigo imaginhar bem poucos cenarios onde ter essa configuração por padrão seja desejável … Distribuições de APs meramente para acesso `a internet talvez. Nas demais situações vc vai querer que as máquinas em uma rede conversem entre si.

    Isso poderia ser algo opcional, ativado via configuração, mas desativado por padrão …

    • Jefferson - 6.301 Comentários

      Sim, você entendeu corretamente.

      O publico alvo parece ser os provedores de acesso que ainda não migraram para fibra óptica.
      Em uma empresa “normal”, eu usaria como uma solução simples para garantir acesso Wi-Fi à internet para os visitantes usando roteadores sem “client isolation” e sem precisar intercalar roteadores desnecessariamente na extremidade da rede da qual todos dependem. Switches são muito mais confiáveis. Só que para essa aplicação ele tem cinco portas a mais que o geralmente necessário :S

      A página do produto na Lognet assume que você saiba o que é uma VLAN fixa e quais as consequências. Eu no lugar deles colocaria um aviso em destaque explicando qual o efeito prático. Venderia mais para as pessoas certas e menos para as erradas.

  • cleber martins dorneles - 1 Comentário

    Fiquei em dúvida! Tem um amigo meu usando há mais de seis meses e não deu problema. :(

    • Jefferson - 6.301 Comentários

      Usando o SF800 VLAN?

      Note que o “SF800” tem pelo menos quatro variantes e é fácil achar que todos são o mesmo switch quando você está fazendo uma pesquisa casual:

      SF800Q+
      SF800Q+ ULTRA
      SF800 VLAN
      SF800 VLAN ULTRA

      Somente as duas últimas sofrem desse “problema”. E se você por coincidência ligar o cabo certo na porta 1, como eu fiz na minha primeira tentativa em casa, pode nem perceber.

      Dependendo de onde você vai procurar, ainda vai achar as denominações “SF800 P” e “SF800 V”

    • Jefferson - 6.301 Comentários

      Correção: pelo menos cinco variantes:

      SF800
      SF800Q+
      SF800Q+ ULTRA
      SF800 VLAN
      SF800 VLAN ULTRA

  • Jefferson - 6.301 Comentários

    Eu adicionei uma foto do produto. Notem que está claramente identificado como algo “diferente”, mas só para quem sabe o que é uma VLAN. O vergonhoso para mim é que eu sei o que é e manuseei o switch diversas vezes sem ler o que estava escrito nele. Só tive que consultar o manual para saber o que era uma “VLAN fixa”.

    Eu simplesmente assumi que não havia nada em um switch desse porte (oito portas, menos de R$100, do tamanho de um celular, não instalável em rack…) que pudesse me surpreender. Até esse evento, se alguém me ligasse com um problema de conectividade e perguntasse se tinha porta certa para ligar cada cabo no switch eu diria: “nahhh… qualquer porta serve…”

    Switches gerenciáveis tem muita coisa que pode me surpreender, mas o porte deles já faz você parar e consultar o modelo no primeiro sinal de problema.

  • Jefferson - 6.301 Comentários

    Adicionei uma foto de como era o SF800 antes

  • Jefferson - 6.301 Comentários

    Eu comecei a me perguntar se esse isolamento de portas não tornava o switch imune a loops. Coloquei um cabo de rede entre as portas 4 e 5 e a principio pareceu que era imune mesmo, mas coisas estranhas começaram a acontecer em pontos “upstream” na rede, ligados a outro switch: o ping de duas máquinas para a internet falhava ocasionalmente e entre as máquinas falhava completamente. Ao retirar o loop o problema sumiu. A VLAN não torna o switch imune a loops entre as portas 2 e 7.

  • Valber Marcel Bueno - 65 Comentários

    Eu passaria pelo mesmo dilema, jamais iria me ligar que um equipamento barato fizesse algo a mais que um simples switch. Mas essa informação me abriu os olhos para algumas utilidades disso por aqui!

    • Jefferson - 6.301 Comentários

      É… Eu imagino que numa faculdade existam muitas situações onde a conectividade entre máquinas (basicamente as usadas por alunos) vá de “não é importante” a “completamente indesejável” :D

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

  

  

  

:) :( ;) O_o B) :lol: :huh: :S :D :-P 8-O :yahoo: :rtfm: :dashhead1: :clapping: more »